Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Seleco Nacional perde e falha pdio

Melo Clemente - 04 de Outubro, 2015

Bicampes africanas foram incapazes de superar as nigerianas para classificativas do terceiro e quarto lugares

Fotografia: Paulo Mulaza

A Selecção Nacional de basquetebol sénior feminina ocupou o quarto lugar da 24ª edição do Campeonato Africano das Nações, vulgo Afrobasket, mercê da derrota sofrida ontem, em Yaoundé, Camarões, diante da similar da Nigéria, por 55-65, em partida a contar para as classificativas do terceiro e quarto lugares da aludida competição.

Com esta derrota, as angolanas falham o torneio de repescagem para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Brasil, em 2016.

Depois de ter sido eliminada das meias-finais na última sexta-feira, frente ao Senegal, com quem perdeu por escasso dois pontos de diferença (56-54), a Selecção Nacional não foi capaz de superar ontem a congénere da Nigéria.

A falta de atitude, aliado a ineficácia quer nos lançamentos a curta e longa distâncias, fundamentalmente, no quarto derradeiro, fez com o combinado nacional perdesse no parcial por 20-0, falhando desde modo o pódio.

As angolanas que perderam o primeiro período por 11-14, conseguiram se impor no segundo e terceiro quartos.

O combinado nacional que havia traçado como meta a conquista do título da 24ª edição do Campeonato Africano das Nações e, consequentemente, o apuramento aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Brasil, em 2016, conseguiu um parcial de 20-17 no segundo período, o que perfez um rigoroso empate a 31 pontos, ao cabo dos primeiros 20 minutos.

Lideradas pela Sónia Guadalupe e Ana Gonçalves, a Selecção Nacional voltou a superiorizar-se no terceiro período, ao marcar 24 pontos, contra 14 do conjunto nigeriano. A vencer por dez pontos de diferença e entrada do último quarto (55-45), a Selecção Nacional não foi capaz de conservar a vantagem, perdendo incompreensivelmente, por 20-0.

Ante a apatia do cinco nacional, as nigerianas que haviam perdido com Angola na fase preliminar da prova, por 57-51, assumiram o comando das operações. Aliás, o resultado do quarto período (20-0) atesta perfeitamente o domínio exercido pela Nigéria, que vulgarizou completamente as bicampeãs africanas.

Sónia Guadalupe e Ana Gonçalves foram as melhores marcadoras do cinco nacional, com 13 e 9 pontos respectivamente. A nigeriana Ekworomadu foi a cestina do desafio, com 15 pontos.