Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Tricolores cilindram marinheiros na cidadela

MELO CLEMENTE - 08 de Fevereiro, 2020

Fotografia: Agostinho Narciso | Edies Novembro

Avisado do susto que levou na segunda volta, em que venceu o seu opositor por 101-96, após prolongamento, a formação do Atlético Petróleos de Luanda vergou ontem de forma categórica, no Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva, o Grupo Desportivo da Marinha de Guerra, por 116-77, em partida referente a primeira jornada da terceira volta da fase regular da 42ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino.
Com este triunfo, os petrolíferos da capital cimentaram a liderança da tabela classificativa, agora com 29 pontos, contra 27, do Clube Central das Forças Armadas Angolanas (1º de Agosto) e Grupo Desportivo Interclube, respectivamente.
Depois de ter conseguido assustar a equipa tricolor, no adeus a segunda volta, em que forçaram inclusive um prolongamento de cinco minutos, a formação do Grupo Desportivo da Marinha de Guerra foi incapaz de travar o jogo ofensivo do seu adversário, que diga-se, apareceu com a lição muito bem estuda.
A jogar no seu reduto, o técnico camaronês ao serviço do Atlético Petróleos de Luanda conseguiu montar uma equipa de neutralizou por completo a jovem formação da Marinha, que esteve muito aquém do seu rendimento, fruto da postura evidenciada pela turma do eixo-viário.Com um cinco constituído por Childe Dundão, Carlos Morais, Leonel Paulo (capitão), Hermenegildo M’bunga e Gerson Gonçalves “Lukeny “, os petrolíferos da capital que procuram conquistar o segundo título consecutivo, anotaram no quarto inicial 33 pontos, contra apenas 18 do seu oponente.
No segundo período, os actuais Campeões nacionais mantiveram o comando das operações, ante uma Marinha que não conseguia desfazer-se da “teia” defensiva da formação visitada que venceu no parcial, por 29-15, perfazendo 62-33, ao cabo dos primeiros 24 minutos.
Ante o domínio que exercia na partida, Lazare Adingono deu-se ao luxo de dar tempo de jogo aos 12 jogadores convocados para a partida e, curiosamente, todos fizeram o gosto a mão, situação que contribuiu para o resultado “gordo”.
Fruto das mexidas sistemáticas, a equipa tricolor baixou consideravelmente de rendimento, fundamentalmente, no derradeiro quarto, em que perdeu no parcial, por 26-27.
Leonel Paulo, Carlos Morais, Gerson Gonçalves “Lukeny” e Childe Dundão foram os melhores marcadores da partida, com 17, 16, 14 e 12 pontos, respectivamente.Jone Pedro, poste do Atlético Petróleos de Luanda, foi o rei dos ressaltos, com cinco (3/2).
Do lado da Marinha, Edmilson Inglês, esteve em grande ao terminar a partida com 14 pontos, contra 10 de Wilson Ambrósio, Milton Valente e António Ndalimbilwa, respectivamente.O trio de arbitragem constituído por António Bernardo, Francisco Tando e Fernando Seco com um ou outro erro, não teve influência no resultado final.
Ainda ontem, o Clube Desportivo Universidade Lusíada derrotou o Clube de Formação Desportiva Kwanza, por 70-85.
Já o 1º de Agosto, que contou com a presença do base norte-americano, Emnuel Quezada, vergou o Atlético Sport Aviação (ASA), por 99-81. Quezada anotou 20 pontos. O Vila bateu o Grupo Desportivo Interclube, por 62-69, em pleno Pavilhão 28 de Fevereiro.

INTERCLUBE
RECEBE O ASA

As formações do Grupo Desportivo Interclube e do Atlético Sport Aviação (ASA) defrontam-se hoje, sábado, a partir das 18h00, no Pavilhão 28 de Fevereiro, em partida que centraliza às atenções da segunda jornada da terceira volta da fase regular da 42ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino.
Polícias e aviadores vão protagonizar a partida de maior cartaz da ronda número dois da terceira volta do \"Nacional\".
A ronda abre às 15h00, com o Clube de Formação Desportiva Kwanza a receber no Pavilhão 28 de Fevereiro, a similar do Atlético Petróleos de Luanda, líder incontestável da prova, agora com 29 pontos.
O 1º de Agosto defronta as 18h00, no Pavilhão Victorino Cunha a formação do Clube Universidade Lusíada, ao passo que o Grupo Desportivo Interclube terá a visita do Atlético Sport Aviação (ASA), às 18h00, no Pavilhão 28 de Fevereiro.

FICHA TÉCNICA 
Pavilhão: Cidadela
Comissário: Fernando Pacheco
Arbitragem: António Bernardo, Francisco Tando e Fernando seco
Petro: Olímpio Cipriano (2), Childe Dundão (12), Carlos Morais (16), José António (7), Antwan Scott (7), Leonel Paulo (Cap) (17), Hermenegildo M´bunga (10), Benvindo Quimbamba (11), Gerson Gonçalves \"Lukeny\" (14), Jone Pedro (5), Aldemiro João (6), Valdelício Joaquim (9).
Treinador: Lazare Adingono
Marinha: Edmilson Inglês (14), Adnilson Andrade (0), Wilson Ambrósio (10), Cristiano Xavier (6), Tárcio Domingos (9), Cândido Madureira (0), Eusébio Santos (2), Milton Valente (10), Geraldo Lucas (8), Fábio Domingos (8), António Ndalimbilwa (10), Nzoge António (0).
Treinador: Júlio Pinto
Marcha do marcador: 33-18, 62-33, 90-50, 116-77
Parciais: 33-18, 29-15, 28-17, 26-27