Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Pura All Star Games sbado em Luanda

Helder Jeremias - 23 de Fevereiro, 2017

Evento uma organizao da Refriango em parceria com a Federao Angolana

Fotografia: Jornal dos Desportos

O departamento técnico da Federação Angolana de Basquetebol e a empresa Refriango efectuam os derradeiros preparativos com vista a realização da segunda edição do \"Pura All Star Games\", no próximo sábado, no pavilhão principal da Cidadela Desportista. O evento que tem como objectivo promover uma vida saudável é disputado entre às 15h00 e às 22h00.

Fazem parte da festa da \"bola ao cesto\" os atletas que mais se destacam no BIC Basket 2016-2017 e algumas celebridades nacionais da mundo da música, dança, jornalismo, teatro e cinema. O convívio tem a duração de sete horas e visa promover a prática do desporto como elemento imprescindível do bem-estar pessoal.

A segunda edição do Pura All Star Games tem na sua génese a componente de responsabilidade social. O bilhete de entrada custa 500 kwanzas. As crianças até sete anos de idade têm entrada grátis. Os valores arrecadados vão ser revertidos na sua totalidade para três lares, mormente, Arnaldo Janssen, Lar Pequena Semente e Horizonte Azul. As instituições estão localizadas no bairro do Palanca e nos municípios de Viana e de Cacuaco.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o director-adjunto de Marketing da Refriango, João dos santos, informou que a empresa promotora trabalha em sintonia com os efectivos da direcção cessante da Federação Angolana de Basquetebol e da nova direcção. A parceria entre as duas instituições tem como cláusula a manutenção do vínculo independentemente da mudança nas estruturas gestoras de ambos parceiros.

O responsável mostrou-se satisfeito por constatar um ambiente de cordialidade na passagem de testemunho do consulado de Paulo Alexandre Madeira para o elenco de Hélder Cruz. Segundo pode constatar, o bom andamento do processo eleitoral tem permitido que a segunda edição do All Star Games não está condicionada a factores subjectivos.

João dos Santos informou que o pavilhão da Cidadela Desportiva vai ser entregue à organização a partir de amanhã, altura em que os técnicos em decoração começam a proceder aos trabalhos de apetrecho com todo o aparato técnico e decorativo.

\"Existe um aparato de meios técnicos, logísticos e pessoal preparado para darmos o arranque da nossa segunda edição do Pura All Star Games, de modo que na sexta-feira, o palco seja entregue à organização. Os técnicos vão conferir um ambiente de acordo com as nossas aspirações. O All Star Games é um evento feito para as famílias\", disse.

Os espectadores vão viver momentos de cor e de alegrias na presença de familiares e de amigos. Estão previstos concursos de skills challenge, smahes e triplos, além das duas partidas All Star.

\"Este ano, vamos ter uma actividade mais abrilhantada com jogos entre as celebridades e os concursos de skills, de triplos e de smashes. Vamos ainda ter a animação com corrida de bebés, grandes surpresas para o público, muita animação musical e dança cheerleaders\", garantiu João dos Santos.

Atletas como Armando Costa, Olímpio Cipriano, Leonel Paul, Reggie Moore, Edmir Lucas, Francisco Horácio, Vasco Estévão, Nsingui André, Hugo Cristiano, Gerson Lukeny, além dos veteranos Herlander Coimbra, Victor Carvalho, Miguel Lutonda estão encarregados de abrilhantar o cenário com o concurso de triplos. Outros nomes de referência estão inscritos no concursos de Skil Challenges, como são os casos de Joaquim Pedro, Manuel Nowa, Childe Dundão, Hélio Olim, Teodoro Hilário.

CONFRONTO DE TÉCNICOS
Lazare Andigono cruza com Carlos Dinis


A dupla de treinadores Carlos Dinís e Manuel Silva "Gi" aproveitam as últimas 48 horas para efectuar os últimos preparativos da equipa 'A' visando a disputa da segunda edição do Pura All Star Games, no sábado à tarde, no pavilhão da Cidadela Desportiva, contra a equipa 'B' às ordens dos treinadores Lazare Andigono e Elvino Dias.

Apesar de ser uma prova de carácter filantrópico, os planteis estão constituídos por atletas de alto prestígio que actuam no BIC Basket. Por esse facto, têm a missão de protagonizar uma partida que faça jus ao estatuto de "estrelas" do basquetebol nacional. A expectativa recai na boa qualidade como sucedeu no último fim-de-semana nas terras do Tio Sam, em que os melhores atletas daquela galáxia levaram ao delírio os prosélitos da bola ao cesto espalhados no mundo.

Na mesma senda, mas numa dimensão nacional, os aficionados esperam por um evento à altura da dimensão granjeada pelo basquetebol nacional, razão pela qual Carlos Dinis e Lazare Andigono mereceram a confiança para serem os dignos representantes das equipas.  Lazare Adingono é lhe reconhecido a competência de formar bons grupos de trabalho, mesmo com atletas de baixa performance. O seu adversário, Carlos Dinis, goza de prestígio por transmitir a boa qualidade táctica no ASA e na selecção.

Na equipa A, comandada por Carlos Dinis e Manuel Silva "Gi", perfilam os atletas Armando Carlos Silva e Costa, Edmir Ivo David Lucas, Gerson da Silva Domingos, Bráulio Edgar Alcântra Morais, Edson Alfredo da Costa Ndoniema, Roberto Dueto Fortes, Paulo Márcio Capita Barros, Mutau Afonso Fonseca, Leonel Ditutala Paulo, José do Carmo Micolo Fula, Valdelício Macanga Mia Joaquim e Teotónio José Pires Do.

O plantel sob alçada da dupla Lazare Andigono e Elvino Dias são: Hermenegildo Chico dos Santos, Jekel Restlard Foster, Gerson Lukeny Henrique Gonçalves, Emmanuel Amauris Quezada, Olímpio Cipriano, Pedro Toko Quinhas Bastos, Mohamed Gisse Malick, Islando Patrício Sebastião Manuel, Reggie Dennis Benjamin Moore, Sekouba Conde, Felizardo Silvestre Bumba Ambrósio e André Haris.             
HJ

PARALÍMPICO
Moxico prepara
cadeira de rodas


A equipa sénior masculina de basquetebol em cadeira de rodas do Moxico iniciou ontem, no Luena, a preparar a participação na sétima edição do Campeonato Nacional agendado para o mês de Julho em Luanda. Os representantes da cidade do Leste definiram como objectivo a melhoria do último lugar obtido na edição anterior.

O treinador da equipa do Moxico, Daniel Kassoma, assegurou que o longo período de preparação visa dar endurance ao grupo que pretende fazer "surpresa" no evento desportivo. A colectividade é formada por 12 basquetebolistas que pretendem dignificar a província do Moxico.

O programa de actividades da equipa contempla a participação de um torneio no mês de Agosto na província do Cabinda. O sucesso nos eventos está a depender da qualidade de material de apoio à disposição. Daniel Kassoma apontou à falta de materiais desportivos, como bolas e cadeiras de rodas.

O capitão da equipa, Ilídio Simão Lopes, destacou a união, experiência e vontade de vencer para levar o título inédito à província do Moxico. O Misto de Cabinda é a detentora do troféu conquistado em 2016.