Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Seleco embarca hoje para Espanha

Hlder Jeremias - 08 de Agosto, 2014

Os campees africanos estagiam no palco do Mundial com viagem marcada para esta noite

Fotografia: M. Machangongo

A Selecção Nacional de Basquetebol masculina deixa esta noite o país com destino a Espanha, local escolhido para a derradeira etapa de preparação   com vista à disputa da fase final do Campeonato Mundial da modalidade, que aquele país da Península Ibérica vai albergar de 31 deste mês a 12 de Setembro.

Com o embarque marcado para as 21h00, o combinado nacional, às ordens do técnico Paulo Macedo, realiza a última sessão em solo pátrio às  7h00 no Pavilhão Victorino Cunha, devendo o período vespertino ser aproveitado para os integrantes da delegação solucionarem questões pessoais e despedirem-se de amigos e familiares.

O grupo realizou ontem duas sessões de treinos com reintegração do quarteto Joaquim Gomes "Kuicas", Edson Ndoniema, Muto Fonseca e Hermenegildo Santos, atletas que regressaram terça-feira  da República Popular da China, onde, de 31 de Julho a 2 deste mês representaram a selecção B na décima Taça Borislav Stankovic.

Sem a presença do extremo base Carlos Morais, cuja recuperação da lesão e consequente aptidão para competir foi confirmada pelo corpo médico, os trabalhos da equipa tiveram predominância nos aspectos físicos, tendo o plantel apresentado excelentes indicadores, para alegria de Paulo Macedo, técnico que, após recuperar o título africano, tem como missão projectar uma condigna participação do "cinco" nacional na maior competição transnacional.

Paulo Macedo, que defende a renovação da equipa, tendo em vista os desafios futuros, com destaque para a manutenção da hegemonia continental, mostrou-se satisfeito por receber "a boa nova" da recuperação  de Carlos Morais (MVP no Africano de Abidjan), a avaliar pela sua influência, mas, pelo facto de ainda não o ter observado, demonstra certa apreensão, pelo que evita tecer  prognósticos até à conclusão do estágio em terras espanholas.

Outro motivo de preocupação foi a lesão do poste Edmir Lucas, contraída durante a sessão do período matinal, porém o técnico "separa o trigo do joio" ao dizer que as questões médicas devem ser tratadas pelos especialistas.

"Foi uma boa notícia saber que Carlos Morais está recuperado da lesão, pois assim como qualquer membro da equipa, vai poder contribuir para conseguirmos representar o país com toda a dignidade, mas ainda não trabalhou com o resto da equipa, de modo que não podemos tirar qualquer ilação", aferiu Paulo Macedo.


PRÉ-OLÍMPICO
FIBA confirma
prova de Monterrey


A Federação Internacional de Basquete (FIBA) confirmou, na quinta-feira, a cidade de Monterrey, no México, como sede do Pré-Olímpico das Américas de Basquetebol.

O torneio é qualitativo para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. Nove das dez selecções participantes já estão classificadas. Argentina, Brasil, Cuba, México, Porto Rico, República Dominicana, Uruguai e Venezuela já estão garantidos na competição.

A última vaga é decidida entre os Estados Unidos e o Panamá. Os norte-americanos, caso confirmem o favoritismo no Mundial, estão classificados automaticamente para os Jogos Olímpicos, cedendo a vaga ao Panamá. Se não forem campeões mundiais, os estadunidenses disputam o Pré-Olímpico.

"É uma grande satisfação para nós anunciar o México como a sede da próxima edição do nosso torneio mais importante. Com a medalha de ouro em Caracas, no último Pré-Mundial, os mexicanos comprovaram a sua excelência no basquetebol, e acreditamos que este torneio resultará num avanço ainda maior para a modalidade no país", declarou Usie Richards, presidente da FIBA Américas.


CRISE
Argentina mexe
na Confederação


O governo argentino decidiu intervir na Confederação Argentina de Basquetebol (CABB), devido à crise financeira e institucional denunciada pelos jogadores da selecção masculina, que se preparam para a disputa do Campeonato Mundial da categoria.

O Ministério da Justiça oficializou a medida através de uma resolução publicada  no Diário Oficial, em que aponta que o interventor terá "as faculdades de adminstração e de governo para regularizar a instituição".

A decisão teve como protagonista o secretário do Desporto, Carlos Espínola, que recebeu os jogadores da selecção, que estão no país por causa do período de treinos visando o Campeonato Mundial.

A intervenção vai durar 180 dias e a entidade fica  a cargo de Federico Susbielles, um ex-jogador da primeira divisão do Campeonato Argentino e actual funcionário governamental.


NBA prevê disputar
jogo na África do Sul


Cada vez mais determinada a expandir as suas fronteiras e conquistar fãs ao redor do mundo, a NBA vai disputar uma partida  em África pela primeira vez. O comissário adjunto da liga, Mark Tatum, anunciou que a África do Sul vai sedear  um confronto de pré-temporada do basquetebol norte-americano em Agosto do ano que vem.

Segundo Tatum, a cidade de Johannesburgo recebe também o Basketball Without Borders, programa da NBA que visa desenvolver o basquetebol em comunidades carentes ao redor do mundo. O lucro da passagem da liga pela África do Sul é destinado a instituições de caridade.

Com o anúncio, a NBA é a primeira liga profissional norte-americana a ter uma partida disputada em África. Resta apenas saber qual é o jogo que vai realizar-se no continente. "Isso é apenas uma evolução do nosso compromisso de continuar a levar o basquetebol ao continente africano", comentou Tatum.

A primeira passagem da NBA pela África do Sul teve lugar em 2003 e desde então quase todos os anos a liga volta ao país para promover o Basketball Without Borders. Em 2015, cerca de 60 jovens jogadores do continente participam do programa, que tem como instrutores, entre outros, os técnicos Dwane Casey, do Toronto Raptors, Brian Shaw, do Denver Nuggets, e Lionel Hollins, recém-contratado pelo Brooklyn Nets.