Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Raul Duarte elogia condições de trabalho

Melo Clemente - 08 de Junho, 2017

Duarte enaltece empenho do grupo

Fotografia: Santos Pedro |Edições Novembro

O seleccionador nacional de basquetebol masculino de Sub-19, Raul Fragoso Ferreira Duarte, mostrou-se satisfeito com a entrega dos integrantes da Pré-Selecção Nacional, que desde a semana passada projectam no Pavilhão Arena do Kilamba, em Luanda, a presença na fase final do Campeonato do Mundo da categoria, competição a decorrer na cidade de Cairo, Egipto, de 01 a 9 de Julho próximo.

O também director técnico da Federação Angolana de Basquetebol (FAB) teceu estas considerações ontem à comunicação social, logo após o fim da sessão matinal de treinos, realizada no Pavilhão Arena do Kilamba, infra-estrutura erguida no âmbito da realização no país, em 2013, da 41ª edição do Campeonato do Mundo de hóquei em patins.

"Felizmente, está tudo a correr bem, claro que há problema de algum défice de concentração mas, a correr bastante bem e com muita aplicação dos atletas, muito crer, muita vontade e isso, não lhes podemos apontar absolutamente nada, quer em relação a pontualidade, quer em relação a disponibilidade no treino e sobretudo em quererem apreender cada vez mais", asseverou o seleccionador nacional.

Dos sete atletas inicialmente convocados que militam no estrangeiro, quatro já se juntaram ao grupo de trabalho, nomeadamente, Sílvio Sousa, Rifen Miguel, Levy Miguel e Eric Amândio, respectivamente.Celton Miguel, atleta de apenas 16 anos de idade, e que actua igualmente nos Estados Unidos da América, foi igualmente chamado a última da hora pelo técnico Raul Fragoso Ferreira Duarte, a fim de ser observado.

Entretanto, já o extremo Valdir Alexandre Victoriano Manuel deve em princípio escalar a capital do país, Luanda, hoje, quinta-feira, devendo juntar-se ao grupo de trabalho apenas amanhã, sexta-feira, segundo fez saber o seleccionador nacional."Já estão cá quatro atletas que militam no estrangeiro, o Valdir Manuel chega amanhã (hoje), existe uma situação por se resolver com a universidade do Bruno Fernando e depois a Melvyn da Silva que está em França e que tem problemas de documentos para que possamos inscreve-lo mas, como o basquetebol nacional está a precisar tanto de jogadores nós falamos com a direcção da federação no sentido de fazer um esforço para colocar o atleta cá para que no mínimo possamos observa-lo. Portanto, não podemos deixar de fora um atleta que tem condições de jogar na nossa selecção", disse.

Ontem, na sessão matinal, os pupilos de Raul Fragoso Ferreira Duarte voltaram a trabalhar a componente defensiva, a fim de se criarem rotinas, os bloqueios defensivos directo, os bloqueios em defesa de continuidade, quatro contra quatro, a questão dos posicionamentos dos pés, os tempos de ajuda, a pressão sobre o jogador com a bola, a sob marcação das linhas do passe, entre outras variantes.  

A Selecção Nacional vai disputar a fase preliminar do Campeonato do Mundo de Sub-19, ao lado das selecções dos Estados Unidos da América, actual campeão em título, Itália e Irão, respectivamente. Os angolanos enfrentam na estreia, a similar da Itália. No Grupo A estão as selecções da Argentina, Nova Zelândia, Coreia e França. Alemanha, Egipto, país anfitrião, Porto Rico e Lituânia fazem parte do Grupo B, ao passo que Canadá Japão, Espanha e Mali, outro representante africano, figuram no Grupo C.

Eis a lista completa da Pré-Selecção Nacional de sub-19: Childe Dundão, Cley Cabango e Cristiano Xavier, todos do Atlético Petróleos de Luanda, Milton Valente, Jilson Bango, Tárcio Domingos e Délcio Sebastião, 1º de Agosto, Jonatão Ndjungu, Grupo Desportivo Interclube, Glofate Buiamba, Atlético Sport Aviação (ASA), Geraldo Santos, Futebol Clube Vila Clotilde, Sílvio Sousa e Bruno Fernando, ambos do IMG Academy dos Estados Unidos da América, Valdir Manuel, do The dos Estados Unidos da América, Levy Miguel, Casper College dos Estados Unidos Patrick School dos estados Unidos da América, Eric Amândio e Rifen Miguel, ambos do West Oaks Academy da América, Celton Migeul (Estados Unidos) e Melvyn da Silva, do Ja Vich Clermont Métropole de França.

Condições de trabalho
Técnico reconhece esforço da federação


As condições de trabalho postas a disposição da Pré-Selecção Nacional de basquetebol masculino de Sub-19, que prepara a fase final do Campeonato do Mundo da categoria, prova a decorrer pela primeira vez no continente africano (Egipto), de 01 a 9 de Julho próximo, foram consideradas de excelentes pelo seleccionador nacional, Raul Fragoso Ferreira Duarte.

Numa fase em que a direcção da Federação Angolana de Basquetebol, encabeçada por Helder Martins da Cruz "Maneda", enfrenta imensas dificuldades, devido a falta de verbas, ainda assim, conseguiu proporcionar ao grupo que projecto o mundial do Egipto as melhores condições de trabalho, de acordo com o seleccionador nacional.

"As condições de trabalho também dentro daquilo que são a nossa realidade são óptimas, porque permite-nos no dia em que fazemos dois treinos almoçar e descansar aqui no Pavilhão Arena do Kilamba, palco que escolhemos para fazermos a nossa preparação. Portanto, nesta aspecto não nos podemos queixar porque temos aqui um bom campo para treinar, temos quatro tabelas, a alimentação é boa então, estão criadas as condições para trabalharmos bem", assegurou Raul Fragoso Ferreira Duarte.

O seleccionador nacional voltou a "queixar-se" do pouco tempo que terá para projectar à fase final do Campeonato do Mundo. "Infelizmente, o tempo não é o nosso aliado. Deveríamos ter começado sem dúvidas nenhumas entre oito a seis semanas atrás, estamos a trabalhar com quatro semanas antes de começar o campeonato do mundo mas, a ambição é a mesma, a resposta dos jovens têm sido fantástica  e o que temos estado a fazer é rotinas em relação as defesas".