Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Seleccionador define grupo para Espanha

Melo Clemente - 05 de Julho, 2013

Paulo Macedo pretende formar um conjunto capaz de resgatar o título africano perdido em 2011 no Afrobasket do Madagáscar

Fotografia: Jornal dos Desportos

O seleccionador nacional, Paulo Macedo, define hoje, ao princípio da noite, logo após a última sessão de treinos, no Pavilhão do CODENM, os 15 atletas que vão seguir viagem na próxima segunda-feira para Espanha, palco da última etapa do estágio pré-competitivo, visando o Campeonato Africano das Nações, de 20 a 31 de Agosto próximo, na Costa do Marfim.

Hoje, a partir das 17h00, no Pavilhão do CODENM, local onde os decacampeões africanos montaram o seu quartel-general, desde que regressaram de Benguela, está marcada a última sessão de treinos, no fim da qual são afastados cinco jogadores.

Paulo Macedo informou que nesta primeira filtragem são afastados cinco jogadores. “De facto, nesta primeira etapa vamos afastar cinco atletas, ou seja, vamos levar 15 jogadores para a Espanha.”

Mutu Fonseca, António Monteiro, Edson N´doneima, todos do Recreativo do Libolo do Kwanza-Sul, Divaldo Mbunga, Petro de Luanda, e Edmir Lucas, do 1º de Agosto, são os prováveis dispensados.

Valdelício Joaquim, atleta que milita nos Estados Unidos, chegou ontem a Luanda e deve fazer parte logo mais da sessão derradeira de treinos da Selecção Nacional que prepara a conquista da 27ª edição do Campeonato Africano das Nações da “bola ao cesto”, vulgo Afrobasket, prova selectiva ao Campeonato do Mundo, a disputar-se em 2014, na Espanha.

Após a primeira filtragem, os comandados de Paulo Macedo são dispensados até às primeiras horas da manhã de domingo, a fim de se despedirem da família. Ontem, no período da manhã, a Selecção Nacional trocou o Pavilhão do CODENM pela pista de tartan do Estádio dos Coqueiros, naquele que foi o último treino virado para a componente física.

Sob liderança do doutor Pedro Santos, preparador físico dos Decacampeões Africanos, os atletas foram submetidos a séries de 100, 200 e 400 metros, na pista do Estádio dos Coqueiros. Joaquim Gomes “Kikas” foi o último atleta a abandonar a pista, em virtude de ter sido submetido a alguns exercícios de alongamento, logo após o termo da sessão de treinos, que registou uma moldura humana considerável.

Angola figura no Grupo C, ao lado das selecções de Cabo Verde, Moçambique e República Centro-Africana. A Tunísia é a campeã em título.


Decisão

Yanick Moreira falha Africano de Abidjan 


Contra todas as expectativas, o poste angolano Yanick Moreira, dois metros e nove centímetros de altura, 21 anos de idade, atleta que actua nos Estados Unidos, não faz parte do grupo que se prepara, tendo em vista a disputa da 27ª edição do Campeonato Africano das Nações, a decorrer de 20 a 31 de Agosto próximo, na Costa do Marfim.

A informação foi avançada ontem ao Jornal dos Desportos pelo vice-presidente da Federação Angolana de Basquetebol para as selecções nacionais, Eurico Araújo “Boneco”, que também coordena a comitiva dos decacampeões africanos.

“Definitivamente, o Yanick Moreira não faz parte deste grupo de trabalho que projecta o Afrobasket da Costa do Marfim. Vamos contar com o jovem atleta para os futuros compromissos”, asseverou o vice-presidente da Federação Angolana de Basquetebol para as selecções nacionais.

Questionado sobre os reais motivos que estiveram na base da sua não integração no grupo liderado pelo técnico angolano Paulo Macedo, o dirigente federativo limitou-se a afirmar “que se trata apenas de questões académicas”, frisou.
M.C


Afrobasket
Aníbal Moreira
mostra confiança

O seleccionador nacional de basquetebol sénior feminino, Aníbal Moreira, mostrou-se confiante na revalidação do título africano, que este ano é disputado no mês de Setembro em Maputo.

O seleccionador nacional teceu estas considerações quarta-feira última, aquando da apresentação oficial da convocatória da Selecção Nacional e do seu programa de preparação.

“Somos os detentores do anel continental e, por isso, tudo faremos no sentido de mantermos o título africano em nossa posse, mas tudo vai depender dos trabalhos que vamos desenvolver ao longo da nossa preparação”, disse Aníbal Moreira.

A Selecção Nacional sénior feminina de basquetebol, campeã africana em 2011, começa a preparar a defesa do título continental no próximo dia 15.
No período de 5 a 12 de Agosto seguem para o estágio em Espanha onde devem realizar jogos de controlo. A Selecção Nacional integra o grupo B, com Cabo Verde, Mali, Camarões, Quénia e Nigéria.
MC


NBA
Manu Ginobili
renova com Spurs


O argentino Manu Ginobili, de 35 anos, anunciou através da sua conta no Twitter que vai continuar a jogar ao serviço dos San Antonio Spurs, prolongando a sua ligação aos texanos por mais duas temporadas.

O base, que tem três títulos de campeão da NBA, mostrou-se entusiasmado pela novidade, tendo assim a oportunidade de continuar em busca de um novo anel, depois de há algumas semanas ter perdido a final com os Miami Heat.

ANDREA BARGNANI
ROMPE COM RAPTORS

A época de contratações já abriu para a pré-época da NBA e já há movimentações. Um dos primeiros negócios confirmados é o do italiano Andrea Bargnani rumo aos New York Knicks, numa troca que envolve mais três jogadores e outras três escolhas do draft.

O ainda extremo poste dos Toronto Raptors, tantas vezes incomodado por lesões, vai levar o seu contrato de dois anos e 22 milhões de dólares para Nova Iorque, ao passo que os suplentes Steve Novak, Marcus Camby e Quentin Richardson fazem a viagem para Toronto.


NBA

Manu Ginobili continua nos Spurs


O argentino Manu Ginobili, de 35 anos, anunciou através da sua conta no Twitter que vai continuar a jogar ao serviço dos San Antonio Spurs, prolongando a sua ligação aos texanos por mais duas temporadas.

O base, que tem três títulos de campeão da NBA, mostrou-se entusiasmado pela novidade, tendo assim a oportunidade de continuar em busca de um novo anel, depois de há algumas semanas ter perdido a final com os Miami Heat.

Brad Stevens
treina os Celtics

Brad Stevens foi o nome escolhido por Danny Ainge para comandar os Boston Celtics, após a saída de Doc Rivers, naquele que é um projecto de reconstrução quase do zero para a formação de Boston.