Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Warriors garante mais um triunfo

06 de Janeiro, 2016

O Miami Heat é o actual terceiro colocado da Conferência Leste, enquanto o Indian Pacers encontra-se na sexta posição.

Fotografia: AFP

O Golden State Warriors garantiu mais uma vitória, na actual época, ao vencer o Charlotte Hornets na madrugada de ontem terça-feira, por 111-101, em casa. O conjunto liderado por Stephen Curry teve como principal destaque, Draymond Green, que chegou ao  terceiro triplo -duplo consecutivo, sétimo na temporada e ajudou os donos da casa a saírem de quadra com o 32º triunfo.

Em dúvida estava Curry que  não só esteve presente na vitória como também foi o cestinha da partida ao lado de Klay Thompson, com 30 pontos. Os Splash Brothers voltaram a tomar conta do protagonismo, ao contrário do que se viu na reedição da final da época passada contra o Cleveland Cavaliers, quando ambos tiveram desempenho regular.

Quem também chamou a atenção foi Draymond Green, que atravessa uma grande fase na actual temporada e tem sido decisivo nos últimos jogos para os Warriors. O pivot anotou 11 pontos, 14 ressaltos e dez assistências, saindo de quadra com seu terceiro triplo-duplo consecutivo e a bater uma marca que não era alcançada por um atleta dos Warriors desde Tom Gola, na temporada 1959/60.

Com a vitória, o Golden State Warriors lidera com folga a Conferência Oeste, seguido pelo San Antonio Spurs e Oklahoma City Thunder.  Quanto  ao Charlotte Hornets ocupa a décima posição da Conferência Leste e no momento está fora da zona de classificação para os play -offs.

 O Miami Heat protagonizou uma partida emocionante com o Indiana Pacers na AmericanAirlines Arena. Com um atraso de 40 minutos em relação ao horário marcado para o início do duelo, a equipa de Chris Bosh sofreu para conquistar o triunfo diante da sua claque por 103-100.

Liderados por Paul George, os Pacers venderam cara  a vitória, aos donos da casa, já que a partida teve de ir para a prolongamento, após os quatro períodos. No tempo extra, o Miami Heat acelerou e conseguiu a vitória com o registo de 8-5, 103-100 no somatório do placar.

Mesmo com o revés, Paul George saiu da quadra como cestinha da partida, com 32 pontos. Chris Bosh também teve uma grande actuação e contabilizou 31 pontos pelo Miami. Ambas as equipas estão firmes na procura de uma vaga nos play -offs. O Miami Heat é o actual terceiro colocado da Conferência Leste, enquanto o Indian Pacers  encontra-se  na sexta posição.

EUROCUP
União Sportiva
defronta Angers

A equipa açoriana do União Sportiva joga na quinta-feira com o Angers, na primeira mão dos oitavos de final da Eurocup feminina de basquetebol,  espera continuar a fazer história na estreia das competições europeias.

Depois de terem vencido o grupo H, na primeira fase, com 11 pontos e apenas uma derrota diante da Angers, após prolongamento, as campeãs portuguesas denotaram optimismo antes da partida para França. "Gostaríamos de fazer história e atingir os quartos de final da prova.

Nunca uma equipa portuguesa conseguiu estar presente no lote das oito melhores equipas da competição. Vai ser uma eliminatória muito complicada, mas temos capacidade para voltar a superar o Angers", disse hoje à agência Lusa,  Ricardo Botelho.

O treinador do União Sportiva, recordou os jogos da fase de grupos, frente às francesas. "Vencemos em casa por 73-69 e perdemos em Angers após prolongamento por 73-72. Demonstrámos que temos um colectivo forte e capacidade para vencer as francesas.

Mas agora já não contamos com o factor surpresa", acentuou o timoneiro do conjunto de Ponta Delgada. O Olivais de Coimbra foi na época de 2008/09, o único conjunto feminino nacional a  igualar o actual feito do União Sportiva: integrar o grupo das 16 melhores equipas da Eurocup.

Ricardo Botelho dá a fórmula para conseguir ultrapassar o Angers. "Esta equipa francesa é mais lenta e pesada do que a União. As nossas jogadoras terão de ser muito agressivas a defender, apostar em transições rápidas e evitar que o Angers jogue em ataque organizado".

O treinador do Sportiva acrescentou que é necessário "parar o seu jogo interior, constituído por uma jogadora com 1,98 metros (a francesa Angelina Turmel) e outra com 1,92 metros (a lituana Aleksandravicius)".

O União Sportiva apresenta algumas alterações para esta eliminatória. Dispensou a internacional portuguesa Vitória Pacheco e contratou a sérvia naturalizada Tatiana Milovac, irmã da poste Tamara Milovac, basquetebolista que se queixa de dores no joelho direito. "O grupo está bastante motivado e empenhado.

À excepção da Tamara, que revela algumas limitações físicas, as restantes jogadoras estão a 1000 por cento", adiantou Ricardo Botelho, que decerto vai contar com a incrível capacidade e astúcia da norte-americana Ashley Bruner, quase imparável nas situações de um contra um.