Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Sub-19 trabalham bi -diário

Melo Clemente - 31 de Maio, 2017

Seleccionador quer superar classificação do representante africano no último mundial

Fotografia: José Soares | Edições Novembro

Aprimorar a componente física, sem colocar de parte os aspectos técnicos e tácticos, vão dominar a primeira semana de preparação da Pré-selecção Nacional de basquetebol masculino de sub-19, que projecta a fase final do Campeonato do Mundo da categoria, competição a decorrer de 01 a 9 de Julho, no Cairo.

A revelação foi feita pelo seleccionador nacional, Raul Duarte, na quarta-feira, aquando da concentração dos pré-convocados para "operação" Cairo."Em relação ao que será o conteúdo do treino, vai naturalmente haver algum trabalho de condição físico - atlética,  também situações pré-tácticas, onde nós vamos procurar na pré-táctica, por exemplo, dois contra zero e três contra zero, introduzir elementos pré-tácticos, mas também termos a preocupação ligando aos fundamentos, vamos fazer muitos lançamentos para aproveitar  o Pavilhão Arena do Kilamba ter mais de um par de tabelas, vamos começar a introduzir e com pouco tempo que temos de trabalho, as questões de organização ofensiva e defensiva. Portanto, o nossa trabalho ao longo das quatro semanas será esse".

De acordo ainda com o novo seleccionador nacional, os treinos todos vão ser firmados, para posteriormente serem analisados pelos jogadores e equipa técnica.A falta de comunicação pode ter contribuído com o absentismo que se verificou no dia de concentração, onde apareceram  cinco dos dez atletas que militam no país, numa das salas de reuniões da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), sita no Complexo da Cidadela Desportiva.

Hoje, a Pré-Selecção Nacional vai trabalhar em regime bi - diário, novamente no Pavilhão Arena do Kilamba, quartel-general do combinado nacional.O seleccionador nacional, Raul Duarte, continua a trabalhar com o grupo incompleto, dado que os atletas que militam na diáspora começam a chegar a Luanda, a partir de amanhã, sexta-feira.

Amanhã, o cinco nacional volta a trabalhar em regime bi - diário, encerra a semana de trabalho no sábado, com a realização de uma sessão de treinos.Entretanto, a Pré-Selecção Nacional tem agendado um estágio pré-competitivo para   Espanha, onde vão ser realizados oito jogos de controlo, antes de rumar para o palco da competição.

Para Raul Duarte é imperioso que o cinco nacional efectue o estágio pré-competitivo em Espanha, antes de seguir viagem para o Cairo,  que é a sede do Campeonato do Mundo da categoria."Estamos conscientes das limitações financeiras da Federação, mas seria importante que a Selecção Nacional realizasse um estágio pré-competitivo, antes de viajar para o palco da competição. Em princípio,  está tudo marcado, inclusive os jogos de controlo porque temos alguém em Espanha a tratar disso", asseverou o seleccionador nacional.

Relação dos integrantes da Pré-Selecção Nacional de sub-19: Childe Dundão, Cley Cabango e Cristiano Xavier, todos do Atlético Petróleos de Luanda, Milton Valente, Jilson Bango, Tárcio Domingos e Délcio Sebastião, 1º de Agosto, Jonatão Ndjungu, Grupo Desportivo Interclube, Glofate Buiamba, Atlético Sport Aviação (ASA), Geraldo Santos, Futebol Clube Vila Clotilde, Sílvio Sousa e Bruno Fernando, ambos do IMG Academy dos Estados Unidos da América, Valdir Manuel, do The Patrick School dos estados Unidos da América, Eric Amândio e Rifen Miguel, ambos do West Oaks Academy dos Estados Unidos da América, Levy Miguel, Casper College dos Estados Unidos da América, e Melvyn da Silva, do Ja Vich Clermont Métropole de França.

Torneio
Luanda acolhe
terceira edição


A terceira edição do torneio infanto-juvenil de basquetebol, denominado “Taça 1 de Junho” em que participam 11 clubes,  vai disputar se a partir de amanhã, dia 2 até dia 3 do mês em curso, no Pavilhão Principal da Cidadela, O evento visa promover a modalidade nos escalões de formação, aumentar o número de jogos dos atletas em iniciados e juvenis. As equipas vão realizar várias partidas num só dia, para se encontrarem  os finalistas.

A formação do Vila Clotilde conquistou as duas edições anteriores, e está presente nesta, onde tenta a revalidação diante Atlético Sport Aviação (ASA), Petro de Luanda, 1º de Agosto, Interclube, Desportivo do Maculusso, CFD-K, Libolo, Formiguinhas, Desportivo da Banca e Ferrovia de Angola.

Em declarações à Angop, José Pedro, um dos responsáveis pelo evento, referiu que os jogadores nos escalões de formação têm efectuado poucos jogos e chegam à categoria de juniores sem ritmo, apesar do talento, daí optar-se pela apresentação do projecto aos órgãos que regem o basquetebol.A primeira edição da prova contou com cinco equipas,  a segunda com oito,  ambas  conquistadas pelo Vila Clotilde, nas categorias de iniciados e juvenis. O torneio é organizado pela empresa de direitos desportivos Marksport.