Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Warriors brilham no terceiro jogo

25 de Abril, 2015

O Golden State mostrou a sua força, encurralou o adversário

Fotografia: AFP

A equipa com melhor campanha da NBA, o Golden State Warriors, sofreu para conseguir a vitória espectacular fora de casa, depois de prolongamento, diante do New Orleans Pelicans, a última equipa a garantir vaga nos play- off da Conferência Oeste. Comandado por Stephen Curry, o Golden State superou uma desvantagem de 20 pontos no último quarto e triunfou por 123- 119.

Agora, o Golden State Warriors lidera a série válida na primeira ronda dos play- off por 3 - 0, já que tinha vencido os dois primeiros compromissos do confronto diante da sua claque. O quarto jogo da série ocorre hoje, novamente, na quadra dos Pelicans.As duas equipas fizeram um primeiro quarto bastante equilibrado, com ligeira vantagem para os Pelicans: 26- 25. No segundo quarto, a equipa da casa foi superior, teve grande desempenho no sector ofensivo, aplicou 37- 27 e foi para o intervalo com vantagem de 11 pontos.

No terceiro quarto, o New Orleans Pelicans mais uma vez impôs um ritmo forte, fez 26- 17 no parcial e foi tranquilo para o último período. Mas essa tranquilidade ruiu. O Golden State mostrou a sua força, encurralou o adversário e encurtou a distância no placar a cada segundo.

O final do jogo foi dramático. A faltar 12 segundos para o término da partida, os Pelicans venciam por 107- 102. Nesse momento, Stephen Curry converteu uma bola de três e colocou os Warriors novamente na disputa. Ao sofrer uma falta, Anthony Davis teve dois lances livres para praticamente decidir a partida, mas errou um arremesso. A restar três segundos, o eficiente Stephen Curry acertou mais uma bola de três, empatou a partida e levou o emocionante jogo para o prolongamento.

O New Orleans Pelicans chegou abalado para o tempo extra. Por outro lado, o Golden State Warriors voltou para a quadra embalado, sob a batuta de Curry. Mesmo assim, os Pelicans lutaram até o fim. No entanto, não deu para os anfitriões. Os Warriors anotaram 15- 11 no  parcial derradeiro e fizeram 3-0 na série. Agora, estão mais perto das meias-finais da conferência.

Stephen Curry terminou o jogo com 40 pontos, cinco ressaltos e nove assistências. Além disso, converteu sete bolas de três, em 18 tentativas. Outro destaque ficou por conta de Draymond Green, com 12 pontos, 17 ressaltos e cinco assistências. Klay Thompson contribuiu com mais 28 pontos.Do lados do Pelicans, Anthony Davis marcou 29 pontos e apanhou 15 ressaltos, ao passo que Ryan Anderson saiu do banco de suplentes e anotou 26 pontos. Já Tyreke Evans encerrou o embate com 19 pontos, quatro ressaltos, oito assistências e três roubos de bola.

PLAY- OFF
Chicago Bulls
a uma vitória


Depois de vencer os dois jogos em casa, o Chicago Bulls, deu mais um grande passo para avançar na primeira fase dos play- off da NBA ao bater o Milwaukee Bucks por 113- 106, em pleno BMO, Harris Bradley Center. Porém, mais do que em qualquer outro jogo da série, os Bulls sofreram. A menos de três minutos para o fim do jogo, a equipa viu o adversário marcar 11 pontos de forma consecutiva e forçar dois prolongamentos. De qualquer forma, o embalo da equipa da casa não foi o suficiente para que alcançasse a primeira vitória.

Agora, os Bulls só precisam de mais um triunfo para selarem a classificação. O próximo jogo da série ocorre hoje, novamente em Milwaukee. Caso os Bucks consigam ganhar, a disputa vai regressar a Chicago.A situação da equipa de Wisconsin é extremamente delicada. Para se classificar, tem de alcançar um feito inédito e protagonizar um milagre. Isso porque, nas 110 vezes em que uma equipa saiu a perder por 3- 0 nos play-off, esta nunca reverteu a série e continuou na NBA.

O grande destaque do jogo foi Derrick Rose, que terminou como cestinha da partida com 34 pontos, seis dos quais no segundo prolongamento. Além disso, o base deu oito assistências e pegou cinco ressaltos. Jimmy Butler também esteve bem ao fazer 24 pontos. Pau Gasol alcançou um double-double: 17 pontos e 14 ressaltos.Pelos Bucks, Giannis Antetokounmpo foi o grande nome ao fazer 25 pontos e recuperar 12 ressaltos. Michael Carter-Williams marcou 19 pontos (um a mais do que Khris Middleton) e distribuiu nove assistências. John Henson ainda saiu do banco para conseguir um double-double: 15 pontos e 14 ressaltos.

O JOGO
O duelo começou muito intenso, o primeiro quarto acabou com um placar de 27- 27. No jogo anterior, as duas equipas tinham feito juntos 27 pontos no período inicial. Antes do intervalo, os Bucks abriram uma vantagem de quatro pontos (53- 49), mas não conseguiram manter o equilíbrio e viram os visitantes ficarem à frente no segundo tempo.

A 2m50s para o fim do jogo, os visitantes venciam por 94 - 84 e pareciam estar com o terceiro triunfo na série encaminhado. Porém, foi neste momento que ocorreu a reacção dos mandantes.Foram 11 pontos consecutivos dos Bucks, que viraram a menos de 11s para o fim. Henson ainda errou um dos seus dois lances livres com 42s no relógio.

O Chicago ainda pôde reassumir a liderança com dois lances livres na sequência, mas Rose errou um dos arremessos e deixou tudo igual. No último lance do jogo, Middleton tentou a bola de três para dar a vitória ao Milwaukee, mas errou. A decisão foi para a prolongamento com 95 - 95 no marcador.Nos cinco minutos adicionais, ambas as equipas seguiram iguais e ninguém acertou a cesta na metade final. Assim, o placar ficou em 101 - 101 e um novo prolongamento foi necessário.