Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Seleccionador Nacional continua ausente

Melo Clemente - 02 de Maio, 2019

O seleccionador nacional dos hendecacampees africanos, continua ausente do pas

Fotografia: Vigas da Purificao | Edies Novembro

Com as meias-finais da 41ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino, vulgo Unitel Basket, a caminhar para a sua recta final, o seleccionador nacional dos hendecacampeões africanos, continua ausente do país, quando estamos a pouco menos de três meses, para a disputa da 18ª edição da Copa do Mundo da “bola ao cesto”, competição a decorrer de 31 de Agosto a 15 de Setembro do ano em curso, na República Popular da China.
Contra todas as expectativas, e numa altura em que a maior competição doméstica está prestes a terminar, jogadores e amantes da modalidade aguardam pela chegada do técnico norte-americano, que vai conduzir o "Cinco Nacional" na fase final da Copa do Mundo, prova que contará com a participação de trinta e duas (32) nações, contra vinte e quatro (24) das anteriores edições.
Tal como aconteceu durante a fase de qualificação para o Mundial asiático, em que o seleccionador nacional, Will Voigt, fazia-se presente na capital do país, Luanda, com apenas quatro dias, antes do início de cada janela, este ano, pelo que tudo indica, vai observar somente os play-off da fase final da 41ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino, a ser jogado a melhor de sete.
Num ano em que os hendecacampeões africanos projectam a sua oitava presença numa fase final de uma Copa do Mundo, seria espectável que, nesta fase crucial da competição, o seleccionador nacional, Will Voigt, estivesse já em Luanda, a avaliar a capacidade atlética dos potenciais seleccionáveis.
Apesar do núcleo duro do "Cinco Nacional" estar já identificado, a presença do técnico norte-americano, campeão africano em 2015 com à selecção da Nigéria, poderia galvanizar os jovens jogadores, que almejam atingir, pela primeira vez, a uma Pré-Selecção Nacional de seniores.
Caso o seleccionador nacional desembarque neste final de semana na capital do país, Luanda, poderá, em princípio, testemunhar “sete” partidas da “Final Four” da 41ª edição do Unitel Basket.
Entretanto, a integração dos atletas que militam nos Estados Unidos da América, com particular realce para Sílvio Sousa e Bruno Fernando, ambos campeões africanos de Sub-16 e Sub-18, respectivamente, no grupo que vai a República Popular da China, ainda é uma incógnita, segundo apurou o Jornal dos Desportos junto de uma fonte federativa.
Se Sílvio Sousa já teve o privilégio de fazer a estreia nos hendecacampeões africanos, o mesmo não se pode dizer de Bruno Fernando, que nunca representou as cores do "Cinco Nacional".
Angola fez a sua estreia numa fase final de uma Copa do Mundo, em 1986, em Espanha, a convite da Fiba-Mundo.
Com a conquista do seu primeiro anel continental, isto em 1989, o \"Cinco Nacional\" participava, por direito próprio, em 1990, na Copa do Mundo da Argentina, seguindo-se as presenças em Toronto, Canadá, 1994, Indianápolis, Estados Unidos da América, em 2002, Japão, 2006, Turquia/2010, e Espanha/2014, respectivamente.
Os hendecacampeões africanos obtiveram a sua melhor classificação em 2006, no Japão, onde terminaram a competição em sétimo lugar, sob comando técnico do trio angolano constituído por Alberto de Carvalho “Ginguba”, José Carlos Guimarães e Artur Casimiro Barros.
A Selecção Nacional vai disputar a 18ª edição da Copa do Mundo da República Popular da China inserida no Grupo D, ao lado das similares da Sérvia, Itália e Filipinas, respectivamente.  A cidade  de Foshan vai acolher as partidas do Grupo D. Oito cidades vão acolher o certame, nomeadamente, Beijing, Xangai, Dongguan, Guangzhou, Nanquim, Wuhan e Shanzhen.
O Grupo A, com sede em Beijing,  é constituído pelas selecções da China, Venezuela, Polónia e Costa do Marfim. No Grupo B, com palco em Wushan, estão as selecções da Rússia, Argentina, Coreia do Sul e Nigéria. A cidade de Guangzhou vai acolher os jogos do Grupo C, constituído pela Espanha, Porto Rico, Irão e Tunísia.
Já os Estados Unidos da América, actual campeão mundial, figura no Grupo E, com sede em Xangai, ao lado da Turquia, República Checa e Japão. No Grupo F, em Nanquim , estão o Brasil, Grécia, Montenegro e Nova Zelândia. No Grupo G, em Shanzhen, estão a França, Alemanha, República Dominicana e Jordânia. O Grupo H, vai ser jogado na cidade de Doungguan, com as selecções da  Austrália, Lituânia, Canadá e Senegal, respectivamente.