Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Senhoras aprimoram pormenores em Dakar

Melo Clemento - 08 de Agosto, 2019

Fotografia: Edies Novembro

A Selecção Nacional sénior feminina de basquetebol continua a aprimorar os aspectos técnicos e tácticos, quando está a menos de 48 horas da sua estreia na fase final do Campeonato Africano das Nações, vulgo Afrobasket, competição que arranca este sábado, com a disputa de quatro partidas referentes aos grupos A, B, C e D, respectivamente.
Após a disputa do Torneio Internacional, prova que decorrer na capital senegalesa, palco do africano a nível das senhoras, onde as pupilas de Apolinário Paquete somaram dois triunfos, tendo averbado apenas um desaire, o cinco está em prontidão para o arranque da referida competição que contará com a participação de doze selecções, subdivididas em quatro grupos de três selecções cada.
O seleccionador nacional aproveitou o Torneio Internacional para suprir algumas lacunas que o grupo ainda apresentava, fundamentalmente, no capítulo defensivo.
A menos de 48 horas do rolar da bola, o combinado nacional que vai procurar lutar por um dos lugares do pódio, está praticamente em prontidão, para a satisfação da equipa técnica nacional, liderada pelo técnico Apolinário Paquete.
Antes da partida para o local da competição, o seleccionador nacional não escondeu o seu desejo de lutar por um dos lugares do pódio, apesar de reconhecer as potencialidades das demais selecções que vão disputar a fase final do Afrobasket.
Tal como aconteceu na primeira edição do Afrocan, as três primeiras selecções de cada grupo transitam directamente para os quartos-de-final, ao passo que o segundo e terceiro classificados de cada série em sistema cruzada vão disputar os últimos quatro passes para os quartos-de-final.
Entretanto, Nigéria e Tunísia abrem as hostilidades do Grupo B, este sábado, a partir das 11h00, num prélio onde as nigerianas são claramente favoritas a conquista dos dois pontos em disputa. Às 13h30 minutos, Moçambique e Quénia defrontam-se para o Grupo D, ao passo que ANGOLA vai medir forças com a similar do Mali, isto a partir das 16h00, para o Grupo C, e as 20h00, Senegal e Costa do Marfim protagonizam a última partida do dia.

Sub-16
Sara Caetano mostra serviço


Com 155 pontos anotados em cinco partidas, a polivalente jogadora do Clube Escola Formigas do Cazenga e da Selecção Nacional feminina de Sub-16, Sara Caetano sagrou-se a melhora marcadora do Campeonato Africano das Nações da categoria, prova que decorreu em Kigali, capital rwandesa.
Depois de ter falhado por duas ocasiões a sua estreia a nível da selecção, por questões administrativas, finalmente, a pequena grande jogadora do Clube Escola Formigas do Cazenga, conseguiu representar as cores da bandeira nacional no africano de Kigali, onde o cinco nacional arrebatou a medalha de bronze.
Sara Caetano que almeja jogar na WNBA terminou a competição com 155 pontos marcados, o que representa uma media de 31 pontos anotados em cada desafio, sendo por isso, a melhor marcadora da aludida competição.
Com apenas 15 anos de idade, Sara Caetano, de um metro e 72 centímetros de altura, foi ainda a rainha dos ressaltos do cinco nacional e da competição, com uma média de 16, 6 ressaltos por cada partida.
A brilhante campanha que efectuou no recém terminado Campeonato Africano das Nações da categoria, \"obrigou\" a organização da referida competição a lhe colocar no cinco ideal da prova.
Entretanto, a selecção do Mali venceu a competição, seguido do  Egipto.