Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Seleco Nacional defronta o Senegal

Melo Clemente - 25 de Junho, 2016

O desafio enquadra-se no mbito da preparao das duas seleces para os Jogos Olmpicos do Rio de Janeiro

Fotografia: Jornal dos Desportos

A Selecção Nacional de basquetebol em seniores masculino defronta hoje, ao princípio da noite, às 18h00, a similar do Senegal, em Valiadolid, Espanha, a primeira partida de controlo, com  vista à participação no torneio pré-olímpico da Sérvia, de 4 a 10 de Julho, prova selectiva para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em Agosto. O desafio enquadra-se no âmbito da preparação das duas selecções, que projectam as respectivas participações no torneio de repescagem aos Jogos Olímpicos  do Rio de Janeiro.

Depois do desembarque nas primeiras horas da manhã de ontem, a Selecção Nacional realizou  a primeira sessão de treinos, virada essencialmente para a recuperação dos atletas.

Esta manhã, está prevista uma sessão de treinos, em que o novo seleccionador nacional, Carlos António Dinis, vai aproveitar para traçar as estratégias para suplantar a forte selecção do Senegal, penta campeã africana, comandado pelo extremo poste, Gorgui Dieng, 26 anos de idade, dois metros e 11 centímetros de altura, que actua na formação do Minnesota Timberwolves da NBA.

Com a integração dos jovens Bruno Fernando e Sílvio Sousa, ambos campeões africanos de sub-16, em 2013, e que actualmente militam nos Estados Unidos da América, o seleccionador nacional viu aumentar o leque de opções nas posições quadro e cinco, aliás admitiu, momentos antes do embarque, as dificuldades a encontrar para a escolha dos 12 atletas que representam as cores da bandeira nacional do torneio pré-olímpico de Belgrado.

Apesar do resultado não estar em causa, Carlos António Dinis tem a missão de qualificar pela sexta vez o combinado nacional numa edição dos Jogos Olímpicos, potenciar os vice -campeões africanos que pela segunda vez consecutiva falham o apuramento directo à maior cimeira desportiva mundial.

O substituto de Moncho Lopez no comando técnico dos hendecacampeões africanos, enalteceu as qualidades da selecção do Senegal,  que em termos de peso e altura se assemelha a da Sérvia e Porto Rico, adversários da Selecção Nacional no torneio pré-olímpico de Belgrado.

“O Senegal é uma selecção muito forte, por isso, vamos aproveitar este jogo para retiramos o maior rendimento dos nossos atletas. Em termos de altura e de peso, o Senegal  assemelha-se a dos adversários que teremos no pré-olímpico”, reconheceu Carlos António Dinis em declarações recentes ao Jornal dos Desportos.

Entretanto, a chegada tardia do combinado nacional ao palco escolhido para a realização da etapa derradeira do estágio pré-competitivo,  fez com que os comandados de Carlos António Dinis perdessem dois jogos de controlo, previstos com a selecção do México e com uma equipa do leste da Europa.

O seleccionador nacional assegurou que encontram outros adversários para efectuarem os cinco jogos de controlo que estão previstos, antes da partida para a Sérvia. A selecção de sub-23 de Espanha pode ser o próximo adversário do combinado nacional.

A Selecção Nacional disputa pela segunda vez consecutiva o torneio pré-olímpico, depois de tê-lo feito, em 2012, para os Jogos Olímpicos de Londres.

Angola disputa o torneio pré-olímpico de Belgrado, inserido no Grupo A, ao lado da selecção  da Sérvia, que é o país anfitrião e da de Porto Rico, adversário de estreia. No Grupo estão as selecções do Japão, Letónia e República Checa. Em Turim, estão as selecções da Grécia, México e Irão no Grupo A, ao passo que no Grupo B estão as selecções do Itália, Croácia e Tunísia, outro representante do continente africano.

Em Manila, outra sede do torneio pré-olímpico, estão as selecções da Turquia, Senegal, outro embaixador africano, e a do Canadá, ao passo que no Grupo B estão os combinados de França, Nova Zelândia e o país anfitrião, Filipinas.


NBA/DRAFT
Ben Simmons
primeira escolha


Simmons é o segundo jogador australiano a ser escolhido como número um do draft, após o poste Andrew Bogut, no Golden State Warriors, ter sido seleccionado na primeira posição em 2005 pelo Milwaukee Bucks.

Além dos dois, o base Kyrie Irving, campeão com o Cleveland Cavaliers, no último domingo, primeiro do draft em 2012, também nasceu na Austrália, mas é considerado americano por ter dupla nacionalidade e jogar pela selecção dos Estados Unidos da América.

Formado na Universidade Estadual da Louisiana (LSU), Simmons torna-se no quarto jogador estrangeiro consecutivo a ser o primeiro escolhido no recrutamento.

O novo jogador do 76ers actuou apenas um ano pelo LSU Tigers na liga universitária de basquetebol dos Estados Unidos e obteve médias de 19,2 pontos, 11,8 ressaltos e 4,8 assistências.

"Estou muito feliz de ter chegado aos Sixers, que têm um grande treinador, um excelente sistema e uma grande quantidade de talento jovem", disse Simmons logo após saber da sua escolha.

Pelo facto de estar concentrado no processo de entrada na NBA, Simmons anunciou que não vai disputar os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, com a selecção da Austrália.