Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

Condies das unidades sanitrias agradam vice-ministro da Sade

11 de Setembro, 2009

O vice-ministro da Saúde, Carlos Masseca, manifestou-se, em Cabinda, satisfeito com as condições encontradas nas unidades sanitárias da região, para o Campeonato Africano das Nações que o país acolhe em Janeiro próximo.
Carlos Masseca manifestou esta satisfação no final da sua visita de algumas horas a Cabinda, no quadro dos preparativos do CAN-2010, acrescentando que a província, em termo de saúde para a prova, se encontra preparada.
"A província tem uma tradição porque ocorreram aqui nesta cidade duas manifestações de grande vulto - os campeonatos africanos de basquetebol e de andebol -, por isso não encontramos muitos problemas", disse o vice-ministro da saúde.
Sublinhou apenas serem necessários alguns ajustes de maneira a que a nível nacional se possa ter uma resposta única e funcionar em rede, na altura do CAN, porque pode acontecer qualquer situação que afecte a realização do campeonato.
Disse que se deve ajustar em termos de coordenação, formação do pessoal e de equipamento numa ou noutra unidade sanitária.
Interrogado sobre o estádio do Chiazi, Carlos Masseca disse que não têm nenhuma preocupação porque nele estão previstos dois postos médicos para atendimento imediato das pessoas que estarão no estádio.
"Acreditamos que com mais ambulâncias dos serviços nacionais de emergências, estarão em condições para dar as respostas de tudo que acontecer durante o evento", assegurou Carlos Masseca.
A delegação visitou o hospital central de Cabinda, hospital Militar, a sede do COCAN (comissão organizadora), porto de Cabinda, clínica 28 de Agosto e o estádio internacional do Chiazi.

TESTE CAN

1 - Depois da primeira edição, disputada em 1957, no Sudão, o torneio não tinha uma periodicidade regular, disputando-se aleatoriamente. Desde que edição passou a disputar-se de dois em dois anos?
A) - Etiópia/68
B) - Costa do Marfim/84
C) - Ghana/70

2 - Em que país se disputou o CAN/65?
A) - Nigéria
B) -Argélia
C) -Tunísia

3 - Desde que edição o campeonato evoluiu para seis países?
A) - Ghana/63
B) - Etiopia/62
C) -Tunísia/65

4 - Em 1984, quando a prova se disputou na Costa do Marfim, os “Leões Indomáveis” lograram a conquista do seu primeiro título mercê da vitória (3-1) na final. Quem foi o finalista vencido?
A) - Ghana
B) - Costa do Marfim
C) - Nigéria
 
5 - A seguir ao Egipto, com seis títulos no palmarés, colam-se duas selecções “ex-aequo” com quatro conquistas. Quais são?
A) -Tunísia e Camarões
B) -Camarões e Ghana
C) - Ghana e Nigéria

6 - Quem foi o capitão da selecção egípcia no CAN-98, no Burkina Faso, em que se sagrou campeã?
A) - Hassan Hossan
B) - Ahmed Hassan
C) - Amr Zaky

7 - Que selecção orientou, no CAN-96, o categorizado técnico Viktor Bondarenko?
A) - Guiné Conacry
B) - Moçambique
C) - Namíbia

8 - No CAN do Burkina Faso, a selecção Angolana, que tinha empatado na primeira fase (1-1) com a África do Sul e (3-3) com a Namíbia, esperava passar aos quartos-de-final caso passasse pela Cote d’Ivoire. Apesar de um excelente desempenho, a selecção acabou por perder o jogo. Qual foi o desfecho?
A) - 4-2
B) - 4-1
C) - 5-2

9 - Foi treinador dos Palancas, no CAN-98, o professor
A) - Carlos Alhinho.
B) - Vesselin Vesco
C) - Manuel Gomes (Necas)

10 - Quem foi o titularíssimo guarda-redes da selecção moçambicana em 98, no Burkina Faso?
A) - Gilmar Ferreira
C) - Lazarino Fadul
C) - Rui Évora