Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Senhoras regressam do estágio no Brasil

Melo Clemente - 08 de Agosto, 2017

Seleccionador nacional está satisfeito com a entrega das suas pupilas durante o estágio pré-competitivo

Fotografia: VIGAS DA PURIFICAÇÃO| EDIÇÕES NOVEMBRO

A Pré-Selecção Nacional de basquetebol sénior feminina regressa hoje, terça-feira, ao país, proveniente da República Federativa do Brasil, onde cumpriu a etapa derradeira do estágio pré-competitivo, visando a sua participação na fase final do Campeonato Africano das Nações, vulgo Afrobasket, prova a decorrer de 18 a 27 do mês em curso, em Bamako, capital maliana.

Em terras brasileiras, as bicampeãs africanas realizaram seis jogos de controlo, com realce para dois amistosos com a selecção principal daquele país, que projecta a sua participação na Copa América.

No primeiro confronto, a Pré-Selecção Nacional perdeu, por  57-63, tendo consentido novo desaire, desta por 55-61. Frente ao São Bernardo (Estado de São Paulo), o combinado nacional venceu de forma folgada, por 77-58.Frente a formação do Bradesco, as comandadas de Jaime Covilhã venceram por apenas dois pontos de diferença (50-48).

Já diante do Santo André, a Pré-Selecção Nacional que vai em busca do terceiro anel continental, depois das conquistas de 2011, no Mali, e 2013, em Maputo, Moçambique, perdeu de forma copiosa, 47-67. Ontem, as bicampeãs africanas voltaram a defrontar a formação do Santo André mas, até ao fecho da nossa edição desconhecíamos o resultado final.

O seleccionador nacional aproveitou os seis jogos de controlo para dotar a equipa de maior rodagem competitiva. Mais do que os resultados, Jaime Covilhã, técnico angolano que vai a procura do seu primeiro troféu ao serviço da Selecção Nacional, valorizou a integra da sua rapaziada durante o estágio pré-competitivo que efectuou no Brasil.

Entretanto, a Pré-Selecção Nacional vai disputar de 11 a 13 do mês em curso, no Pavilhão Arena do Kilamba, no torneio internacional da modalidade, ao lado da República Democrática do Congo, conjunto que projecta igualmente à fase final do Afrobasket do Mali, Cabo Verde e o Misto de Luanda.

O torneio acima referenciado será o último teste do combinado nacional, antes de seguir viagem para Bamako, Mali, palco da fase final do Campeonato Africano das Nações da "bola ao cesto". No Afrobasket, a disputar-se de 18 a 27 de Agosto, Angola está no Grupo A, ao lado dos Camarões, Costa do Marfim, Tunisina e o Mali (país anfitrião).

O Grupo B é liderada pela selecção do Senegal, actual campeã africana em título, Nigéria, Egipto, Guiné, República Democrática do Congo e Moçambique.

NA CHINA
Pré-Selecção prossegue preparação

Sem a presença de Sílvio Sousa e Bruno Fernando, a Pré-Selecção Nacional de basquetebol em seniores masculinos continua a projectar a sua participação na fase final do Campeonato Africano das Nações (Afrobasket), prova a decorrer de oito a 16 de Setembro do ano em curso, na Tunísia e Senegal, na República Popular da China.

Naquele país asiático, o cinco nacional, dirigido pelo técnico angolano, já conquistou dois torneios internacionais. Dos seis jogos que disputou conseguiu cinco vitórias, tendo averbado apenas uma derrota.

Entretanto, depois de ter se juntado ao grupo de trabalho em Luanda, proveniente do Cairo, Egipto, onde representou a Selecção Nacional de Sub-19, o extremo poste Sílvio Sousa, campeão africano de Sub-16 e Sub-18, não seguiu viagem para aquele país asiática, por questões administrativas, segundo apurou o Jornal dos Desportos.

Ontem, o Jornal dos Desportos procurou ouvir à direcção da federão mas, infelizmente, fomos mais uma vez mal sucedidos.Já Bruno Fernando, atleta que milita na IMG Academy dos Estados Unidos da América, tendo falhado à fase final do Campeonato do Mundo do Cairo, Egipto, também continua ausente dos trabalhos da Pré-Selecção Nacional.

O campeão africano de Sub-16 e Sub-18, respectivamente, tinha a sua chegada a China no dia 28 de Julho último. Em face disso, o seleccionador nacional, Manuel Silva "Gi", trabalha apenas com treze jogadores, nomeadamente, Armando Costa, Milton Barros, Hermenegildo Santos, Carlos Morais, Olímpio Cipriano, Roberto Fortes, Gerson Gonçalves "Lukeny", Leonel Paulo, Felizardo Ambrósio

"Miller", Eduardo Mingas, Yanick Moreira, Leandro da Conceição e Reggie Moore.Entretanto, a direcção do órgão reitor da modalidade no país fará disputar na segunda quinzena deste mês mais um torneio internacional, na classe masculina, competição onde os hendecacampeões africanos vão aproveitar para limar as últimas arestas, antes de seguir viagem para Dakar, Senegal, a fim de disputar a fase preliminar do Afrobasket 2017.

Angola está inserido no Grupo B da fase final do Afrobasket 2017, ao lado da República Centro Africana, Marrocos e Uganda, respectivamente.  Nigéria, campeã africana em título, lidera o Grupo A, juntamente com as selecções da República Democrática do Congo Mali e Costa do Marfim, ao passo que a Tunísia figura no Grupo C, juntamente com a Guiné, Rwanda e Camarões. Já no Grupo D, estão as selecções do Senegal, Moçambique, Egipto e África do Sul.      
MC