Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Thompson brilha no triunfo dos Warriors

10 de Fevereiro, 2017

Klay Thompson foi o grande nome na vitória do Golden State Warriors

Fotografia: AFP

No dia em que completou 27 anos, Klay Thompson foi o grande nome na vitória do Golden State Warriors, na Oracle Arena, sobre o Chicago Bulls, por 123-92, na noite de quarta-feira, pela temporada 2016-2017 da NBA.

O extremo base comemorou a data sendo o cestinha do duelo, fazendo 28 pontos. Kevin Durant, com um duplo-duplo, também se destacou no triunfo do líder da Conferência Oeste, marcando 22 pontos e dez ressaltos.

Nos Bulls, Robin Lopez também fez um duplo-duplo, marcando 17 pontos e dez ressaltos. Já o brasileiro Cristiano Felício, que actuou por 14min46, fez seis pontos e quatro ressaltos.

O Memphis Grizzlies conquistou a sua terceira vitória seguida ao superar o Phoenix Suns, no FedExForum, por 110-91.

Mike Conley, dos Grizzlies, fez 23 pontos, terminando a partida como cestinha. Nos Suns, quem mais pontuou foi Devin Booker, com 20 pontos. O brasileiro Leandrinho Barbosa actuou por 17min24, marcando quatro pontos, quatro ressaltos e uma assistência.

O Utah Jazz visitou o New Orleans Pelicans, no Smoothie King Center, e conquistou o seu quarto triunfo consecutivo, desta vez por 127-94.

O cestinha foi Joe Johnson, do Jazz, com 27 pontos. O brasileiro Raulzinho actuou apenas por 3min18 e não pontuou. Nos Pelicans, Terrence Jones foi o destaque com 21 pontos.

Num duelo equilibrado, o Minnesota Timberwolves derrotou o Toronto Raptors, no Target Center, por 112-109.

Andrew Wiggins, do Wolves, foi o cestinha com 31 pontos. Outro destaque da equipa foi Karl-Anthony Towns com um duplo-duplo, fazendo 29 pontos e 14 ressaltos. Já na franquia canadense, DeMar DeRozan foi o principal marcador com 30 pontos. O brasileiro Lucas "Bebê" Nogueira esteve 21min06 em quadra, marcando dois pontos, um ressalto e uma assistência.

Comandado por Blake Griffin, o Los Angeles Clippers venceu o New York Knicks, no Madison Square Garden, por 119-115.

O extremo poste foi o cestinha do confronto com 32 pontos. Quem também fez uma grande apresentação pelos Clippers foi DeAndre Jordan, fazendo um duplo-duplo, com 28 pontos e 15 ressaltos. Na franquia nova-iorquina, Carmelo Anthony foi quem mais pontuou com 28. O Boston Celtics teve a sua sequência de sete vitórias interrompidas ao ser derrotado pelo Sacramento Kings, no Golden 1 Center, por 108-92.


NBA
Curry quer rescindir
com a Under armor

O atleta Stephen Curry, uma das maiores estrelas da Liga Norte-americana de Basquetebol (NBA), admitiu rescindir o contrato de patrocínio com a Under Armor, depois do seu presidente ter elogiado Donald Trump.

Kevin Plank, director -executivo da marca de equipamentos desportivos, disse na terça-feira numa entrevista à CNBC, que o novo presidente dos Estados Unidos era um homem que entendia de negócios, e por isso, “uma mais valia” para o país.

“Passei o dia todo ao telefone com muitas pessoas da Under Armour, para tentar entender o que se passava, e quais realmente as suas palavras (de Kevin Plank"”, explicou o jogador dos Golden State Warriors ao diário Mercury News.

Para Curry, se a marca não partilha os seus valores, a solução é a rescisão do contrato.

“Se os líderes (da Under Armour) não têm os mesmos valores que eu, não é o dinheiro que vai fazer o que não sou”, disse o actual vice -campeão da NBA.

Durante a campanha presidencial, Curry foi uma das figuras mediáticas que apoiou a candidata da democrata Hillarty Clinton.

OAKLEY
Charles Oakley, antigo basquetebolista dos New York Knicks, foi detido depois de se  envolver em confrontos físicos, nas bancadas do Madison Square Garden.

Oakley assistia ao jogo dos Knicks com os Los Angeles Clippers, na Liga Norte-americana de Basquetebol (NBA), perto do proprietário da equipa nova-iorquina, James Dolan, com quem manteve sempre uma relação tensa.

Segundo um elemento das relações públicas da equipa de Nova Iorque, Oakley foi retirado do recinto e detido pela polícia nova -iorquina. “Foi um grande ‘Knick’ e esperamos que receba ajuda”, referiu responsável do clube.

Segundo o mesmo responsável, Oakley comportou-se “de forma inapropriada e abusiva”, o que levou uma equipa de seguranças a retirá-lo das bancadas.