Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Seleco j respira ares de Tunis

Melo Clemente - 13 de Setembro, 2018

Hoje, quinta-feira, a Seleco Nacional vai realizar o treino de adaptao ao piso do Pavilho de Rads, palco que os hendecacampees africanos bem conhecem, depois de disputarem a segunda fase da 29 edio

Fotografia: FIBA

Com o pensamento virado para o jogo de estreia, amanhã, frente a congénere dos Camarões, a Selecção Nacional de basquetebol em seniores masculinos continua a adaptar-se ao clima de Tunis, capital tunisina, visando a sua participação na quarta janela de qualificação zona africana para a Copa do Mundo de 2019, prova a decorrer de 14 a 16 do mês em curso, naquele país do norte de África.
Depois de ter cumprido a etapa derradeira da sua preparação no Reino de Espanha, onde efectuou um estágio pré-competitivo de, aproximadamente, duas semanas, a Selecção Nacional desembarcou ontem, na capital tunisina, palco do torneio selectivo a Copa do Mundo de 2019.
Em terras espanholas, os hendecacampeões africanos realizaram quatro jogos de controlo, tendo averbado três derrotas e somado apenas um triunfo.
O combinado nacional perdeu, durante o estágio pré-competitivo, com as formações do Barcelona, Basconia, ambos de Espanha, e Partizan de Belgrado, por 67-95, 61-73 e 75-90, respectivamente, ao passo que o único triunfo foi obtido diante da equipa Força Lleida de Espanha, por 72-68.
O seleccionador nacional tencionava realizar cinco a seis jogos de controlo, antes de deixar aquele país europeu.
Entretanto, os pupilos de Will Voigt estão a aproveitar os dois dias que antecedem o início da competição, para se adaptarem ao clima da cidade de Tunis.
Das delegações estrangeiras, os angolanos foram um dos primeiros a pisarem o solo tunisino.
Hoje, quinta-feira, a Selecção Nacional vai realizar o treino de adaptação ao piso do Pavilhão de Radés, palco que os hendecacampeões africanos bem conhecem, depois de disputarem a segunda fase da 29ª edição do Afrobasket 2017.

LESÃO TRAI NDONIEMA
O afastamento do extremo base, Edson Ndoniema, por lesão, constitui a principal ausência da lista dos doze convocados para a “operação” Tunísia. O jovem jogador do Clube Central das Forças Armadas Angolanas, contraiu uma lesão no joelho esquerdo.
Já o poste Mutau Fonseca, igualmente, do 1ª de Agosto, e Egídio Ventura, extremo base, do Grupo Desportivo Interclube, foram afastados, por opção técnica. Eís os doze jogadores escolhidos por Will Voigt: Gerson Domingos, Leandro Conceição, Leonel Paulo, Reggie Moore, Yanick Moreira, Jone Pedro, Carlos Morais, Pedro Bastos, Hermenegildo M’bunga, José António, Júlio Afonso e Molhamed Malick Cissé.

QUARTA JANELA
Conheça os embaixadores angolanos


GERSON dOMINGOS
Posição: BASE
Clube: INTERCLUBE

REGGIE MOORE

Posição: extremos poste
Clube: asa

JONE PEDRO
Posição: Poste
Clube: 1º de agosto

LEANDRO CONCEIÇÂO
Posição: extremo
Clube: benfica

YANICK MOREIRA
Posição: Poste
Clube: paok grécia

MALICK CISSÉ
Posição: extremo
Clube: 1º de agosto

PEDRO BASTOS
Posição: extremo
Clube: 1º de agosto

LIONEL PAULO
Posição: extremo
Clube: 1º de agosto

HERMENEGILDO M´BUMBA
Posição: Poste
Clube: libolo

JOSÉ ANTÒNIO
Posição: extremo
Clube: petro

LIONEL PAULO
Posição: extremo poste
Clube: petro de luanda

WALTER COSTA
treinador
adjunto

BENJAMIN ROMANO
chefe da
delegação

JÚLIO AFONSO
Posição: EXTREMO BASE
Clube: baloncesto

CARLOS MORAIS
Posição: extremo
Clube: siena basket

Wiil VOLGF
TREINADOR PRINCIPAL