Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Seleco embarca amanh para o Cairo

Melo Clemente - 22 de Junho, 2018

Cinco nacional volta a trabalhar hoje no Pavilho Arena do Kilamba

Fotografia: Jos Soares | Edies Novembro

A Selecção Nacional de basquetebol em seniores masculinos segue viagem, em princípio, amanhã, sábado, para o Cairo, capital egípcia, onde de 29 do mês em curso a 1 de Julho próximo, vai competir na terceira janela de qualificação zona africana para a Copa do Mundo da China, em 2019, segundo apurou o Jornal dos Desportos junto de uma fonte federativa.

Equacionada a problemática das verbas para a compra dos bilhetes de passagem e não só, para a comitiva, que tem como chefe de missão Benjamim Romano, vice-presidente da federação angolana da modalidade, a Selecção Nacional parte amanhã, para o palco da competição, sem o seu técnico principal, o norte-americano, Will Voigt, que deixou a capital do país, Luanda, na segunda-feira, rumo aos Estados Unidos da América, afim de tratar assuntos familiares.
José Carlos Guimarães, um dos adjuntos do técnico norte-americano, vai ter a missão de escolher os doze jogadores, que vão disputar a terceira janela de qualificação zona africana para a Copa do Mundo de 2019, prova a decorrer em oito cidades chinesas, nomeadamente, Beijing, capital polícia da República Popular da China, Shanghai, Dongguan, Guangzhou, Shenzhen, Foshan, Wuhan e Nanjing.
Entretanto, dos 21 atletas convocados para esta empreitada, apenas 17 estão à disposição da equipa técnica nacional.
Tratam-se de Hermenegildo Santos, Gerson Domingos, Islando Manuel, Edson Ndoniema, Olímpio Cipriano, Rogério Ngombo, Gerson Gonçalves “Lukeny”, Leonel Paulo, Reggie Moore, Jone Pedro, Eduardo Mingas, Leandro Conceição , Pedro Bastos, Hermenegildo M’bunga, Júlio Afonso, Benvindo Quimbamba e Yanick Moreira.
José Carlos Guimarães, um dos técnicos que foi repescado para reforçar a equipa técnica, a par de Walter Costa, manifestou a intenção de efectuar no mínimo dois jogos de controlo, antes do combinado nacional seguir viagem para o Cairo, palco do Grupo C de qualificação zona africana para a Copa do Mundo da China.
Após o cancelamento do estágio pré-competitivo, que estava previsto para a Turquia, alegadamente por falta de verbas, o combinado nacional tem trabalhado de forma afincada no Pavilhão Arena do Kilamba, por formas a defender o primeiro lugar do Grupo C, rumo à passagem para a fase seguinte do torneio de qualificação zona africana para a Copa do Mundo de 2019, na China.
Aprimoramento da componente física, sem descurar os aspectos técnicos e tácticos, estão a dominar a preparação da Selecção Nacional, que procura a oitava presença numa fase final de uma Copa do Mundo.
A falta de eficácia, quer a curta, quer a longa distância, é outro aspecto que tem preocupado a equipa técnica nacional.
Hoje, no período da manhã, os pupilos de José Carlos Guimarães voltam a trabalhar no Pavilhão Arena do Kilamba, naquele que será, provavelmente, o penúltimo treino, antes de seguirem viagem para o Cairo, capital do Egipto.
Angola comanda o Grupo C, com seis pontos, seguido do Egipto, com cinco pontos. Marrocos e República Democrática do Congo ocupam nas posições imediatas, com quatro e três pontos, respectivamente.
Nigéria lidera o Grupo B, com seis pontos, ao passo que Uganda, Mali e Rwanda, estão nas posições imediatas, todos com quatro pontos. 
Tunísia, actual campeã africana, comanda o Grupo A, com seis pontos, seguido dos Camarões, com cinco pontos. Chad e Guiné, ocupam as posições imediatas, com quatro e três pontos, respectivamente.
Por seu lado, Moçambique e Senegal partilham a liderança do Grupo D, com cinco pontos cada, seguidos da República Centro Africana e Costa do Marfim, com quatro pontos cada.