Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Presidente da Repblica sada campees africanos

Melo Clemente - 13 de Julho, 2013

Gonalves Muandumba conviveu ontem com a Seleco Nacional de sub-16 que fez histria em Antananarivo

Fotografia: Jos Cola

Apostar seriamente no treino desportivo sem dissociar-se da formação académica foram entre outras, as principais recomendações dadas pelo Ministro da Juventude e Desportos, Gonçalves Maundumba, aos integrantes da Selecção Nacional de basquetebol masculina de sub-16 que ontem foram recebidos numa das salas de reuniões do MINJUD pelo titular dos desportos no país, no âmbito da conquista da IV edição do Afrobasket da categoria, prova disputada em Antananarivo.

Visivelmente satisfeito com a façanha protagonizada pelo combinado nacional que domingo último derrotou na final a forte selecção do Egipto, por 75-66, desafio disputado no Palácio dos Desportos, em Antananarivo, o Ministro da Juventude e Desportos começou por saudar de forma individual os onze atletas que estiveram presentes ontem, bem como a equipa técnica, liderada por Manuel Silva (Gi). Aires Goubel, atleta do 1º de Agosto não esteve presente.

Depois da saudação, Avelino Dó, capitão da Selecção Nacional começou por descrever o percurso seguido pelo cinco nacional, que culminou com a conquista da IV edição do Campeonato Africano das Nações da categoria, vulgo Afrobasket, e consequentemente, o apuramento ao Campeonato do Mundo de sub-17, a disputar-se em 2014, no Dubai.

Nós quando partimos tínhamos a pretensão de melhorar o quarto lugar da edição passada. Mas, com o decorrer da prova sentimos que podíamos fazer mais do que melhorar a classificação passada e foi com este pensamento positivo que felizmente resultou na conquista do título africano, revelou Avelino Dó.

Na ocasião, o número um do MINJUD tratou de transmitir aos integrantes da Selecção Nacional as palavras de conforto do Chefe de Estado, Engenheiro José Eduardo dos santos, que também se congratulou pelo feito conseguido pelos bravos rapazes, que vão   em 2014 pela primeira vez  auma fase final de um Campeonato do Mundo de sub-17.

 Sua Excelência o Engenheiro José Eduardo dos Santos mandou-vos um forte abraço  e manifestou a sua satisfação pelo facto de vocês terem conseguido trazer a Taça para Angola feito que orgulha  todos os angolanos, disse.

Gonçalves Muandumba felicitou ainda a direcção da Federação Angolana de Basquetebol, liderada por Paulo Alexandre Madeira, pelo trabalho que tem estado a desenvolver nos escalões de formação, assim como a comunicação social pelo acompanhamento que fez da trajectória da Selecção Nacional e de uma forma geral, do Afrobasket.

O Ministro da Juventude e Desportos recordou ainda a responsabilidade que  pesa agora  sobre os ombros dos pupilos de Manuel da Silva (Gi) pela conquista do Afrobasket.

Vocês agora têm uma responsabilidade muito grande daqui para frente. Têm que aperfeiçoar o vosso treino desportivo sem esquecer a formação académica porque só assim, vocês podem vir a ser grandes homens no futuro, alertou Gonçalves Muandumba.

No final, os pupilos de Manuel da Silva (Gi) foram agraciados com um cheque simbólico de cento e setenta e cinco mil kwanzas cada, para além de Ipad´s, ao passo que a equipa técnica foi agraciada com computadores portáteis.


COSTANTAÇÃO
Ministro aborda desporto escolar


A conquista por parte da Selecção Nacional de basquetebol masculina de sub-16 do Campeonato Africano das Nações, vulgo Afrobasket, faz pensar seriamente no ressurgimento do desporto escolar, como forma de sustentação do desporto de alto rendimento.

A constatação é do Ministro da Juventude e Desportos, Gonçalves Manuel Muandumba, quando recebia ontem, numa das salas de reuniões do MINJUD, os Campeões Africanos da bola ao cesto na categoria de sub-16.

Estes jovens deram mostras de quão importante é o desporto escolar. Temos que pensar seriamente na política para relançar o desporto escolar porque só assim nos vamos tornar cada vez mais fortes nas mais distintas modalidades, alertou o número dos desportos no país.
Gonçalves Muandumba mostrou-se regozijado pelo facto dos integrantes da Selecção Nacional estarem inseridos no sistema de ensino.                                    M.C


REACÇÃO
Seleccionador destaca
empenho do MINJUD


O seleccionador nacional de basquetebol masculino de sub-16, Manuel Silva (Gi) considerou ontem, em Luanda, que a conquista da IV edição do Campeonato Africano das Nações da bola ao cesto é fruto dos esforços conjugados entre treinadores dos clubes, direcção da Federação Angolana de Basquetebol e o Executivo através do Ministério da Juventude e Desportos.

Manuel Silva (Gi) teceu estas considerações ontem, numa das salas de reuniões do Ministério da Juventude e Desportos, onde foram recebidos pelo Ministro Gonçalves Muandumba.

Manuel Silva “Gi” alertou por outro lado, a necessidade de fazer um acompanhamento rigoroso a este grupo de atletas que recentemente se sagraram campeões africanos em Antananarivo com vista aos futuros compromissos.

O seleccionador nacional falou igualmente da necessidade de se reformular as competições dos jovens, porque no seu entender, o número de jogos que os atletas fazem durante a época desportiva são insuficientes dado as exigências da alta competição.                      M.C


BREVEMENTE
Readshow regressa

Um Roadshow para promover o desporto e descobrir novos talentos a nível do basquetebol vai se realizar, a partir do dia 15 do corrente mês, nas províncias de Luanda, Benguela,  Huíla e Cabinda. 
 A iniciativa é da Sprite NBA Clinic, segundo um documento a que Angop teve nesta quinta-feira acesso. A final acontece a 04 de Agosto na Baía de Luanda.

 Na final, de acordo com o documento, vão estar presentes os jogadores da liga americana Luol Deng (Chicago Bulls) e Serge Ibaka (Oklahoma City Thunder), que iniciaram as suas carreiras com a Sprite NBA Clinic.

 A Sprite em parceria com a NBA e a Federação Angolana de Basquetebol descobre novos talentos ao mesmo tempo que promove o desporto.
 Os quatro jovens vencedores,vão  ao Basketball sem fronteiras na África do Sul.