Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Tricolores superam militares num jogo emotivo

Juscelino da Silva - 02 de Março, 2019

Com a presença "vip" do vice-presidente da República, Bornito de Sousa, o Petro de Luanda recebeu e venceu, ontem, no pavilhão principal da Cidadela Desportiva, o 1º de Agosto por 90-87 em desafio a contar para a primeira jornada da quarta e última volta da fase regular do Unitel basket.
A jogar em casa diante do seu público, os petrolíferos assumiram cedo as rédeas do jogo diante de militares apáticos. Com o \"assalto\" da quadra, o extremo José António era o grande responsável do jogo ofensivo. Os lançamentos dos petrolíferos na linha de três metros e setenta e cinco centímetros surtiram efeitos. No final do primeiro quarto, vencia por 26-17.
No segundo quarto, os militares entraram com nova dinâmica, mas encontraram um Petro de Luanda muito forte a defender e rápido nos contra-ataques. Os rapazes do eixo-viário voltaram a estar em superioridade e foram ao intervalo a vencer por 45-37.
No reatamento, o 1º de Agosto passou a pressionar mais e obrigou os rapazes de Lazare Adingono a cometerem erros. O timoneiro camaronês respondeu com a entrada de Carlos Morais. O extremo-base foi agraciado com uma ovação da massa associativa. A Cidadela extremeceu.
Carlos Morais não deixou os créditos em mãos alheias e correspondeu com o carinho dos adeptos. Deu um verdadeiro show de bola com triplos e smaches. Nessa altura, Lazare Adingono contava com Childe Ndundão, Leonel Paulo, Divaldo Munga e Olímpio Cipriano. Era um recital de basquetebol.
Paulo Macedo era um treinador inconformado com o resultado. Efectuou várias mexidas no xadrez de forma a \"estancar a hemorragia\" ofensiva dos petrolíferas. Não teve sorte. Falhou todas as estratégias e viu os petrolíferos terminarem à frente por 71-63.
No último quarto, fruto de boa dinâmica defensiva, o 1º de Agosto aproximou-se dos números do Petro de Luanda, que cometia muitos erros e perdas de bola. Com cinco faltas colectivas, o base Emanuel Quezada começou a forçar as penetrações para ir na linha de lances livres. A estratégia resultou e os militares reduziram a desvantagem para quatro pontos.
Nos últimos minutos do jogo, decidiu-se o resultado. Os adeptos das duas equipas esperavam por prolongamento e a experiência dos petrolíferos veio ao de cima e esticaram-se para 90-87. Sem mais tempo para reacção, os militares somaram mais uma derrota. As duas melhores equipas angolanas somam agora duas derrotas cada em jogos entre si.
Emanuel Quezada foi o cestinha do jogo com 21 pontos, seguido de José António, do Petro de Luanda com 18.
Petro de Luanda e 1º de Agosto voltam a defrontar-se no dia 22 de corrente para a AfroLiga. os militares continuam na liderança do Unitel Basket com 47 pontos, contra 46 do Petro de Luanda.
A nota positiva do jogo foi a lotação do pavilhão da Cidadela Desportiva. A nota negativa é a actuação do trio de arbitragem formado por David Manuel, Francisco Tandu e António Samuel.

TRANSFERÊNCIA
Jone Pedro "abraça" Galitos de Portugal


O internacional angolano Jone Lopes Pedro, 28 anos de idade, poste de 2,08 metros de altura e 80 quilogramas de peso, é a mais recente contratação do Galitos de Portugal para a presente época desportiva. O atleta não havia chegado a acordo com a direcção de Raul Hendrick para representar as cores do 1º de Agosto. O vínculo contratual com os militares terminou em Setembro, mas as negociações continuaram até Janeiro último.
Jone Pedro fica ligado ao clube do Barreiro até o final da época. A missão do angolano é ajudar a equipa a manter-se entre as oito melhores do campeonato português, conforme confirmou o presidente do clube, Carlos Guerreiro.
O angolano já foi apresentado aos colegas, à equipa técnica e deve realizar os exames médicos nos próximos dias. A presença de Jones Pedro na tuga resulta de uma estratégia para se manter em actividade. Angola está apurada para o Mundial da China'2019 e o poste pretende vestir a camisola da selecção, se merecer a confiança de William Voight, seleccionador.
Em declarações ao Jornal dos Desportos, Joaquim Alberto "Chacha", representante do atleta, confirmou a contratação de Jones Pedro.
"A partir de hoje (ontem), Jone Pedro é jogador do Galitos de Portugal até o final da época, fruto das boas relações que tenho com algumas equipas portuguesas", disse.
Joaquim Alberto "Chacha" esclareceu que "foi possível encontrar uma equipa para Jone Pedro de forma a mantê-lo em actividade e em boa forma desportiva e física".
Jone Pedro não integrou no início da época o plantel às ordens de Paulo Macedo, no 1º de Agosto. Em consequência, o clube militar aplicou-lhe uma sanção disciplinar, que se circunscreveu em multa sem aviso prévio.    

REFORÇO
Kendrall Gray reforça petrolíferos
       
Depois de contratar o extremo-base Carlos Morais, a direcção do Petro de Luanda, liderada por Tomás Faria, foi ao mercado norte-americano contratar o poste Kendall Gray, de 26 anos de idade, 2,08 metros de altura e 110 quilogramas, para reforçar a posição zero-cinco. A direcção do clube tricolor e o agente do atleta chegaram a acordo na quinta-feira, último dia para as inscrições dos atletas.
O vínculo contratual de Kendall Gray é válido até o final da presente época desportiva. O Petro de Luanda já deu entrada do processo administrativo do atleta norte-americano à Federação Angolana de Boxe e na Associação Provincial de Basquetebol de Luanda, segundo apurámos junto da equipa do eixo-virário.
 Kendrall Gray foi eleito o jogador do ano da Liga universitária NCAA. O atleta teve ainda como registo de melhor ressaltador da prova com uma media de 12,4 ressaltos por jogos. O jovem atleta tem ainda nos seus registo uma passagem pela equipa de Long Island Nets da G League e Delaware State University. Tinha sido eleito o Jogador do Ano da Conferência Atlética do Oriente Médio de 2014-15.
O jovem atleta fez parte do Draft da NBA em 2015 e ajudou a equipa a tornar-se na quarta selecção na história da escola ao ganhar a honra na NCAA.
Kendrall Gay deve desembarcar na próxima semana a Luanda para se juntar aos restantes companheiros de equipa liderada por Lazare Adingono. Fontes do clube tricolor informam que o atleta está ansioso para representar o novo clube. Por essa razão, vai custear a sua deslocação a capital de Angola. A direcção de Tomás Faria comprometeu-se em ressarcir os valores a serem gastos pelo atleta.