Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Warriors continuam a somar recordes

10 de Dezembro, 2015

Golden State bate recorde de triunfos fora de casa no abrir da época da Liga norte-americana

Fotografia: AFP

Os Golden State Warriors igualaram, na terça-feira, o segundo melhor registo de triunfos consecutivos na Liga norte-americana de basquetebol profissional (NBA) e bateram o recorde de vitórias fora, a abrir uma época, ao baterem os Indiana Pacers por 131-123.Em Indianápolis, a contar com os quatro triunfos a fechar 2014/15, os campeões em título igualaram as 27 vitórias seguidas na fase regular dos Miami Heat em 2012/13, ficam a seis do recorde dos Los Angeles Lakers (33, em 1971/72).

No que respeita aos triunfos fora, a abrir a época, os Warriors passaram a somar 13 vitórias, superam os 12-0 – que já tinham igualado - dos New York Knicks em 1969/70, numa noite que acabou em aflição, face à lesão sofrida por Klay Thompson.Thompson, que foi a grande figura do jogo, com 39 pontos (máximo pessoal da época), incluindo 10 ‘triplos’ em 16 tentados, sete ressaltos e seis assistências, foi substituído no último minuto devido a uma entorse no tornozelo direito, que exames posteriores revelaram não ser grave.

Stephen Curry, com 29 pontos (3/11 em ‘triplos’), dez assistências e sete ressaltos, e o australiano Andrew Bogut, com 14 pontos – sete em oito nos ‘tiros’ de campo – e dez ressaltos, também foram determinantes no 23.º triunfo, em 23 jogos, dos Warriors na edição 2015/16 da NBA. A formação que lidera destacada a Conferência Oeste venceu por oito pontos, mas chegou a liderar por 32 (77-109, a 46,3 segundos do final do terceiro período), entrou  no último quarto (83-111) com a vitória ‘assegurada’.

Os 40 -20 finais para os locais, que chegaram a colocarem-se a seis pontos e tiveram um ‘triplo’ para ficar a quatro, a 47,9 segundos do fim, equilibraram um jogo que os forasteiros também não dominaram na parte inicial (5-0, 11-4 e 21-15).Um parcial de 22-0, em 4.42 minutos, com oito pontos de Thompson e outros tantos de Curry, passou o resultado de 21-15 para 21-37 e deixou o triunfo dos forasteiros muito bem encaminhado logo no período inicial (28-44). No segundo quarto, a diferença chegou a 22 (28-50), caiu para metade (51-62) e fechou em 19, com os Warriors a alcançarem os 79 pontos, muito por culpa da inspiração de Thompson, que chegou a meio com 29 pontos e oito triplos.

Os detentores do título também dominaram o terceiro período, chegaram a 32 pontos de vantagem (77-109), para, depois, “desligarem”.Sob o comando de Paul George, autor de 33 pontos, oito ressaltos e seis assistências, e CJ Miles com 24 pontos, os Pacers que seguiam no segundo posto no Este, não desistiram e a 24,8 segundos do fim, colocaram-se a seis pontos.Os Warriors não permitiram que o conjunto de Indianápolis fizesse melhor, mesmo sem Klay Thompson, que saiu lesionado, embora sem grande gravidade, pode falhar a deslocação de sexta-feira a Boston, num conjunto que continua sem Harrison Barnes.

NBA
Base John Wal
conduz o Wizards à vitória


Em dia de inspiração, John Wall foi o maior marcador do jogo entre Washington Wizards e Miami Heat. O base marcou 26 pontos, fez sete assistências e conduziu à vitória de Wizards fora de casa, por 114 - 103. Wall contou com apoio de Bradley Beal e Gary Neal, que somaram 21 pontos cada. No Washington Wizards, o extemo Otto Porter Jr. chegou a um double -double de 13 pontos e 14 ressaltos. O atleta não está bem na competição e está a sofrer com as lesões.

A equipa da capital norte-americana tem aproveitamento abaixo de 50 por cento, com nove vitórias e dez derrotas, mas é um pesadelo para as equipas que ocupam o topo da Conferência Leste. Depois de derrotar o Cleveland Cavaliers (13-7), na semana passada, agora foi a vez do Miami Heat (12-7). Com a derrota, o Miami caiu para a terceira posição da Conferência Leste e está atrás dos Cavaliers e do Indiana Pacers (12-7). Dwayne Wade foi o grande nome da equipa da Flórida ao chegar perto de um triple -double, com 26 pontos, nove assistências e sete ressaltos. Goran Dragic foi o segundo cestinha do conjunto com 20 pontos e nove assistências, seguido por Chris Bosh, que anotou 18 pontos e nove ressaltos.

Num outro jogo, o Los Angeles Lakers foi ao Canadá perder diante de Toronto Raptors, por 102 - 93, mesmo com 21 pontos de Kobe Bryant.O base Kyle Lowry fez grande actuação na equipa da casa, com 27 pontos, sete ressaltos e seis assistências, seguido por Terrence Ross (22 pontos) e Bismack Biyombo, com um double-double de 15 pontos e 13 ressaltos.

Com o triunfo, o 13º na época, a equipa canadense encerrou uma sequência de três derrotas consecutivas em casa e ocupa a sexta posição da Conferência do Leste, com um jogo de desvantagem sobre o líder Cleveland Cavaliers.Os Los Angeles Lakers, além dos 21 pontos de Kobe, teve como destaques Juluis Randle, que anotou um double -double de 15 pontos e 11 ressaltos, Louis Williams, também com 15 pontos, e Jordan Clarkson, com 13 pontos. Os Lakers têm a pior campanha da Conferência Oeste, com apenas três vitórias em 21 partidas.