Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Yannick Moreira faz pré-temporada

Melo Clemente - 15 de Julho, 2015

Yanick trabalha com os Clippers

Fotografia: Jornal dos Desportos

O poste angolano Yanick Moreira deverá trabalhar durante a pré-temporada com a equipa dos Los Angeles Clippers, na tentativa de conseguir uma vaga na equipa para disputar a Liga norte-americana de basquetebol (NBA), refere a imprensa daquele país.De acordo essas informações, o jogador de 24 anos de idade, 2,08 metros, vai assinar um contrato de pré-época com a formação de Los Angeles, para trabalhar com o grupo na preparação para o campeonato e tentar convencer a equipa técnica liderada por Doc Rivers.

As equipas na NBA começam a trabalhar em Setembro.“Vai ser difícil ele estar entre os rostos da próxima campanha dos Clippers na liga, mas o rapaz tem talento, boa mobilidade e é sempre um uma boa opção defensiva para a tabela dos Clippers”, escreve um articulista na página do clube.Yanick Moreira, que começou sua carreira no 1º de Agosto, representa a Universidade Metodista do Sul, tendo terminado o campeonato passado com uma média de 11.1 pontos por jogo e 6.4 ressaltos.

Está entre os 15 convocados para a preparação da presença de Angola no Afrobasket2015, a ser disputado de 19 a 30 de Agosto na Tunísia. Esteve a competir na Summer League (Liga de Verão), pelos Clippers, depois de não ter sido opção no draft.Confirmando-se a presença do jogador na pré-temporada da formação dos Los Angeles Clippers, será o terceiro angolano a chegar até a esta etapa, depois de Gerson Monteiro (San Antonio Spurs) e Carlos Morais (Toronto Raptors). Victor Muzadi e Olímpio Cipriano também disputaram a Summer League, mas não chegaram até ao estágio nas equipas dos Dallas Mavericks e Detroit Pistons, respectivamente.

Estágio pré-competitivo
Angola consente primeiro desaire


A Selecção Nacional de basquetebol sénior masculino perdeu na noite da última segunda-feira, diante da Venezuela, por claros 54-84, naquele que foi o segundo jogo de controlo dos hendecacampeões africanos, para o Campeonato Africano das Nações da Tunísia (Afrobasket), prova a decorrer de 19 a 30 de Agosto.Depois de ter vencido a selecção de Espanha, na categoria de sub-18, por 79-63, no primeiro teste na projecção ao Afrobasket 2015, os pupilos de Moncho López não conseguiram conter as acções ofensivas dos venezuelanos, que estiveram no máximo da sua força.

A selecção da Venezuela, que ocupa actualmente a 27ª posição do ranking mundial, contra 16º lugar do “cinco” nacional, foi claramente superior. Aliás, o resultado (84-54) espelha perfeitamente a superioridade dos venezuelanos.Sem Yanick Moreira, Sílvio Sousa e Mohamed Cissé Malick, a Selecção Nacional que procura o apuramento aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, entrou melhor na partida, em relação ao seu opositor que dominou por completo os últimos dois quartos.

O seleccionador nacional quer formar um grupo coeso, que seja capaz de conquistar a 28ª edição do Afrobasket, daí que, os resultados no estágio pré-competitivo não estão  em causa.Lista dos atletas, que trabalham com Moncho López em Espanha: Armando Costa, Hermenegildo Santos, Edmir Lucas, Edson Ndoniema, Reggie Moore, Felizardo Ambrósio "Miller", Mohamed Cissé Malick, Braúlio Morais, Carlos Morais, Eduardo Mingas, Valdelício Joaquim, Domingos Bonifácio, Leonel Paulo e Roberto Fortes.

AFRICANO
Comité da Fiba
suspende atletas


O Comité de Disciplina da Fiba-Afrique, suspendeu três atletas da selecção da Nigéria, que disputam em Antananarivo, Madagáscar, o Campeonato Africano das Nações de sub-16, em feminino, por falsificação de identidade.Trata-se de Okoli Mauleen Chidimma, Daniel Menan Denis e Okoye Ifunanya Rosemany.Entretanto, a Selecção Nacional perdeu de forma copiosa na última segunda-feira, frente a similar do Mali, por 46-88, em partida a contar para a segunda jornada do Grupo B. Para mesma jornada, a Tunísia bateu a selecção do Ruanda, por 74-47, desafio onde as tunisinas dominaram do primeiro ao último minuto.

O Grupo B da fase preliminar do Campeonato Africano das Nações de sub-16 é liderado pelo Mali, com seis pontos, fruto de três vitórias em igual número de partidas, seguido da Tunísia, com quatro pontos. Moçambique e Angola ocupam as posições imediatas, ambas com três pontos, ao passo que Ruanda ocupa a cauda da tabela classificativa, com apenas dois pontos. Angolanas têm menos uma partida.Nigéria lidera o Grupo A da fase preliminar, com quatro pontos, seguido do Madagáscar, com três pontos. Egipto e Marrocos ocupam os últimos lugares, ambos com um ponto cada. M.