Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Seleco acerta detalhes em Foshan

Melo Clemente - 17 de Agosto, 2019

Poste Valdelcio Joaquim quer evoluir para estar em grande na Copa do Mundo da China

Fotografia: Dr

A Selecção Nacional de basquetebol em seniores masculinos, continua a aprimorar os aspectos técnicos e tácticos na cidade chinesa de Foshan, tendo em vista a sua participação da 18ª edição da Copa do Mundo da modalidade, competição a decorrer de 31 do mês em curso a 15 de Setembro próximo naquele país asiático.
Depois de ter participado no primeiro torneio internacional, dos três previstos, na antecâmara para a Copa do Mundo da \"bola ao cesto\", os pupilos do técnico norte-americano, Will Voigt, continuam a melhorar as suas performances nos jogos de controlos, que decorrem nesta altura na cidade Foshan, palco do Grupo D da fase preliminar do Mundial, prova que vai contar com a participação de trinta e duas nações (32), contra vinte e quatro (24) das edições anteriores.
No primeiro torneio internacional, os hendecacampeões africanos averbaram duas derrotas, diante das similares do Porto Rico e República Popular da China, por 64-66 e 62-73, respectivamente.
O único triunfo do combinado nacional, que vai disputar a sua oitava presença numa fase final de um Mundial, foi obtido frente a selecção de esperanças da Croácia, por 93-73.
Os angolanos quedaram-se no terceiro lugar do primeiro torneio internacional e embolsaram cinquenta mil dólares norte-americanos.
Quinta-feira, a Selecção Nacional perdeu diante da formação do Liaoning da República Popular da China, por escasso um ponto de diferença (70-71), adversário com quem jogou novamente ontem, mas, até ao fecho da nossa edição, desconhecíamos o resultado final.
Apesar dos resultados nesta etapa de preparação não estarem em causa, o seleccionador nacional, que conta com os doze (12) embaixadores que vão representar as cores da bandeira nacional no evento, tem gostado da postura que a sua rapaziada tem demonstrado nesta fase crucial de preparação para a Copa do Mundo, competição que arranca a 31 do mês em curso.
Em quatro partidas disputadas, os hendecacampeões africanos marcaram duzentos e oitenta e nove pontos (289), o que representa  uma média de 72, 25 pontos por cada desafio, tendo sofrido duzentos e oitenta e três, obtendo uma média de 70, 75 pontos por cada partida.
Entretanto, Angola joga o Mundial na cidade de Foshan, e defronta, na primeira fase, as similares da Sérvia, com quem estreia, a 31 de Agosto, Itália, adversário da segunda jornada, dia 2 de Setembro, e Filipinas, no encerramento, isto no dia 4.
Costa do Marfim, Polónia, Venezuela e China fazem parte do Grupo (A). Rússia, Argentina, Coreia do Sul e Nigéria (B); Espanha, Irão, Porto Rico e Tunísia (C); Turquia, República Checa, Estados Unidos e Japão (D); Grécia, Nova Zelândia, Brasil e Montenegro (F); República Dominicana, França, Alemanha e Jordânia (G) e Canadá, Senegal, Lituânia e Áustria (H).
Trabalham sob batuta do técnico Will Voigt os seguintes atletas: Gerson Domingos, Leandro Conceição, Gerson Gonçalves \"Lukeny\", José António, Reggie Moore, Leonel Paulo, Yannick Moreira, Hermenegildo Mbunga, Olímpio Cipriano,  Carlos Morais, José António e Valdelicio Joaquim.     
A 18ª edição da Copa do Mundo será disputada em oito cidades, designadamente,  Beijing, Nanjing, Wuhan, Foshan, Shenzhen, Dongguan, Guangzhou e Shanghai, respectivamente.