Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Seleces esto ambientadas

09 de Setembro, 2015

Seleces angolanas da bola ao cesto partem em busca de medalhas de ouro nos Jogos do Congo - Brazzaville

Fotografia: Kindala Manuel

As selecções nacionais de basquetebol de seniores, em ambas as classes, estão totalmente adaptadas ao clima da República do Congo - Brazzaville, palco dos XI Jogos Africanos, competição que arrancou na sexta-feira, com a realização da cerimónia de abertura. Depois de terem desembarcado na capital congolesa, no sábado, proveniente de Luanda, onde cumpriram a etapa derradeira da preparação, as duas selecções têm aproveitado os dias que antecedem o início do torneio de basquetebol para adaptarem-se ao clima de Brazzaville.

Hoje, as duas selecções, sob comando dos técnicos Carlos Dinis, masculino, e Jaime Covilhã, feminino, voltam a realizar mais uma sessão de treinos, em princípio no Palácio dos Desportos de Kintélé, local que acolhe os XI Jogos Africanos. Transições rápidas defesa - ataque, circulação da bola em todas as áreas de jogo e montagem de bloqueios, têm merecido a atenção especial das equipas técnicas, sem descurar os aspectos técnicos e tácticos.

O seleccionador nacional sénior masculino, Carlos Dinis, viu reforçada o  grupo com a integração de Roberto Fortes, Edson Ndoniema, ambos extremos bases, Hermenegildo Santos, base, Reggie Moore, extremo poste, atletas que conquistaram a medalha de prata na 28ª edição do Campeonato Africano das Nações, vulgo Afrobasket, prova disputada de 19 a 30 de Agosto, na cidade portuária de Radès, Tunísia. Apesar de não ter beneficiado do estágio pré-competitivo no exterior do país, Carlos Dinis mantém o objectivo, que passa pela conquista da medalha de ouro na aludida competição.

No seio dos jogadores o discurso também é de vitória, pelo que, perspectiva-se uma boa prestação do combinado nacional na prova.Entretanto, já a selecção feminina vai aproveitar os XI Jogos Africanos para se potenciar, tendo em vista a participação no Campeonato Africano das Nações (Afrobasket), prova a decorrer de 26 do mês em curso a 4 de Outubro, nos Camarões.

Depois de ter falhado a conquista da medalha de ouro, em 2011, em favor da similar de Moçambique, a Selecção Nacional, bicampeã africana, está fortemente apostada na conquista da medalha de ouro. O desejo foi manifestado recentemente, pelo técnico Jaime Covilhã, que substituiu no cargo de seleccionador nacional, Aníbal Moreira. "Vamos para esta competição com o único propósito, o de conquistar a medalha de ouro, apesar de reconhecermos o valor das outras selecções", prognosticou Jaime Covilhã, momentos antes de deixar Luanda, com destino a República do Congo - Brazzaville.

REACÇÃO
Espanha reage
e esmaga Turquia

A Espanha, vice-campeã olímpica em título, reagiu  domingo da melhor forma ao desaire a abrir com a Sérvia, ao bater a Turquia por concludentes 104-77, na segunda jornada do Grupo B do Europeu de basquetebol. O NBA Pau Gasol, com 21 pontos e sete ressaltos, liderou a formação espanhola, na qual oito jogadores marcaram oito ou mais pontos, incluindo os madrilenos Sérgio Rodriguez (14, mais cinco assistências) e Felipe Reyes (12).

A exemplo dos espanhóis, a Itália também conseguiu o primeiro triunfo, ao bater a Islândia por 71-64, com 21 pontos de Alessandro Gentile, enquanto a Croácia isolou-se na frente do Grupo A, ao superar a anfitriã Alemanha por 68-66. Depois de arrasar os espanhóis com 24 pontos, Nemanja Bjelica voltou a ser determinante, com o cesto da vitória, a um segundo do final, para um total de 12 pontos. Dirk Nowitzki liderou os alemães, com 15 pontos e dez ressaltos.

Além dos croatas, mais seis selecções estão invictas, três das quais no Grupo A, incluindo a anfitriã França, que bateu a Bósnia-Herzegovina por 81-54, com 12 pontos e sete ressaltos de Nando de Colo e Joffrey Lauvergne e 11 pontos de Tony Parker e Nicolas Batum. Por seu lado, a Polónia superou a Rússia por 82-79, com 23 pontos de Adam Waczynski e 18 e seis ressaltos de Marcin Gortat, e com Fernando Rocha no trio de árbitros, Israel superou a Finlândia por 79-66, com 22 pontos, seis assistências e cinco ressaltos de Lior Eliyahu.

No Grupo C, em que Sérgio Silva ajuizou o triunfo da Eslovénia sobre a Geórgia (79-68), a única 100 por cento vitoriosa é a Grécia, que bateu a Croácia por apertados 72-70, num embate em que Vassilis Spanoulis foi determinante, com 16 pontos, seis assistências e quatro ressaltos. Por seu lado, a Lituânia, que bateu a Letónia por 68-49, com 15 pontos e sete ressaltos de Jonas Valamciunas e a República Checa, vencedora face à Ucrânia por 78-64, com 19 pontos de Jan Vesely e 15 de Tomás Satoransky, lideram no D.

NOVO REFORÇO
Cook chega a Lisboa


O Benfica anunciou ontem, no seu site oficial, que o seu reforço de peso, o extremo norte-americano Daequan Cook, de 28 anos, que durante seis temporadas jogou na NBA vai desembarcar nos próximos dias a Lisboa a fim de dar início aos trabalhos de preparação para a nova época desportiva.
Cook representou os Miami Heat, os Philadelphia 76ers, os Oklahoma City, os Houston Rockets e os Chicago Bulls. O extremo norte-americano, que em 2011/2012 foi vice -campeão da NBA pelos Oklahoma City, também tem experiência no basquetebol europeu, onde passou pelos ucranianos do BC Budivelnyk,  pelos alemães do Walter Tigers Tübingen e pelos franceses do Rouen.