Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Qualidade da Seleco Nacional garante o passe

Gaud?ncio Hamelay, no Lubango - 27 de Março, 2017

Seleco Nacional a equipa mais forte do zonal que decorre na capital zambiana

Fotografia: Jos Soares

O treinador da equipa de basquetebol do Progresso do Sambizanga, Alberto Carvalho “Ginguba”, afirmou no Lubango estar convicto no apuramento da Selecção Nacional Sénior masculina no Afrobasket a decorrer na República do Congo, de 19 a 31 de Agosto próximo.

Ginguba justificou que a selecção nacional possui jogadores de boa qualidade e com experiência que garantem a qualificação na competição que decorre desde sábado até sexta-feira em Lusaka, capital da Zâmbia. Angola defrontou ontem a África do Sul na estreia do torneio de apuramento ao campeonato africano das nações.

“Creio que Angola vai passear a sua classe e qualificar-se para o Afrobasket do Congo. É só ver a qualidade de jogadores convocados. São atletas de grande qualidade técnica que jogam muito bem no campeonato nacional e têm uma experiência tremenda. Com certeza que, se jogarem a 50 ou 60 porcento daquilo que podem, vamos ganhar o torneio. Esperamos uma presença forte”, disse.

Ginguba reconheceu que Angola vai ganhar o zonal por ser muito mais forte comparativamente aos adversários da série D. “O resultado não vai estar em causa, mas sim começarmos a preparar já o futuro”, defendeu. No entender do técnico do Progresso Sambizanga, o grupo às ordens do seleccionador nacional Manuel Silva “Gi” para a “operação Lusaka” são os melhores nesta altura do BIC Basket.

“Acredito sem dúvida que a escolha está acertada”, disse.  Por este motivo, argumentou que a selecção nacional vai garantir o passe de acesso ao Afrobasket com facilidade.  “É a tal diferença que temos de pensar assim, tendo em conta a qualidade do nosso basquetebol”, assegurou. 

RECONHECIMENTO
Técnico do Heja Sport
exalta atletas huilanos

A derrota na Taça de Angola surtiu efeitos positivos na Heja Sport Clube. O treinador principal, Gilmar Mendonça, disse que os seus \"atletas ganharam muito mais\" por competirem com uma equipa grande. A Heja Sport Clube do Lubango é formado por atletas oriundos dos escalões juniores e estão na sua primeira época na categoria sénior.

“Conseguimos apresentar o trabalho feito na equipa; mostrámos que alguma coisa está a ser feita para o desenvolvimento do basquetebol nos escalões seniores na Huíla”, afirmou. Gilmar Mendonça enalteceu o intercâmbio com as equipas grandes e atletas mais fortes. Nos próximos eventos, os atletas huilanos vão lidar com qualquer outro adversário.

“A minha equipa deve melhorar mais nos aspectos ofensivos, onde cometemos muitos erros de base. Por isso, vamos trabalhar mais na defesa. É uma equipa baixa e vamos jogar na transição”, reconheceu.
GH | NO LUBANGO

NBA
Presente de Kobe
inspira a estrela

Aos 20 anos, Devin Booker colocou o seu nome na história da NBA na noite da última sexta-feira. Mesmo com a derrota do Phoenix Suns para o Boston Celtics, o jovem jogador tornou-se no sexto na história a alcançar ou superar a marca de 70 pontos numa mesma partida.

No seu segundo ano na liga, o promissor atleta conta com uma história pessoal que envolve o ídolo Kobe Bryant como a grande inspiração da sua carreira.

Nascido em 1996, apenas quatro dias antes da estreia de Kobe na NBA, Booker teve tempo de jogar contra o seu ídolo na época passada, a sua primeira na liga. Mais do que isso, o jovem dos Suns ganhou a atenção especial da lenda do Los Angeles Lakers e virou uma espécie de apadrinhado do craque.

Após uma partida em Março de 2016, em que anotou 28 pontos na vitória do Phoenix sobre os Lakers, Booker conversou em particular com Kobe durante 20 minutos. Ao final da conversa, o jogador de então 19 anos ganhou conselhos valiosos e um par de ténis assinados por Bryant.

Na oportunidade, o ídolo dos Lakers autografou os dois ténis do modelo Nike Kobe 11. \"Seja lendário\", exibia a primeira assinatura. \"Para a jovem arma\", trazia a segunda mensagem. O craque, que se aposentou na última época, também colocou algumas palavras para Booker no programa da partida, alguns souvenires que o jovem guardará para sempre.

\"Não tenho uma casa ainda, mas guardo os ténis num lugar especial; estão trancados. Mas quando tiver uma casa, provavelmente, terei uma sala para exibir coisas especiais como essa\", respondeu Booker em Novembro, em entrevista para a revista Sports Illustrated.