Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Pura All Star Games montra de craques

Juscelino da Silva - 19 de Fevereiro, 2018

Miguel Lutonda arrancou aplausos das bancadas

Fotografia: Jos Cola|Edies Novembro

Diversão e muito entretenimento dominaram, no sábado e domingo, no pavilhão da Cidadela Desportiva, a terceira edição do Pura All Star Games, evento promovido pela Federação Angolana de Basquetebol em parceria com a empresa Refriango.
A festa de basquetebol nacional ficou marcada pelo Jogo das Estrelas. Swing Salvador, Aldair Carlos, André Miguel, Teotónio Dó, Benvindo Quimbamba, Sebastião Quicuabi, Muto Fonseca, Abubakar Gakou, Alexandre, Jungo, Gerson Lukeni, Edson Ndoniema e Islando Manuel formaram a equipa Matrindindi, liderada por Lazare Adingono.
No outro lado da quadra, Paulo Macedo liderou a equipa da Kianda. O grupo contou com Childe Dudão, Gildo Santos, Malick Cissé, Aldimir Vander, Paulo Márcio, Rogério Ngombo, Divaldo Mbunga, Pedro Bastos, Manga Pitcho, José António, Leonel Paulo e Vasco Estevão.
Recheado de craques da actualidade, o jogo das estrelas arrancou aplausos das bancadas, que se fez mais enchente com espectadores em relação ao dia anterior. Famílias inteiras e parentes acorreram a Cidadela Desportiva para apoiar as \"estrelas\" e testemunhar os triplos e afundanços.
Sem a exigência dos grandes jogos, cada atleta procurou fazer o melhor que sabe. A destreza e o atrevimento de alguns jovens elevaram a fasquia de sorrisos nas bancadas.
Uma nota negativa é a ausência dos norte-americanos que jogam nas equipas angolanas. Depois de confirmarem as presenças, Reggie Moore, Andre Harris, Curtis Allen, Jakel Foster e Manuel Quezada decidiram à última hora passar a espectadores. Questões contratuais podem estar na base da decisão.

ROOKIES VS
VETERANOS

Se o Jogo das Estrelas ficou para a história, a partida entre os rookies e o veteranos pintou mais uma vez a imagem do \"General\" Lutonda. O quinquagenário do 1º de Agosto continua senhor e dono das tabelas. O tempo na prateleira não apaga a destreza que sempre carregou com a selecção nacional, Desportivo da Nocal, Atlético Sport Aviação e 1º de Agosto.
Em meio a nova geração de atletas, Miguel Lutonda \"carburou\" como jovem. Os seus lançamentos a curta e longa distâncias arrancaram aplausos dos espectadores de todas as idades. A festa do jogo ficou quente, quando numa transposição individual, à moda antiga, Lutonda queria fechar à grande a partida. Uma falta sobre o atleta, a um segundo do final do jogo, levantou o público. Em causa estavam os dois pontos de diferença a favor dos rookies.
Com a arbitragem de Fernando Pacheco \"Baganha\" e de Soares Campos, dois veteranos angolanos, as atenções viraram-se para Lutonda. Depois de acertar o primeiro, a \"estrela\" cintilante falhou a segunda tentativa. O resultado não era importante, mas o público puxou pelos veteranos. Nas bancadas, soou o nome de Lutonda.
A saudade de outros tempos levou muitos adeptos do 1º de Agosto cogitar o regresso à equipa principal do veterano base: Miguel Lutonda. Afinal, ainda tinha \"fibras\" para suportar os jogos.
Na quadra, o empate depois de terceira tentativa forçou um prolongamento de cinco minutos.
Com Walter Costa na quadra, Miguel Lutonda sentiu-se mais solto. A dupla fez jogadas espectaculares à semelhança de outros tempos. No final, a equipa de veteranos apertou o cordão e saiu vitorioso por 53-51.


Eleição
Ndoniema
é eleito MVP

Com 32 pontos, o atleta do 1º de Agosto foi eleito o Jogador Mais Valioso  da terceira edição da Pura All Star Games, realizada ontem na Cidadela Desportiva.


CONCURSOS


Kimbamba
é  triplista


O atleta do Sport Libolo e Benfica, Benvindo Kimbamba, venceu ontem, na Cidadela Desportiva, o concurso de triplos da Pura All Star Games de 2018. Em declarações à imprensa disse: “Vim para ganhar o concurso e tudo correu bem, graças a Deus”.

GOLDEFIM FREITAS
VENCE “SMACHES”

Goldefim Freitas venceu ontem, na Cidadela Desportiva, o concurso de afundanços da Pura All Star Games 2018. O atleta do 1º de Agosto revalidou o título, depois de tê-lo feito no ano passado.


CELEBRIDADES
“Técnico” Dabeleza
corrompe árbitro


O Cantor Dabeleza deu vida ao Jogo das Celebridades, um evento inserido no Pura All Star Games 2018. Na qualidade de treinador de uma das equipas, o cantor olhou para o placarde e o resultado era negativo. Ao seu estilo, puxou dos seus bolsos uma nota de cem kwanzas para corromper o árbitro, perante o olhar dos jogadores. O gesto encantou o público, quando o árbitro encaixou a nota para a sua algibeira.
O capítulo de entretenimento do Pura All Star Games 2018 ficou "borrado" com o jogo das celebridades. Os eleitos não valorizaram o evento e a partida pecou pela negativa. Muitas vozes questionaram o critério das escolhas. Houve alguém que lembrou a edição passada da competição.
"No ano passado, o jogo das celebridades foi o evento dentro da Pura All Star Games que mais mexeu com o público. Havia celebridades que trouxeram a alegria dos seus campos de artes para a quadra", disse um espectador.
Outro assistente apelou à organização para que na próxima edição possa colocar nas redes sociais um enquete para que o público vote as celebridades para animarem a competição.
"O evento tem transmissão directa na rede social facebook, logo esse mesmo canal também pode servir para a escolha daqueles que devem constar da lista de celebridades", propôs. 
FRANCISCO CARVALHO


Reconhecimento
Toy Limpa Chão
é homenageado


A organização da Pura All Star Game homenageou na Cidadela Desportiva o Toy Limpa Chão pelos serviços prestados ao basquetebol nacional. O funcionário da Afrojardim mereceu a ovação pública e palavras de apreço. No momento de euforia, também serviu para eleger vencedora do concurso da melhor dançarina.
FRANCISCO CARVALHO