Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Pr-Seleces acertam pormenores

Melo Clemente - 19 de Novembro, 2018

Atletas angolanos entram na semana derradeira de trabalhos de preparao

Fotografia: DR

A direcção do Comité Paralímpico Angolano (CPA) em parceria com a Fundação Lwini faz disputar nos dias 29 e 30 do mês em curso, no Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva, a primeira edição do torneio internacional de basquetebol em cadeiras de rodas, competição enquadrada no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, que se assinala a 03 de Dezembro próximo.
Angola far-se-á representar no magno evento com duas selecções, sendo uma em esperanças, e outra em honras, ao passo que do estrangeiro vem a África do Sul e Suíça, respectivamente.
A anteceder a prova, os árbitros que estarão envolvidos na primeira edição do torneio internacional da “bola ao cesto” em cadeiras de rodas, serão submetidos a uma acção de refrescamento nos dias 27 e 28 do mês em curso, tendo como prelectores dois juízes internacionais, provenientes da “vizinha” República da África do Sul.
As duas selecções convocadas para o referido torneio internacional  já trabalham desde o pretérito dia 12, dia em que aconteceu a concentração na sede do Comité Paralimpico Angolano (CPA), sita no Complexo da Cidadela Desportiva, em Luanda.
O aprimoramento da componente física marcou a primeira semana de preparação das duas pré-selecções nacionais que trabalham ainda incompletos, dado que os atletas seleccionáveis do interior chegam apenas esta semana a Luanda. Esta semana, a preparação vai decorrer toda ela na quadra comunitária do Inef    
Apesar do início tardio dos trabalhos de preparação das duas pré-selecções nacionais, Lino Chimoco, responsável máximo do basquetebol em cadeiras de rodas do CPA, acredita numa boa participação dos angolanos no evento, que passa pelo alcance dos lugares cimeiros do pódio.
“Infelizmente, por questões técnicas, tivemos que arrancar com os trabalhos de preparação apenas no dia 12 do mês em curso, quando o ideal seria termos uma preparação no mínimo de dois meses”, desabafou o antigo coordenador de todo atletismo do Comité Paralimpico Angolano.
Ainda assim, o homem forte no basquetebol do CPA, acredita que as duas selecções farão uma boa figura na primeira edição do torneio internacional, prova enquadrada no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Pessoa Portadora de Deficiência, que se assinala  03 de Dezembro próximo.
 “Independentemente do atraso que verificou no arranque da nossa preparação, os nossos objectivos mantém-se, ou seja, vamos lutar no sentido que ocuparmos os dois primeiros lugares do pódio, augurou Lino Chimoco.
Moniz Marques, técnico que comanda a Pré-Selecção Nacional A, convocou para este torneio catorze (14) atletas, ao passo que José Sayovo Armando, tri-campeão paralímpico e mundial dos 100, 200 e 400 metros, vai coordenar o grupo.
Trata-se de Adilson João, António Valente, Alcides Manuel, Augusto Gaíeta, Manuel Martins, Daniel Quintas, António Afonso, Marcos João, Eduardo Sampaio, Benjamin Malaia, Kananito Alexandre, Lussacalalo Geremias, Walter Nascimento e Ntando Afonso.
Por seu lado, Miguel Vemba, chamou quinze (15) jogadores, nomeadamente, João António, João Jardim, Francisco Araújo, Celestino Ngumbi, Izaias Messo, Zegre Pedro, Jesualdo Rodrigues, Figueira Dias, João Marcolino, Aurélio Sanguende, Menezes Chivinda, Daniel Joaquim, Alberto Gaspar, Edvaldo Santos e Marcos Diambo.
Entretanto, as delegações estrangeiras começam a escalar a capital angolana, Luanda, a partir do dia 27 do mês em curso.
Ainda enquadrado nas comemorações do Dia Internacional da Pessoa Portadora de Deficiência, será realizada no Estádio dos Coqueiros, a 01 de Dezembro, o Meeting Lwini em Atletismo.