Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Polciais assaltam topo do campeonato

23 de Dezembro, 2019

O Interclube festeja o natal no topo da tabela de classificao geral do campeonato nacional de basquetebol snior masculina.

Fotografia: Dr

O Interclube festeja o natal no topo da tabela de classificação geral do campeonato nacional de basquetebol sénior masculina. A equipa de Raul Duarte tem sete pontos, mais um que o campeão nacional, o Petro de Luanda, e o vice-campeão, o 1º de Agosto. Os petrolíferos e militares têm um jogo a menos.
A chegada dos polícias ao topo contou com o apoio dos marinheiros, que não mediram esforços na hora de \"empurrar\" a equipa de Raul Duarte. No quadro da \"solidariedade\", a Marinha de Guerra abriu o mar ao Interclube. Sem agravo, os polícias zarparam ao seu bel-prazer e venceram o jogo por 91-84.
As debilidades na transição defensiva e na marcação dos defensores directos é uma marca do Interclube. No jogo com os marinheiros, não se fez sentir por culpa da experiência da equipa da base naval da Ilha de Cabo.
Com a vitória, os polícias secaram as lágrimas vertidas na última quinta-feira, depois da partida com os militares do Rio Seco. A derrota sofrida por 93-110 diante do 1º de Agosto fez estragos emocionais num dia que parecia de alegria. O jogo esteve equilibrado até ao intervalo, mas a desconcentração no terceiro e quarto períodos foram fatais.
Quem não tem fatalidade são o Petro de Luanda e 1º de Agosto. As duas melhores equipas de Angola viram o jogo entre si adiado para oito de Janeiro de 2020. Inscrito para a quarta jornada, o \"clássico\" é aguardado com grande expectativa.
Os militares ainda têm bem presente as derrotas na fase final da última época e no campeonato provincial de Luanda. Está difícil aceitá-las. Por essa razão, a armada do Rio Seco vê o jogo como \"o último assalto\". O grupo está precavido e concentrado.
No eixo-viário, a desconcentração é total. O susto sofrido no jogo do \"provincial\" alertou os petrolíferos. Lazare Adingono tem o esquema definido para o clássico. O slogam \"as finais são para se ganhar\" constitui a divisa do Petro de Luanda nos confrontos contra o 1º de Agosto. Foi assim no último play offs do nacional e no provincial de Luanda.