Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Tira-teimas

Melo Clemente - 18 de Dezembro, 2015

Extremo Jorge Taty tem estado em bom plano na formação do 1º de Agosto que procura o nono título africano de clubes

Fotografia: Jornal dos Desportos

Moralizado com o triunfo dos quartos-de-final, sobre a forte equipa do Etoile Sportive de Radés da Tunísia, a quem venceu por 74-49, a formação do Atlético Petróleos de Luanda vai procurar redimir-se do desaire da fase preliminar (74-55), quando defrontar hoje, a partir das 20h15 minutos, o arqui-rival, 1º de Agosto, na segunda partida das meias-finais da XXX edição da Taça dos Clubes Campeões Africanos de basquetebol em seniores masculino.

Petrolíferos e militares voltam a jogar esta noite, depois de se terem defrontado na fase preliminar da referida competição, com a vitória a sorrir para a equipa rubro e negra que mantém a invencibilidade na competição que encerra amanhã, sábado, dia 19.

Depois da excelente exibição patenteada frente ao Etoile Sportive de Radés da Tunísia, actual vice-campeão africano, a equipa petrolífera vai, seguramente, tentar repetir a proeza no desafio de mais logo, diante do arqui-rival.

 Apesar de não terem feito a pré-época, Emanuel Quezada e Jason Cain, ambos norte-americanos de nacionalidade, têm sido as principais unidades em grande destaque da equipa do Eixo-viário nesta fase final da Taça dos Clubes Campeões Africanos da "bola ao cesto". Ontem, Lazare Adingono, aproveitou o dia de folgo para rever os erros cometidos na derrota da sua equipa, frente ao 1º de Agosto.

Para o desafio desta noite, o técnico petrolífero deve apostar no mesmo cinco que desfeiteou o Etoile Sportive de Radés da Tunísia, constituído por Emanuel Quezada, Jason Cain, Leonel Paulo, Domingos Bonifácio e Reggie Moore.

Entretanto, o 1º de Agosto que a par do Recreativo do Libolo mantém a invencibilidade na competição, espera vergar, mais uma vez, o seu opositor, a fim de assegurar o passe de acesso à final da XXX edição da Taça dos Clubes Campeões Africanos da modalidade.

Apesar de reconhecerem as potencialidades dos actuais campeões nacionais, os militares estão fortemente apostados em derrotar novamente o conjunto tricolor, que procura o seu segundo anel continental.

Tal como o Atlético Petróleos de Luanda, a formação do 1º de Agosto fez um autêntico passeio turístico nos quartos-de-final, em que cilindrou o Kano Pillars da Nigéria, por 102-60. Richard Casas, técnico espanhol ao serviço do 1º de Agosto, vai poder contar com todas as suas melhores unidades para o embate de mais logo, desafio de difícil prognóstico, a julgar pelo potencial das duas agremiações.

Armando Costa, Francisco Sousa, Cedrick Ison, Mahamed Cissé, Felizardo Ambrósio "Miller", Edson Ndoniema, Tariq Kirksay e Jorge Taty têm estado em bom plano na competição.

Emanuel Quezada e Domingos Bonifácio, ambos do Atlético Petróleos de Luanda, e Armando Costa e Francisco Sousa (1º de Agosto), podem travar um duelo interessante na posição um (base), ao passo que no jogo interior Jason Cain e Leonel Paulo (Petro) vão evidenciar uma "luta acesa" com Felizardo Ambrósio "Miller" e Joaquim Gomes "Kikas".   

O Pavilhão Multiusos do Kilamba vai conhecer uma boa casa, já que estarão em confronto duas das melhores equipas da actualidade a nível doméstico e do continente africano.


Primeira meia-final
Equipa do Libolo volta a jogar com Magrebe


A formação do Recreativo do Libolo volta a cruzar com uma equipa do zona do Magrebe, quando defrontar hoje, a partir das 18h00, no Pavilhão Multiusos do Kilamba, a congénere do Asfar Rabat de Marrocos, na primeira partida das meias-finais da Taça dos Clubes Campeões Africanos da "bola ao cesto".

Depois de ter enfrentado o Etoile Sportive de Radés da Tunísia e Gezira do Egipto, durante a fase preliminar, vencendo os dois desafios, por 83-81 e 71-55, respectivamente, os actuais campeões africanos procuram na partida de mais logo superar a bem arrumada equipa do Asfar Rabet de Marrocos, que tem Mustapha Khalfi, como a principal unidade.

Em declarações à comunicação social, Norberto Alves, técnico principal do Recreativo do Libolo, considera ser importante manter a coesão da equipa para a parte final da competição.

"É importante mantermos coesão para o resto da competição. Temos que encarar todos jogos agora como uma autêntica final", revelou o técnico português que não escondeu o desejo de manter a coroa africana.O técnico libolense poderá utilizar o seguinte cinco: Carlos Morais, Milton Barros Eduardo Mingas, Valdelício Joaquim e Braúlio Morais.

Com mais estrelas no seu conjunto, o Recreativo do Libolo apresenta-se como principal favorito à passagem para a final da edição 30 da Taça dos Clubes Campeões Africanos.

Os marroquinos prometem dificultar ao máximo as pretensões dos angolanos que perseguem a segunda final consecutiva.


Estatística
Emanuel Quezada
entre os melhores


Emanuel Quezada, base norte-americano ao serviço do Atlético Petróleos de Luanda, figura na segunda posição da lista dos melhores marcadores desta edição da Taça dos Clubes Campeões Africanos de basquetebol em seniores masculino, com 74 pontos, atrás do cabo-verdiano Fidel Teixeira, com 87 pontos.

Quezada, em quatro partidas, marcou 74 pontos, o que representa uma média 18,5 pontos por cada desafio, números que vão seguramente subir, quando forem contabilizados as partidas da segunda fase.

O terceiro lugar da lista dos melhores "artilheiros" é ocupada pelo egípcio do Gezira, Deandre Dorsey, com 72 pontos marcados (18), ao passo que o internacional angolano Carlos Morais aparece no quarto posto, com 70 pontos, o que representa uma média de 17, 5 pontos por cada partida.

Já Eduardo Mingas, outro internacional angolano, lidera a lista dos melhores ressaltadores, com 33, seguido do francês Tariq Kirksay do 1º de Agosto, com 24 ressaltos. Leonel Paulo, do Atlético petróleos de Luanda, ocupa o sexto lugar, com 22 ressaltos.

Entretanto, Carlos Morais (62), Libolo, Olímpio Cipriano (62), Libolo, Francisco Sousa (55),1º de Agosto, Braúlio Morais (48), Libolo e Hermenegildo Mbunga (45), Petro, Edson Ndoniema (38), 1º de Agosto, foram os atletas mais utilizados durante a fase preliminar da XXX edição da Taça dos Clubes Campeões Africanos.

Entretanto, ontem, para as classificativas do quinto ao oitavo lugares, a formação do Gezira do Egpto Derrotou a similar da Associação Desportiva Bairro de Cabo Verde, por 76-63. Os egípcios foram superiores em todos os aspectos.M.C


No cinco
Gomes "Kikas"
pode aparecer


Depois de ter brilhado nos quartos-de-final, o internacional angolano, Joaquim Gomes "Kikas" poderá merecer a confiança do técnico Richard Casas para o cinco inicial da formação do 1º de Agosto que hoje mede forças com Atlético Petróleos de Luanda, em partida a contar para as meias-finais da Taça dos Clubes Campeões Africanos da "bola ao cesto".

Diante do Kano Pillars da Nigéria, em que a sua agremiação venceu por expressivos 102-60, o internacional angolano foi o melhor marcador da partida, com 17 pontos, em 20 minutos e três segundos.

O poste que completa 35 anos de idade, no dia 23 do mê em curso, tem sido pouco utilizado pelo técnico espanhol, Richard Casas, que tem a missão de resgatar o mística do clube.

O internacional angolano já conquistou cinco títulos a nível da Taça dos Clubes Campeões Africanos de Basquetebol, sendo por isso, o atleta mais titulado do Clube Central das Forças Armadas Angolanas.

Joaquim Gomes "Kikas" arrebatou as edições de 2007, 2008, 2009, 2012 e 2013.