Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Polcias suplantam militares

Melo Clemente - 20 de Junho, 2019

Equipa da Polcia Nacional conseguiu a to almejada desforra depois de perder a Supertaa

Fotografia: M.Machangongo | Edies Novembro

Com 18 pontos da internacional angolana, Italee Lucas, base, e 18 pontos da congolesa Pauline Akonga, a formação do Grupo Desportivo Interclube conquistou a 29ª edição da Taça de Angola de basquetebol em seniores femininos, ao derrotar ontem, no Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva, a similar do 1º de Agosto, por 64-81, quando ao intervalo maior conservava já uma vantagem de 18 pontos (47-29).
Depois de estar a perder no parcial por 0-2, as comandadas de Apolinário Paquete reagiram à entrada do minuto três do primeiro quarto, estabelecendo o placar em 13-4, a favor da equipa adstrita a Polícia Nacional (Interclube), situação que obrigou o técnico militar, Jaime Covilhã, a solicitar um minuto de desconto de tempo.
No reatamento, as pupilas de Jaime Covilhã passaram a interpretar melhor os diagramas defensivos, e passaram a ser mais assertivas no ataque.
Bem no jogo interior, onde a experiente Ngiendula Filipe fazia toda a diferença, a formação militar terminou o quarto inicial com uma vantagem mínima de três pontos (19-22).
O segundo período foi inteiramente dominado pela formação do Grupo Desportivo Interclube, que conseguiu anular as principais unidades do Clube Central das Forças Armadas Angolanas, que estiveram algo desastrosas, fruto do rigor defensivo evidenciado pela equipa adstrita a Polícia Nacional que na semana passada perdeu a Supertaca, a favor da arqui-rival.
O parcial conseguido pelo Grupo Desportivo Interclube (28-7), atesta perfeitamente o domínio exercido pelas pupilas de Apolinário Paquete, que vieram com a lição muito bem estudada, depois de verem as militares a erguerem a Supertaca.
As internacionais angolanas, Felizarda Jorge e Italee Lucas faziam toda a diferença na formação da Polícia, ao passo que do lado contrário, Ngiendula Felipe e Elone Adora, eram as mais inconformadas com o rumo dos acontecimentos.
Nesta etapa, as polícias estavam com uma percentagem de 45, 5, a nível dos lançamentos exteriores, contra 12, 5 do Clube Central das Forças Armadas Angolanas (1º de Agosto).
O terceiro quarto foi jogado sob signo de equilíbrio, apesar da equipa rubro e negra ter vencido no parcial, por 17-14, o que perfez 61-46, à entrada do derradeiro período, a favor da equipa adstrita a Polícia Nacional.Liderada pela base Italee Lucas, a equipa do Interclube manteve o domínio do jogo, ante um 1º de Agosto que não conseguia desfazer-se da excelente defesa imposta pela sua arqui-rival, que esteve simplesmente impecável, quer a defender, quer a atacar.
As polícias venceram no parcial por 20-18, fixando o resultado em 81-64. A congolesa  Paulina Akonga foi a rainha dos ressaltos, com 10, todos defensivos.

FICHA TÉCNICA
Pavilhão: Principal
Comissário: José Cardoso
Arbitragem: Osvaldo Neto, Francisco Pacheco e Fernando Seco
Interclube: Erica Guilherme (0), Joana António (0), Italee Lucas (18), Rosimira Daniel (15), Astrida Vicente (0), Robem Parks (10), Nadir Manuel (9), Felizarda Jorge (7), Jessica Malagi (4), Pauline Akonga (18), Eduarda Gabriel (0)
Treinador: Apolinário Paquete
1º de Agosto: Fineza Eusébio (8), Luísa Simão (0), Joana Balanga (0), Rosa Gala (11), Juda Quindanda (0), Luísa Tomás (0), Elizabeth Mateus (5), Cristina Correia (0), Elone Adora (13), Cristina Matiquite (6), Adut Lulgak (9), Ngiendula Felipe (12).
Treinador: Jaime Covilhã
Marcha do marcador: 19-22, 47-29, 61-46, 81-64

Ranking
Militares dominam


Com treze (13) troféus arrebatados, o Clube Central das Forças Armadas Angolanas (1º de Agosto) lidera o ranking da Taça de Angola, contra oito (8) do Grupo Desportivo Interclube.