Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Sporting do Lubango aposta na massificao

Gauncio Hamelay no Lubango - 29 de Julho, 2019

Fotografia: Edies Novembro

A dinamização e massificação nas modalidades de eleição, particularmente a ginástica, voleibol, em todas as classes, assim como o futebol nos escalões de formação, continua a constituir aposta da direcção do Sporting Clube do Lubango.Rui Humberto Teles, presidente de direcção dos leoninos do Lubango, apontou que o clube ao celebrar os 97 anos de existência (27 de Julho de 1922), ambiciona com aposta nessas modalidades ser sempre os melhores e maiores, apesar das dificuldades económicas e da falta de apoios locais.Essas modalidades de eleição, confirmou, são as que fazem vincar o bom nome do clube em competições nacionais e não só nomeadamente a ginástica, voleibol masculino e feminino.

“Não somos dos melhores, mais estamos entre os melhores dois clubes ou três da província. E temos o ténis de mesa e de campo, que ainda agora conseguimos ter um 3º lugar a nível nacional”, destacou Rui Humberto Teles. Anunciou ser essas modalidades que a agremiação tenta dinamizar e massificar com mais intensidade por serem as menos dispendiosas. “São desportos que não nos ficam tão caro. E, é uma forma de conseguir ter o nosso clube com o nome na dimensão nacional”, ressaltou.

Explicou que a agremiação movimenta aproximadamente 400 atletas em todos escalões e com um orçamento completamente exíguo nas modalidades de futebol (em quatro escalões), o andebol (em ambos sexos), basquetebol, ténis de mesa e de campo, ginástica, karaté-dó e capoeira (iniciado). O voleibol em sénior feminino e masculino é a única modalidade de elite.

“Mas nós tentamos fazer do pouco que temos o melhor com a comparticipação de todos dirigentes. Com os seus meios dão as suas viaturas para transportar os atletas e estão todos fins-de-semana nos campos”, disse.Esse espírito, destacou Rui Humberto Teles, é que continua naquilo que já não existe, o carolismo. “E nós temos carolas ainda neste clube que é as pessoas que tentam não deixar morrer essa chama do Sporting Clube do Lubango”, reconheceu.

 O presidente do clube ao celebrar mais um aniversário da fundação do clube, revelou que a inexistência de apoios localmente por parte das estruturas, também dificultam um pouco em virtude de o desporto a nível da província da Huíla estar a atravessar um momento mau.

 O exemplo disso, citou o dirigente do Sporting Clube do Lubango, foi a desistência, anunciada sexta-feira pela direcção do Sport Lubango e Benfica, no Girabola Zap 2019-2020 por alegada falta de dinheiro.“Isso demonstra que realmente deveria haver um pouco mais de preocupação das entidades desta província em relação ao desporto. E não tentarem só, como se diz, concentrar esforços para o Clube Desportivo da Huíla, que está na primeira divisão do Girabola”, lamentou.

 Rui Humberto Teles contou, que o Clube Desportivo da Huíla, neste momento, é das agremiações que menos modalidades têm na província. “Nós (Sporting Clube do Lubango), o Interclube da Huíla e Sport Lubango e Benfica, são os clubes que movimentam mais modalidades e temos muitas dificuldades, nem que seja apenas apoio institucional da província agradecíamos”, apontou.   Referiu que a agremiação que dirige, festeja o 97º aniversário da sua fundação sobre imensas dificuldades e tiveram um período dos últimos 15 anos, bastantes difíceis. “Mas temos feito todo o possível para levar o nosso clube ao bom porto”, garantiu.

Destacou que a modalidade que mais número de medalhas conquistou para o clube a nível nacional tem sido a ginástica. “Depois tivemos também um campeão nacional de juniores em voleibol feminino e o vice-campeão nacional em voleibol masculino. A nível do ténis de mesa, temos tido bons atletas que têm andado entre o 1º e 2º lugar, a nível das provas nacionais”, realçou. Esclareceu que o ténis de campo nos escalões de iniciados, teve recentemente um honroso terceiro lugar nos nacionais da modalidade e tem participado igualmente em algumas vezes nos escalões de sub 17 nestas competições nacionais.

 O andebol, indicou o presidente, ser a modalidade campeã interna no sector feminino na província. “Praticamente somos o único clube que temos a classe feminina na Huíla”, frisou Rui Teles.Para não deixar passar a data despercebida, a direcção do clube reuniu na sua sede social, atletas de todas modalidade, sócios e dirigentes num almoço de confraternização. O Sporting Clube do Lubango é a 45ª filial do Sport Clube de Portugal e foi fundado a 27 de Julho de 1922.