Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Seleco feminina termina estgio

Melo Clemente - 14 de Setembro, 2013

Jogos de controlo marcaram o perodo de estgio pr-competitivo da Seleco Nacional snior feminino

Fotografia: Jornal dos Desportos

Já com as doze embaixadoras definidas para a «operação» Maputo o combinado nacional às ordens de Aníbal Moreira e Eliza Pires realizam hoje a última sessão de treinos naquele país europeu, antes de regressar na madrugada de segunda-feira a Luanda, de onde partem na próxima quarta-feira para o palco do Campeonato Africano das Nações da «bola ao cesto» (Maputo).

As actuais campeãs africanas em título têm a missão de revalidar o ceptro africano e consequentemente carimbar o passaporte para o Campeonato do Mundo da Turquia, em 2014, vão realizar em Luanda mais duas sessões de treino, antes de seguirem viagem para Moçambique, país que acolhe a fase final do Campeonato Africano das Nações.

Cumprido o plano traçado pela equipa técnica nacional Aníbal Moreira espera que as jogadoras escolhidas saibam interpretar correctamente tudo que apreenderam durante a fase preparatória principalmente a realizada em Espanha.

Durante os jogos amigáveis efectuados em terras espanholas a Selecção Nacional mostrou coesão quer defensiva quer ofensiva, facto que permite a equipa técnica nacional sonhar com a revalidação do título africano depois de em 2011 em Bamako ter conquistado o primeiro anel continental para o país.

 Entre as doze escolhidas para atacar o ceptro africano destaque para Whitney Miguel e Clarisse Mpaka e Madalena Félix que vão representar pela primeira vez as cores da Bandeira Nacional.

No seio do grupo o pensamento gira à volta da conquista do Campeonato Africano das Nações que vai ser disputado por doze selecções africanas subdivididas em dois grupos.

Angola está inserida no Grupo B da fase final do Campeonato Africano das Nações, ao lado das selecções de Cabo Verde, Mali, Camarões, Quénia e Nigéria. No Grupo A estão as selecções de Moçambique, país anfitrião, Senegal, Costa do Marfim, Egipto, Argélia e Zimbabwe.


Em Malange

Macedo satisfeito com recepção 


O treinador da Selecção Nacional de basquetebol Paulo Macedo mostrou-se satisfeito quinta-feira nesta cidade com a forma calorosa como os 11º campeões africanos foram recebidos pelos malanginhos desde a chegada ao aeroporto provincial.

Em entrevista à imprensa referiu que equipa técnica e jogadores da Selecção Nacional gostaram da euforia demonstrada pela população. «Os jogadores estão felizes por tudo o que aconteceu aqui em Malange, porque o público demonstrou todo apoio e carinho que o povo angolano, em especial o de Malange, vem prestando desde a altura do Afrobasket”, sublinhou.

Considerou ser uma oportunidade dada aos jogadores e equipa técnica de conhecerem a província da Palanca Negra Gigante, pelo que agradeceu a iniciativa do governo local.

Paulo Macedo espera que nos próximos tempos Malange venha a ter uma equipa de basquetebol a competir com as grandes formações do país. O capitão da selecção de basquetebol Carlos Almeida disse sentir-se orgulhoso e feliz pela excursão à Malange, mostrou-se surpreendido pela forma calorosa como o «cinco nacional» foi recebido, destacou os momentos de alegria partilhados, sobretudo com a juventude.

A visita da Selecção Nacional de basquetebol à Malange serviu para apresentação do troféu continental às entidades da província e à população em geral. Angola conquistou o Afrobasket2013 a 31 de Agosto em Abidjan, com vitória sobre o Egipto, por 57-40.

A jornada foi marcada por uma passeata de automóvel pelas artérias da cidade que culminou com passagem pelo pavilhão multiusos «Palanca Negra Gigante», construído no âmbito do Mundial de Hóquei em Patins, de 20 a 28 deste mês em Luanda e Namibe, e do Torneio Internacional José Eduardo dos Santos, disputado de 22 a 24 do mês transacto.


Afrobasket

Selecção de sub-16
viaja segunda-feira


A Selecção Nacional de basquetebol feminino de sub-16 viaja segunda-feira para a África do Sul em estágio para o Africano da categoria, a disputar-se de 4 a 13 de Outubro. De acordo com a secretária-geral da Federação Angolana da modalidade (FAB) Isabel Major que falava a Angop à data da partida pode ser adiada para 19 deste mês, devido a dificuldades na obtenção de vistos.

«Estamos a aguardar a entrega dos vistos e de bilhete de passagens por parte da embaixada da África do Sul. Mas estão preparadas as condições para concentração da Selecção Nacional em terras de Mandela», afirmou a responsável. O combinado nacional conta com 17 atletas mas apenas 15 seguem para a África do Sul.

O grupo trabalha actualmente com nove basquetebolistas, as outras oito chegam amanhã a Luanda provenientes do interior do país. A preparação registou uma paragem devido ao facto do Afrobasket em sub-16, inicialmente previsto para o período de 24 a 31 de Agosto último, ter sido prorrogado por causa das eleições presidenciais no Zimbabwe. Na última edição disputada no Egipto, Angola ficou em terceiro lugar.


NBA/Miami
LeBron James pode sair


LeBron James pode colocar um ponto final à ligação com os Miami Heat já em 2014. O MVP das finais da NBA em 2013 frente a San Antonio vai tormar-se  «free agent» no próximo ano e vai estar  livre para assinar por qualquer equipa.

«Não tenho qualquer ideia sobre o meu futuro.  Adorava jogar até ao fim da carreira em Miami, que considero ser uma grande equipa, mas não sabemos o que se pode passar de agora em diante», revelou o norte-americano, de 28 anos, em entrevista à ESPN.

«Esta é a natureza do negócio. Este propósito impossibilita-nos de perceber o que pode acontecer no dia de amanhã. Por vezes a natureza dos negócios não permite que as coisas aconteçam da forma como gostávamos», deixou a indecisão no ar quanto ao seu futuro.