Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Seleco intensifica trabalho em Lusaka

Melo Clemente - 25 de Março, 2017

Pupilos de Manuel Silva

Fotografia: Jos Soares | Edies Novembro

A Selecção Nacional de basquetebol em seniores masculino realiza hoje, sábado, o treino correccional, antes de defrontar amanhã, domingo, a sua congénere da África do Sul, em partida referente a segunda jornada do Grupo A do torneio de apuramento à fase final do Campeonato Africano das Nações, vulgo Afrobasket, prova a decorrer de 19 a 31 de Agosto deste ano, no Congo Brazzaville.

Ambientado praticamente com o clima da capital zambiana, Lusaka, palco do torneio de apuramento ao Afrobasket do Congo Brazzaville referente a zona VI, o combinado nacional vai ensaiar hoje as estratégias a serem utilizadas no prélio de amanhã, diante da similar da África do Sul, conjunto que esta fortemente engajado em alcançar o passe de acesso ao Campeonato Africano das Nações da \"bola ao cesto\", a semelhança do país anfitrião (Zâmbia).

A Selecção Nacional que folga hoje, por imperativo de calendário, vai aproveitar o dia hoje para consolidar os processos defensivos e ofensivos, iniciados a sensivelmente cinco dias, visando uma estreia auspiciosa na aludida competição.

Apesar de não ter realizado qualquer jogo de controlo, antes de rumar para a capital zambiana, o seleccionador nacional, Manuel Silva \"Gi\", acredita que a sua rapaziada está totalmente preparada para vencer o torneio e, consequentemente, alcançar o passe de acesso à fase final do Afrobasket do Congo Brazzaville.

\"Penso que os meus jogadores estão totalmente preparados para encararem de forma objectiva esta competição. Pelo potencial que a selecção ostenta a nível do continente africano e não só, Angola acaba por ser a principal favorita à conquista do passe de acesso à fase final do Afrobasket, respeitando, como é evidente, os demais adversários\", reconheceu o técnico campeão africano de sub-16 e sub-18, em masculino, respectivamente.
Entretanto, hoje, para a primeira jornada do Grupo A zona VI, a selecção da Zâmbia defronta esta tarde a similar da África do Sul, em partida referente a primeira jornada.

Os zambianos vão tentar ultrapassar esta tarde os sul-africanos, que estão fortemente engajados em assegurar a qualificação ao Campeonato Africano das Nações do Congo Brazzaville.

 O torneio de apuramento da Zâmbia vai ser disputado no sistema de todos contra todos a duas voltas, apurando-se para à fase final do Afrobasket do Congo Brazzaville, o primeiro classificado.

Das 33 equipas que procuram o apuramento ao africano de Brazzaville, seis selecções estão já apuradas, nomeadamente, Congo Brazzaville, como país anfitrião, Nigéria, actual campeã africana em título, Uganda, República Democrática do Congo, Egipto e Moçambique, respectivamente.

Das seis selecções qualificadas, destaque para República Democrática do Congo, que afastou na corrida a similar da República Centro Africana, regressando a alta roda do basquetebol africano, dez anos depois.

Os congoleses democráticos disputaram a sua última edição do Campeonato Africano das Nações da \"bola ao cesto\", em 2007, competição disputada em Angola e vencida pelo país anfitrião.


Torneio
ABACA sorteia amanhã Taça “Café Platina”


O sorteio da primeira edição da Taça \"Café Platina\" em basquetebol de rua, que se disputa nos dias 8 e 9 de Abril próximo, no Multiuso do Cariango, no Cazenga, realiza-se amanhã, às 10h00, nas instalações do patrocinador do evento, soube ontem o Jornal dos Desportos de fonte da comissão organizadora.

Selecção do Distrito do Tala Hady, Terra Nova, Palanca e Amigos de Lutonda são as formações seleccionadas para competir na prova que marca a reactivação da Associação dos Amigos do Basquetebol do Cazenga (ABACA), inoperante há 18 anos, a promoção da marca do patrocinador e os festejos do 15º aniversário da conquista da Paz e Reconciliação Nacional, a comemorar-se a 4 de Abril próximo. 

De acordo com o coordenador geral do torneio, Felizardo Cristóvão \"Cristo\", a comissão organizadora  tem as condições criadas para o êxito do evento que vai movimentar 48 atletas  (entre jovens e veteranos), 4 treinadores, igual número de responsáveis e seccionistas das equipas participantes.

O regulamento da competição, aprovado em reunião da comissão organizadora, estabelece que as equipas devem inscrever 12 jogadores cada, sendo três federados, podendo apenas ser utilizados dois em simultâneo.

Dos jogadores que vão evoluir no torneio, destaque para os antigos internacionais angolano Miguel Lutonda (actual seleccionador nacional adjunto das honras) e Edmar Victoriano \"Baduna\" (treinador dos Sub-16 do Petro de Luanda) que vão capitanear as equipas dos Amigos de Lutonda e da Terra Nova, duas candidatas ao ceptro.

A organização vai premiar o vencedor do torneio com uma taça e Akz 50.000,00 (cinquenta mil kwanzas) e o melhor cestinha com um troféu e Akz 10.000, 00 (dez mil kwanzas).

O torneio, de acordo com o membro da ABACA, terá periodicidade anual e o número de equipas vai ser alargada na segunda edição.