Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

A voz da Rádio 5 no programa dos kotas

Augusto Fernandes - 18 de Outubro, 2012

Embora nunca tenha praticado deporto federado, Osvaldo Simão Pereira Bravo, mais conhecido por Osvaldo Bravo, viveu e cresceu no Mundo do desporto.

Fotografia: Jornal dos Desportos

Embora nunca tenha praticado desporto federado, Osvaldo Simão Pereira Bravo, mais conhecido por Osvaldo Bravo, viveu e cresceu no Mundo do desporto. Praticou futebol e basquetebol e conhece bem as regras das principais modalidades desportivas. Em termos jornalísticos, foi discípulo de Mesquita Lemos, Gabriela Antunes, Eduardo Magalhães, sem descurar outros grandes profissionais do jornalismo angolano.

Desde muito cedo, Osvaldo Bravo teve inclinação para o mundo da comunicação social, mantendo-se sempre informado. Em companhia de seu pai, ficava durante muito tempo a acompanhar as principais notícias e a imaginar como era o mundo por detrás da rádio. Aos 18 anos, inscreveu-se no Núcleo de Amigos da Rádio Nacional de Angola, que tinha como instrutores Eduardo Magalhães e o José M. Fancony. Ao mesmo tempo, fazia o curso básico de jornalismo na Rádio Escola, que concluiu em 1997, ano em que entrou para o IMEL, onde fez também o curso médio, que concluiu com êxito em 1999.

No período em que frequentava o curso médio foi colocado na direcção de Informação da RNA, onde já funcionavam profissionais como Eduardo Magalhães, Amílcar Xavier, Estanislau Garcia, Francisco Mendes, com quem aprendeu o “ABC” do jornalismo radiofónico. Em 2005, Osvaldo Bravo e o Domingos Quitumba pediram transferência para a Rádio 5. “Fomos  para a Rádio 5 porque ali o pessoal era  mais da nossa faixa etária e sentíamo-nos mais à vontade com eles. Além dois mais, tínhamos uma da queda para o Desporto. Ficamos algum tempo na Rádio 5,  mas como não houve entendimento entre as duas direcções e tivemos de regressar à direcção de Informação.

Mas pouco tempo depois voltamos para a Rádio 5 com uma declaração que dizia que íamos para aquela área a título de empréstimo e já lá vão nove anos”, contou Osvaldo Bravo. Na Rádio 5, Osvaldo Bravo encontrou António Rodrigues como chefe de Produção e Vaz Kinguri como adjunto.  Já lá estavam profissionais como  Arlindo Macedo, José Kissanga, Assunção dos Santos e Francisco Manuel. Pela sua forma de ser e pelo timbre de voz, Isidro Afonso, José Kissanga e Vaz Kinguri aconselharam-no a fazer locução. Assim, Osvaldo Bravo foi fazendo alguns relatos de andebol nacional e teve já o privilégio de relatar o mundial realizado no Brasil em 2011, fazendo dupla com Vaz Kinguri.

“Acho que não tenho queda para relatar futebol. E como gosto de fazer aquilo que sei, limito-me ao andebol. Não gosto da dar passos maiores que a perna”, disse ainda. Osvaldo Bravo afirma que Eduardo Magalhães exerceu grande influência na sua forma de estar noj. “Tenho grande admiração por ele e pela forma como exerce a sua actividade. Outro profissional que também me serve de modelo é o Amílcar Xavier. De resto, fico atento a todos os bons profissionais para aprender sempre algo novo”, reconheceu.

PASSAGEM  PELA  TPA 2
Em 2009, a  TPA 2 precisava de um apresentador para o Programa “Treinador de Bancada”. Osvaldo Bravo foi um dos escolhidos por Manuel Rebelais Eduardo Magalhães para fazer o teste em que participaram vários profissionais. “Quando acabei de fazer o teste, no mesmo dia me foi dado a conhecer que tinha sido aprovado para ocupar a vaga. Assim, a primeira vez que apresentei o programa, só tive dificuldades em fixar bem quais eram as minhas câmaras. Na rádio, trabalhamos apenas com os auscultadores e o microfone. Em televisão, há essa diferença”, adiantou.

PERFIL
Nome completo:
Osvaldo Simão Pereira Bravo
Filiação: Bernardino  A. Pereira Bravo e Manuela S. do Amaral
Naturalidade e data de nascimento: Luanda, aos 23.01.77
Filhos: Uma filha com 6 anos
Altura: 1,68 metros
Peso: 75 kg
Calçado: Nº 39/40
Cor preferida: Azul
Hoobyes: Ficar em casa, ler e ver jogos da NBA
Prato preferido: Fungi com muamba de ginguba
Bebida preferida: Água
Musica: Clássica e romântica
Discoteca: “Não gosto.”
Homossexualismo: “Respeito a preferência dos outros.”
O que mais teme: A morte
O que mais detesta: A mentira
Defeito: Teimosia
Virtude: Gostar de trabalhar
País de sonho: Estados Unidos da América
Cidade Angolana: Lobito
Sonho: Ser um bom pai