Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

Basquetebolista polivalente

Manuel Rosa - 20 de Novembro, 2010

Eva Paulo da Silva brilha no Maculusso

Fotografia: Santos Pedro

A sua inserção na modalidade aconteceu quando ainda contava com 14 anos, nas aulas de Educação Física, na escola 1º de Maio, em 1993. No seu primeiro ano na modalidade participou num campeonato escolar, organizado pela escola 1º de Maio, tendo se sagrado campeã na categoria de infantil. O gosto pela prática da modalidade foi espicaçado após esta conquista, tendo ainda recebido os incentivos do seu irmão mais velho, João Manuel Adão, que era já praticante da modalidade pelos Dínamos de Angola.

O querer e o desejo de conquistar um lugar ao Sol levaram-na a filiar-se ao ex-clube Têxtil de Luanda que viria, mais tarde, a chamar-se Clube Desportivo O Maculusso, onde começou a jogar nas categorias de iniciados, cadetes, juvenis, juniores e actualmente na de seniores. Diz que foi fácil a sua inserção no grupo de trabalho, pois trazia já alguma experiência na modalidade, adquirida na escola, a qual foi consolidada graças à sua entrega e dedicação aos treinos.

A atleta que joga regularmente na posição três e quatro, ou seja, na de extremo, podendo ainda actuar como poste, foi já campeã provincial e nacional nas categorias de iniciados, cadetes e juniores, tendo também conquistado um torneio de abertura, um campeonato provincial, assim como um Torneio Março Mulher na categoria de seniores. As suas qualidades técnicas fazem dela uma atleta polivalente, que tem vindo a emprestar toda a sua valia e o seu saber às conquistas que elevam o clube à dimensão que hoje ostenta no panorama basquetebolístico nacional.

A atleta diz sentir-se bem na sua equipa, onde espera por outras conquistas e não ambiciona mudar-se para outra, pois considera que o facto de ser actualmente a capitã do grupo é motivo de muito orgulho, pois trata-se do reconhecimento do trabalho ao qual se entrega de corpo e alma. Ainda assim, diz ter sido já aliciada por várias equipas, mormente Juventude de Viana, Interclube e CDUAN, Clube Desportivo da Universidade Agostinho Neto, tendo abdicado dos referidos convites, por considerar que não seriam os meios materiais ou financeiros que a levariam a abandonar a equipa que lhe viu crescer em termos de basquetebol.

No seu percurso basqueteblístico foi chamada, em uma ocasião, para os trabalhos da pré-selecção de cadetes, embora tivesse sido afastada da mesma, dada a sua menor idade. A sua maior ambição é a conquista de um campeonato nacional de seniores que ficaria na história e acredita mesmo que tal desiderato pode tornar-se realidade, pois o grupo tem-se esforçado bastante nos treinos.  

Segundo a capitã do Clube Desportivo O Maculusso nota-se um considerável nível evolutivo do basquetebol praticado pelas senhoras, apesar de ser necessário que se faça maior investimento nos clubes, pois tem sido notório um certo desfasamento em relação ao nível competitivo das equipas. A atleta acredita que a Selecção Nacional de Basquetebol sénior masculina tem tudo para voltar a ser campeã africana, mas é necessário que haja mais trabalho nas categorias de juvenis e juniores que são os substitutos dos actuais seniores.

>> Altos & Baixos

O ponto da vitória 
Enquanto atleta da categoria de cadetes mereceu a confiança do técnico para fazer parte do grupo de juniores que disputava o campeonato provincial da categoria. Recorda que durante a partida da final que opôs a sua equipa à do Interclube valeu a sua entrega ao jogo, tendo marcado um ponto que deu vitória ao clube e a consequente conquista da prova provincial do ano de 1999. Foi para ela um grande momento de orgulho por ter levado a equipa a esta conquista que lhe daria acesso ao campeonato nacional.

Era uma vez Benguela...
O momento que mais a marcou, pela negativa, foi a não participação da sua equipa no campeonato nacional de juniores que se realizou em Benguela, por alegadamente o clube não possuir os meios financeiros para suportar as despesas inerentes à prova. Para ela foi frustrante a não ida à competição, depois da conquista do título provincial, conseguido com muito trabalho e sacrifício.  

>> Por dentro
Nome: Eva Paulo da Silva
Data de nascimento: 27 de Janeiro de 1979
Naturalidade: Luanda
Nacionalidade: Angolana
Peso: 74 Kgs
Altura: 1,72 metros
Modalidade: Basquetebol
Clube: Clube DesportivoO Maculusso
Prato preferido: Funge com carne seca
Tabaco: Não
Bebida: Sumos
Número do calçado: 42
Filmes: Comédia
Religião: Pentecostal
Cor preferida: Azul
Poligamia: Contra
Música: Gospel
Esplanada ou discoteca: Não frequenta
Droga: Faz mal a saúde
Cidade: Huambo
País: Angola