Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

Clubes lusos com boa facturao

14 de Abril, 2011

Braga, Benfica, FC Porto e Sporting arrecadaram milhes em prmios

Fotografia: AFP

Sporting de Braga, Benfica, FC Porto e Sporting, por esta ordem de ganhos, já arrecadaram mais de 26,5 milhões de euros em prémios monetários na edição 2010/2011 das competições europeias de futebol. Entre este quarteto, apenas o Sporting, afastado nos 16 avos de final da Liga Europa, pelo Glasgow Rangers, já não pode facturar mais, tendo encerrado a prestação na segunda prova europeia com um total de 1,7 milhões de euros. Mas, as contas, até ao momento, são lideradas pelo Sporting de Braga, ainda com ambições de chegar às meias-finais da Liga Europa. Os bracarenses começaram a temporada na Liga dos Campeões, prova em que arrecadaram 11,6 milhões de euros, à custa de terem ultrapassado a terceira pré-eliminatória (Celtic) e o “play-off” (Sevilha) e jogado a fase de grupos.

Falhado o apuramento para os “oitavos”, os bracarenses foram reencaminhados para a segunda prova, que já lhes rendeu 900 mil euros. No total, e ainda sem contar com as receitas de bilheteira e transmissões televisivas, a equipa orientada por Domingos Paciência já colocou nos cofres do Sporting de Braga 12,5 milhões de euros. Neste “ranking” de ganhos, segue-se o Benfica, que também começou a temporada na Liga dos Campeões (8,7 milhões em prémios), prova para a qual entrou de forma directa, e segue agora na Liga Europa (mais 900 militares euros). O FC Porto, o novo campeão nacional, não disputou a Liga dos Campeões (terceiro lugar no último campeonato) e canalizou todos os ganhos na Liga Europa, somando, para já, 2,6 milhões de euros.

Tal como Sporting de Braga e Benfica, também o FC Porto está na corrida às meias finais da segunda prova europeia, qualificação que vale 700 mil euros para cada semi-finalista. Uma final da Liga Europa pode, mesmo, ser disputada por duas destas três equipas, o que, a acontecer, renderia ao futebol português mais cinco milhões de euros (três para o vencedor e dois ao finalista). Neste momento, Benfica e FC Porto, que só se podem encontrar na final, têm praticamente os dois pés nas “meias”, após as vitórias caseiras na primeira-mão, os encarnados sobre o PSV Eindhoven (4-1) e os dragões ao Spartak de Moscovo (5-1). Por seu lado, o Sporting de Braga recebe, também hoje, o Dínamo de Kiev, depois de ter empatado 1-1 na capital da Ucrânia.

Liverpool aumenta
proposta por Kjaer


Simon Kjaer é um dos defesas mais cobiçados pelos grandes clubes europeus. E o central de 22 anos do Wolfsburgo tem um pretendente que está mesmo disposto a ganhar a corrida pelos seus serviços. De acordo com a comunicação social britânica trata-se do Liverpool, que vai avançar com uma proposta de 15 milhões de euros, superior ao valor do passe (14 milhões). Bayern Munique, Roma, Tottenham e Chelsea são outros clubes que estarão interessados no jovem internacional dinamarquês.

Paris Saint-Germain
está à venda

O fundo de investimento americano Colony Capital, proprietário de 95,8 por cento do clube de futebol Paris Saint-Germain, comunicou o interesse em vender a sua participação, revelou, na terça-feira, o jornal francês “Le Parisien”. Segundo, o periódico, o representante na Europa do fundo de investimento, Sébastien Bazin, decidiu pedir a um mediador especializado nesse tipo de transações que acelere a cessão de sua participação no clube. Embora o acionista principal até agora só considerasse a entrada de novos acionistas no capital do clube, buscando um sócio para ajudar a financiar as novas contratações de jogadores, Bazin parece ter a intenção de ceder sua participação, escreveu o jornal.

Avaliado entre 50 e 60 milhões de euros, o clube parisiense está a passar por um período difícil com poucas vitórias, e precisa de investimento para reativar-se e comprar jogadores que permitam se classificar para a Liga dos Campeões. Nesta temporada, o Paris Saint-Germain tem o terceiro orçamento do campeonato francês, na primeira divisão, com 80 milhões de euros, no mesmo nível que o Bordeaux e atrás de Marselha, com 140 milhões de euros, e Lyon, com 150 milhões de euros.