Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Selecção feminina de malas feitas

Melo Clemente - 24 de Setembro, 2014

Pupilos de Aníbal Moreira realizaram dez jogos de controlo durante o estágio pré-competitivo e estão aptas para disputar o mundial que começa ja ser jogado este sábado

Fotografia: M.Machangongo

A Selecção Nacional de basquetebol em seniores femininos segue viagem amanhã, quinta-feira, para a Turquia, onde, de 27 do mês em curso a 5 de Outubro próximo, vai disputar a 17ª edição do Campeonato do Mundo da modalidade, depois de ter encerrado ontem, em Madrid, o ciclo de jogos de controlo.Depois de ter efectuado ontem o seu último jogo de controlo, diante do Rivas da primeira liga espanhola, as comandadas de Aníbal Moreira aguardam com bastante expectativa, o embarque para o local da competição, que começa já amanhã. Gina de Carvalho, chefe da delegação angolana, assegurou ao Jornal dos Desportos que o grupo respira saúde e está pronto para fazer a sua estreia no Campeonato do Mundo, depois de ter cumprido um rigoroso estágio pré-competitivo em França e Espanha.

"Felizmente a selecção está bem de saúde, depois dos jogos de controlo que fizemos quer em França quer em Espanha. A preparação correu muito bem e estamos todas ansiosas para fazermos a nossa estreia numa fase final de um Campeonato do Mundo onde pretendemos dignificar o basquetebol angolano em particular e africano no geral", asseverou a chefe de missão.

Ontem, frente à formação do Rivas da primeira liga espanhola, o seleccionador nacional, Aníbal Moreira, aproveitou o teste derradeiro para fazer os últimos acertos no capítulo defensivo, para que o cinco nacional possa efectuar uma campanha exitosa durante o Campeonato do Mundo da Turquia.As bicampeãs africanas defrontam no próximo sábado, a partir das 19h15, a similar da Sérvia, na jornada inaugural do grupo D, que integra ainda as selecções dos Estados Unidos da América, actuais campeãs mundiais, e da República Popular da China.

A Turquia faz parte do grupo B, com o Canadá, França e Moçambique, outro embaixador do continente africano. Brasil, República Checa Japão e Espanha estão no grupo A, ao passo que Austrália, Bielorrússia, Cuba e Coreia estão inseridas no grupo C. Depois de ter participado pela primeira vez numa edição dos Jogos Olímpicos, em 2012, em Londres, Inglaterra, a Selecção Nacional vai disputar o seu primeiro mundial.

Ankara e Istambul foram as cidades escolhidas pelo comité organizador para acolher a 17ª edição do Campeonato do Mundo que arranca já este sábado, com a disputa da primeira jornada da fase preliminar dos grupos A, B, C e D.A edição 17 do Campeonato do Mundo vai contar com a participação de dezasseis selecções divididas em quatro grupos de quatro formações cada.

Segunda divisão
Nível competitivo considerado positivo


O presidente em exercício da Associação Provincial de Basquetebol do Bié (APBB), Felisberto Ngola, considerou ontem, na cidade do Cuito, positivo o nível competitivo das equipas que disputam o campeonato nacional da 2ª Divisão em masculinos seniores de basquetebol. Em declarações à Angop, Felisberto Ngola sublinhou que as equipas que estão a disputar o campeonato estão a discutir a prova de igual para igual, apesar de a formação do Progresso continuar invicta.

“As equipas apresentaram equilíbrio nas partidas já disputadas”, com excepção dos “sambilas”, que são fortes candidatos à conquista da prova.Assegurou que a luta de acesso ao BAI-Basquetebol é bastante renhida, a julgar pelo potencial do quarteto em prova.Neste momento, disputada a quarta jornada, a formação do Progresso lidera a prova com oito pontos, fruto de quarto vitórias, seguido pela Marinha de Luanda, com sete pontos, enquanto a equipa da Casa do Pessoal do Lobito está na terceira posição com seis pontos, o Sporting do Bié é ultimo colocado com quatro pontos. O primeiro classificado apura-se directamente para o BAI Basket.

Troca
Darko Milicic
opta pelo kickbox


Aos 29 anos, Darko Milicic, segunda escolha do draft de 2003 da NBA, percebeu que a sua vida enquanto basquetebolista tinha os dias contados e optou por uma mudança de área. Assim, o antigo poste sérvio resolveu dedicar-se ao kickboxe.Fazendo uso dos seus 2,13 metros e 125 kg para a nova carreira, o sérvio anunciará a decisão hoje, quarta-feira, ao assinar contrato com a "Wako Pro", Associação Mundial da modalidade. Na nova vida, Milicic competirá na classe K1.O sérvio esteve durante nove temporadas na NBA, tendo sido campeão em 2004 pelos Detroit Pistons, a equipa que o seleccionou como segundo escolha.