Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Seleco feminina comea a trabalhar segunda-feira

Hlder Jeremias - 14 de Junho, 2014

Jogadoras da seleco compareceram na sede da Federao Angolana de Basquetebol no primeiro encontro

Fotografia: Jornal dos Desportos

O técnico principal da Selecção Nacional sénior feminino de basquetebol mostrou-se satisfeito com a  presença de todas as integrantes da pré-selecção no primeiro encontro, realizado ontem no anfiteatro da Federação angolana da modalidade, com vista ao início dos trabalhos de preparação para a disputa do torneio internacional de Maputo, de 20 a 24 deste mês, em alusão ao dia da independência daquele país.

Para o técnico, a boa disposição das integrantes da selecção para a operação Maputo é um indicador de que as atletas estão galvanizadas, para representar a nação ao mais alto nível no evento, que conta com a presença de equipas de elevado prestígio no plano internacional, com destaque para a selecção de Cuba e de Maputo, uma vez que a participação da equipa universitária dos EUA ainda não é uma certeza.

Aníbal Moreira e Elisa Pires vão procurar dotar a equipa de entrosamento nos sectores ofensivos e defensivos, a partir de segunda-feira, numa altura em que do ponto de vista físico e técnico as atletas encontram-se em boa forma, já que a sua maioria integraram as equipas do 1º de Agosto, vencedora dos campeonatos provincial, nacional, Taça de Angola e do Interclube, segundo classificado das três competições.

Depois de tirar ilações positivas no encontro de ontem, a equipa técnica esteve reunida com membros da direcção para abordar aspectos em torno da deslocação a Maputo, prevista para um dia antes do início da prova.Para Aníbal Moreira competir ao lado das selecções de Cuba, Estados Unidos e Moçambique representa uma oportunidade para começar a preparação para o mundial de forma intensa, pois as atletas podem começar a familiarizar-se com equipas do mais refinado crivo internacional, o que vai reforçar o estágio pré-competitivo em Espanha, um mês antes do evento.

O técnico reconheceu que as atletas não estiveram no seu melhor durante o campeonato Nacional que a cidade de Benguela acolheu, mas confia no potencial das suas escolhidas para formar um grupo coeso,  com vista a  defesa do título continental no próximo ano, nos Camarões.

"O primeiro encontro foi positivo porque contamos com a presença de todas as integrantes do grupo, daí que julgamos estarem lançadas as bases para a nossa preparação no sentido de irmos para Moçambique para obtermos a melhor classificação possível", disse Aníbal Moreira.Foram convocadas: Fineza Eusébio, Ana Gonçalves, Helena Zumo,  Sónia Guadalupe, Letícia André, Rosa gala, Luísa Tomás (1º de Agosto), Mereciana Fernandes, Nadir Manuel, Rosemira Daniel, Helena Viegas (Lusíada) e Malfada Barcelos, atleta que actua no campeonato português.

A equipa é coordenada por Gina Carvalho e a adjunta, Maria da Silva Chiumbo. Integram ainda a comissão, a médica Margarida João, a fisioterapeuta Sandra Diogo e o seccionista Pova Francisco. 


Ucrânia
FIBA retira Eurobasket


A FIBA Europa anunciou ontem a decisão de retirar à Ucrânia a organização do Campeonato Europeu de 2015, sem referir onde se vai realizar a competição.

"A direcção da FIBA Europa decidiu deslocar o EuroBasket'2015 da Ucrânia para outro local. Mais informações em breve", anunciou a Federação Internacional de Basquetebol na sua conta oficial no Twitter.

A decisão é conhecida três dias depois de o presidente da FIBA Europa, Turgay Demirel, e o secretário-geral, Kamil Novak, terem sido recebidos em Kiev pelo primeiro-ministro ucraniano, Arseni Iatseniouk, pelo ministro da Juventude e do Desporto, Dmytro Boulatov, e pelo presidente da federação local, Sasha Volkov, para discutirem as consequências da crise política do país no evento desportivo. Outros 16 países manifestaram disponibilidade para acolher a competição ou parte dela.


NBA
San Antonio Spurs
a vitória do título     


Os San Antonio Spurs podem conquistar amanhã o título da NBA, depois de na quinta-feira terem dado mais um recital de basquetebol colectivo em Miami, onde cilindraram os Heat por 107-86.

Dois dias depois do triunfo no terceiro jogo (111-92), os texanos voltaram a vulgarizar os campeões em sua casa, num quarto duelo que ganharam novamente com grande folga, colocando-se com um 3-1 jamais invertido na história das finais.

Em San Antonio, os Mimi Heat haviam respondido no segundo jogo, com um triunfo por 98-96, ao desaire no primeiro, por 110-95, mas desta vez, nem estiveram perto. Ponto final numa série de 48 jogos seguidos no play- off sem perderem duas vezes consecutivas.

Mesmo sem as percentagens "loucas" do terceiro jogo, os Spurs chegaram ao final do primeiro período com nove de vantagem (26-17), atingiram o intervalo já com 19 (36-55) e após três períodos, o jogo estava "acabado": eram já 24 à maior (81-57).

O quarto período acabou, assim, por ser um passeio para o "cinco" de Gregg Popovich e um pesadelo para os Miami Heat, completamente impotentes para conseguirem sequer baixar a diferença das duas dezenas. Fixou-se em 21 pontos.

Kawhi Leonard, com 20 pontos e 14 ressaltos, voltou a efectuar uma grande exibição, enquanto Tony Parker controlou o jogo, com 19 pontos e duas assistências,  Boris Diaw foi também "gigante", com oito pontos, nove ressaltos e nove assistências.

Com mais um "triplo-duplo", o 158º no play- off, passou  a liderar isolado a história da NBA neste capítulo, Tim Duncan (dez pontos e 11 ressaltos) esteve igualmente em evidência, tal como Patrick Mills, com 14 pontos, e Danny Green, com nove, graças a três "triplos" na fase inicial do jogo.

Na formação de Miami, LeBron James voltou a ser o melhor, com 28 pontos e oito ressaltos, mas praticamente só jogou um período, o terceiro, no qual marcou 19 pontos.

Mesmo assim, os anfitriões perderam o parcial por 26-21, pois os outros só marcaram dois. A diferença entre o colectivo e o individual tem, aliás, sido a imagem da final de 2014, que pode terminar amanhã.