Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Terceira volta comea amanh

Melo Clemente - 06 de Fevereiro, 2020

Fotografia: Jornal dos Desportos

As emoções da 42ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino regressam amanhã, sexta-feira, com a disputa de quatro partidas referentes a primeira jornada da terceira volta da fase regular da aludida competição, em que a grande atracção será, sem margens de dúvidas, o regresso do base dominicano naturalizado norte-americano, Emanuel Quezada, que aumenta deste modo, as opções do técnico angolano, Walter Bandeira da Costa.
Depois de um interregno de uma semana, as equipas participantes da 42ª edição do Campeonato Nacional ultimam os preparativos, visando um recomeço de prova auspiciosa.
A integração do base Emanuel Quezada no cinco inicial do Clube Central das Forças Armadas Angolanas (1º de Agosto), pode ser a grande novidade. A equipa rubro e negra, que ocupa actualmente a segunda posição da 42ª edição do "Nacional", com 25 pontos, a mesma pontuação que o Grupo Desportivo Interclube, no terceiro posto, visita o Atlético Sport Aviação (ASA), partida agendada para as 18h00, no Pavilhão do Dream Space, em Viana.
A "nação" rubro e negra poderá "lotar" por completo o Pavilhão do Dream Space, em Viana, para testemunhar a estreia do ídolo, Emanuel Quezada, que se mostrou apto para ajudar a equipa militar a conquistar os títulos domésticos que ainda estão em disputa, nomeadamente o Campeonato Nacional e a Taça de Angola.
Quezada tem sido a grande atracção das sessões de treinos do Clube Central das Forças Armadas Angolanas, conjunto agora liderado por Walter Bandeira da Costa, antigo base do cinco nacional e da equipa militar.
Com a reintegração do base norte-americano, o timoneira da equipa rubro e negra viu aumentado o leque de opções nas posições um e dois.
Desde que assumiu o comando da equipa do 1º de Agosto, os actuais vice-campeões nacionais só tem somado triunfos atrás de triunfos, situação que tem galvanizado a massa associativa da formação rubro e negra.
Com um plantel mais recheado em termos valores individuais, com realce para os bases Armando Costa, Hermenegildo Santos, Carlos Cabral, os extremos Edson Ndoniema, Islando Manuel, Mohamed Malick Cissé, Fidel Cabita, Gilson Bango, para além dos postes Eduardo Mingas e Mutau Fonseca, a equipa militar apresenta-se como favorita a conquista dos dois pontos em disputa.
Por seu lado, os aviadores vão procurar dificultar ao máximo as pretensões dos actuais vice-campeões nacionais, que estão fortemente apostado em destronar o Atlético Petróleos de Luanda do título nacional.
O líder incontestável da prova (Atlético Petróleos de Luanda), com 27 pontos, recebe amanhã, a partir das 16h00, no Pavilhão Principal da Cidadela, o Grupo Desportivo da Marinha de Guerra, num prélio de elevado grau de dificuldades para a equipa tricolor.
No último encontro, os petrolíferos da capital precisaram de tempo extra, para vergar os marinheiros, por 91-87. Às 15h00, o Clube Desportivo Universidade Lusíada recebe no Pavilhão 28 de Fevereiro, a similar do Clube de Formação Desportiva Kwanza, ao passo que o Futebol Clube Vila Clotilde terá pela frente o Grupo Desportivo Interclube, às 18h00, no Pavilhão 28 de Fevereiro.