Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Petrolíferos travam D´Agosto

Melo Clemente - 10 de Maio, 2013

Militares foram incapazes de derrotar o arqui-rival

Fotografia: Jornal dos Desportos

A formação do 1º de Agosto atrasou-se na corrida ao título nacional ao perder, ontem, no pavilhão do CODENM, frente ao arqui-rival, Petro de Luanda, por 93-98, em partida que encerrou a primeira jornada da terceira volta da “Final Four” da XXXV edição do BAI Basket.

Com a vitória sobre o arqui-rival, a equipa do Petro de Luanda, que vinha de três desaires consecutivos, reacendeu a luta pelo coroa nacional, deixando a cauda da tabela classificativa para o Interclube, que ontem perdeu diante do Recreativo Libolo, por 67-83. Os petrolíferos da capital ocupam agora o terceiro posto, com dez pontos, a mesma pontuação que a da equipa da Polícia Nacional, no quarto lugar.

Apesar da derrota, a equipa militar, comandada pelo técnico angolano, Paulo Macedo, continua de pedra e cal na liderança da edição 35 do BAI Basket, agora com 12 pontos, contra 11 do Recreativo do Libolo, na segunda posição. Pressionados com a onda de maus resultados, os petrolíferos da capital entraram melhor no desafio, ao contrário da equipa caseira, que só se reencontrou a partir do minuto três do primeiro período. Nesta etapa, o norte-americano Cedrick Ison e o angolano Edmir Lucas eram os jogadores mais inconformados no plantel militar. A equipa rubro-negra terminou o primeiro quarto em vantagem de três pontos (25-22).

Com uma defesa pressionante e um ataque eficiente, onde era privilegiado a circulação da bola em todas as áreas de jogo, a equipa do Eixo-viário conseguiu anular a desvantagem de três pontos que trazia do quarto inicial, tendo anotado 24 pontos, contra 21 dos militares, o que perfez uma igualdade a 46 pontos. No terceiro período, o equilíbrio voltou a dominar a partida, com mutações sistemáticas na liderança do placard. A igualdade, que se registou (22-22), atesta perfeitamente o quão foi disputado o terceiro quarto. No final desta etapa, as equipas encontravam-se igualadas a 68 pontos.

No derradeiro período, o nervosismo apoderou-se das duas equipas, que passaram a perder sistematicamente as posses de bola, baixando, por isso, a qualidade de jogo exibida nos quartos anteriores. Ainda assim, foram os militares que comandavam sempre a liderança no placard. O jovem Bráulio Morais, atleta que tem sido relegado para o segundo plano pelo técnico camaronês Lazare Adingono tratou de oferecer o triunfo ao Petro de Luanda que esteve na iminência de dizer adeus ao título nacional.

Carlos Morais, com 27 pontos foi o cestinha da partida, seguido pelo norte-americano ao serviço do 1º de Agosto, Moore, com 22. Morais teve 30 de valorização, ao passo que o seu irmão mais novo (Bráulio) teve 17. Reggie Moore foi o rei dos ressaltos, com dez (7-3) e teve 27 de valorização. A actuação do trio de arbitragem constituída por António Bernardo, Mbunga Pedro e Figueiredo Cruz passou despercebida durante o jogo. Paulo Macedo lamentou o desaire caseiro, ao passo que Manuel da Silva “Gi” era um homem visivelmente satisfeito no final da partida.


FICHA TÉCNICA

Pavilhão: Lotado
Arbitragem: António Bernardo, Mbunga Pedro e Figueiredo Cruz
Comissário: José Culeva

1º DE AGOSTO: Armando Costa (3), Adilson Baza (2), Edmir Lucas (13), Reggie Moore (22), Felizardo Ambrósio (15), Joaquim Gomes “Kikas” (13), Cedrick Ison (17), Carlos Almeida (6), Agostinho Coelho (0), Hermenegildo Santos (0), Francisco Machado (0), Islando Manuel (2).
Treinador: Paulo Macedo
 
PETRO DE LUANDA: Pedro Bastos (2), Bráulio Morais (17), Carlos Morais (27), Keith Corthan (14), Paulo Barros (0), Paulo Santana (6), Miguel Kiala (6), Eic Norman(0), Leonel Paulo (8), Parfait Bitee (5), Hermenegildo Mbunga (13), Abdel Gomes (0).
Treinador: Lazare Adingono

Marcha do marcador: 25-22, 46-46, 68-68, 93-98


                         SÉRIE A

                          J      V    D     PM    PS     PTS

1º 1 de Agosto   07    04   03   633    599    12
2º  Libolo           07    04   03   612    594    11
3º  Petro            07    03   04   630    654    10
4º  Interclube     07    03   04  602     629    10

 

BAI Basket
Recreativo do Libolo regressa às vitórias

O Recreativo do Libolo regressou às vitórias, ao vencer ontem, no Dream Space, em Viana, o Interclube, por 83-67, em desafio que marcou a abertura da terceira volta da "Final Four" da XXXV edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos, vulgo BAI Basket. Com este triunfo, os actuais campeões nacionais, assumiram a segunda posição da tabela classificativa, agora com onze pontos. Depois de baquear na ronda anterior, frente ao líder da "Final Four", 1º de Agosto, por 80-84, os pupilos do português Luís Magalhães souberam reagir, ante um Interclube que na jornada passada bateu o Petro de Luanda, por 93-90, após prolongamento.

Aliás, a jogar no seu reduto, não se poderia esperar outra postura dos actuais campeões nacionais, que perseguem o segundo título consecutivo do BAI Basket. Apesar da diferença pontual (16) a favor dos libolenses, a partida foi jogada sob o signo de equilíbrio, fundamentalmente, nos últimos dois períodos. Milton Barros e Eduardo Mingas, potenciais candidatos a pré-selecção nacional, tentaram levar a turma da Polícia Nacional à segunda vitória consecutiva.

Mas, a determinação dos jogadores do Recreativo do Libolo na ponta final do desafio valeu-lhes a conquista dos dois pontos em disputa. Amanhã, o Interclube visita a equipa do 1º de Agosto, partida agendada para as 18h00, no Pavilhão do CODENM, ao passo que o Petro de Luanda recebe, no Pavilhão Anexo número dois da Cidadela Desportiva, o Recreativo do Libolo.
MELO CLEMENTE


Palmarés


Ano      Vencedor


1979 - Clube Ferroviário de Luanda
1980 - Desportivo da Taag
1981 - 1º de Agosto
1982 - Sporting de Luanda
1983 - 1º de Agosto
1984 - Sporting de Luanda
1985 - 1º de Agosto
1986 - 1º de Agosto
1987 - 1º de Agosto
1988 - 1º de Agosto
1989 - Petro de Luanda
1990 - Petro de Luanda
1991 - 1º de Agosto
1992 - Petro de Luanda
1993 - Petro de Luanda
1994 - Petro de Luanda
1995 - Petro de Luanda
1996 - Atlético Sport Aviação
1997 - Atlético Sport Aviação
1998 - Petro de Luanda
1999 - Petro de Luanda
2000 - 1º de Agosto
2001 - 1º de Agosto
2002 - 1º de Agosto
2003 - 1º de Agosto
2004 - 1º de Agosto
2005 - 1º de Agosto
2006 - Petro de Luanda
2007 - Petro de Luanda
2008 - 1º de Agosto
2009 - 1º de Agosto
2010 - 1º de Agosto
2011 - Petro de Luanda
2012 - Recreativo do Libolo
2013- ????


NBA

George Karl eleito
treinador do ano


George Karl, dos Denver Nuggets, foi eleito treinador do ano da Liga norte-americana de basquetebol (NBA) pela primeira vez na carreira. No comando da equipa do Colorado desde 2005, Karl, 61 anos, terminou a fase regular no terceiro lugar da Conferência Oeste e com um novo recorde de vitórias (57) na história do clube, tendo sofrido 25 derrotas. Os Nuggets conseguiram ainda o melhor registo de sempre em casa, consentindo apenas três desaires. Acabaram por ser eliminados (4-2) na primeira ronda dos play-offs pelos Golden State Warriors.

“Estou muito orgulhoso mas há, provavelmente, sete ou oito treinadores que mereciam este título e outros dez ou 15 que fizeram um grande trabalho e não foram reconhecidos”, disse George Karl em comunicado. Na votação, George Karl, que iniciou a carreira de treinador em 1984 nos Cleveland Cavaliers e que passou, entre outros clubes, pelo Real Madrid e pelos extintos Seattle Supersonics, recebeu 404 pontos, superando por larga margem Erik Spoelstra (Miami Heat, 190 pontos) e Mike Woodson (New York Knicks, 127).