Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

Confrontos históricos

05 de Junho, 2010

Kobe Bryant vai arrastar Lakers à costas até ao título

Fotografia: Reuters

1961/62 - BOSTON CELTICS (4-3) LOS ANGELES LAKERS
Na decisão da época de 1961/62, a vantagem de fazer mais jogos em casa era dos Celtics. No primeiro, em Boston, Bill Russell e companheiros venceram por 122 a 108. Na noite seguinte, no mesmo ginásio, os Lakers surpreenderam e venceram por 129 a 122, igualando a série. Empolgada com a vitória da equipa fora de casa, a claque do Los Angeles lotou o Arena Sports e viu Jerry West marcar a cesta decisiva na vitória por 117 a 115. Com 2 a 1 no placar, os Lakers vacilaram em casa e perderam para o equipa de Massachusetts, por 115 a 103, igualando em 2 a 2.

O quinto embate da série foi realizado em Boston e a equipa da casa não conseguiu conter Elgin Baylor, que marcou 61 pontos e 22 ressaltos, e os Lakers estavam perto do título. No regresso a Los Angeles, os Celtics fizeram um bom jogo e empataram a série novamente, forçaram a sétima e decisiva partida em Boston. Depois de dominar todo o jogo, os atletas da equipa de Massachusetts deixaram os Lakers empatar a partida no tempo normal por 100 a 100. Com 30 pontos, 40 ressaltos e o prémio de MVP, jogador mais valioso da época, Russell conduziu os Celtics ao título com uma vitória por 110 a 107.

1962/63 - BOSTON CELTICS (4-2) LOS ANGELES LAKERS
Ao contrário do que havia acontecido na época passada, desta vez os Celtics usaram o factor "mando de quadra" nas duas partidas e abriram 2 a 0 (117 a 114 e 113 a 106). Em Los Angeles, os Lakers diminuíram a desvantagem e venceram o terceiro duelo por 119 a 99. No quarto jogo, a equipa de Massachusetts venceu como visitante e abriu 3 a 1 na série decisiva. Quando o desfecho feliz parecia já estar em Boston, os Lakers encontraram forças para reagir e sobrevivem numa partida espectacular da dupla Elgin Baylor e Jerry West com 43 e 32 pontos, respectivamente. Os dois conduziram a equipa da Califórnia para uma vitória como visitante por 126 a 119. Com 3 a 2 de vantagem, bastava vencer em Los Angeles que os Celtics conquistariam o anel de campeões da NBA. Em jogo equilibrado, os visitantes bateram os Lakers por 112 a 109 e ficaram com o bicampeonato.

1964/65 - BOSTON CELTICS (4-1) LOS ANGELES LAKERS
Na época de 1964/65, os Celtics nem deram oportunidade para os Lakers acreditarem no título. Com 142 a 110, o Boston fez 1 a 0 na série, em Boston. Mesmo com 45 pontos de West, o Los Angeles perdeu o segundo embate por 129 a 123. Ferido com duas derrotas, a equipa da Califórnia diminuiu em casa e ganhou o terceiro duelo por 126 a 105, com 43 pontos de West. Novamente como mandante, os Lakers não anularam Sam Jones, que anotou 37 pontos e levou os Celtics à vitória por 112 a 99. Com 3 a 1 à frente, a equipa de Massachusetts impós a sua superioridade em casa e fechou a decisão em 4 a 1 ao bater o rival por 129 a 96.

1965/66 - BOSTON CELTICS (4-3) LOS ANGELES LAKERS
Após três derrotas em finais para os Celtics, os Lakers entraram mordidos em 1965/66. Na primeira partida, Baylor fez 36 pontos e West contribuiu com 41, ao ajudar o Los Angeles a vencer por 133 a 129. Após perder a primeira em casa, o Boston emendou uma vitória em casa, no segundo confronto, e dois resultados positivos como visitante, nos jogos 3 e 4.

Com vacilações nos embates 5 e 6, a equipa de Massachusetts deixou a equipa da Califórnia igualar a série em 3 a 3. No sétimo jogo, em Boston, os Celtics abriram grande liderança, porém, como de costume, os Lakers recuperaram-se e deixaram a desvantagem em apenas seis pontos ao faltar 20 segundos. Com a bola em mãos, o extremo John Havlicek anotou os dois pontos que deram ao Celtics a vitória por 95 a 93 e nova conquista da NBA.

1967/68 - BOSTON CELTICS (4-2) LOS ANGELES LAKERS
Os Lakers iniciaram bem a série e venceram os Celtics, em Boston, por 107 a 101. No segundo embate, os mandantes recuperaram-se e ganharam por 123 a 113. Na ida para Los Angeles, a equipa de Massachusetts levou a melhor no terceiro jogo e bateu os mandantes por 127 a 119. No quarto embate, West fez 38 pontos e Baylor 30 na vitória dos Lakers, em Los Angeles, por 118 a 105 (2 a 2). No quinto jogo, West jogou lesionado e mesmo assim fez 35 pontos para os Lakers. O bom desempenho não foi suficiente e os Celtics venceram no prolongamento por 120 a 117. O décimo título do Boston veio no sexto confronto, com um triunfo de 124 a 109, com destaque para os 40 pontos de Havlicek.


Aspirações vivas
dos californianos

As aspirações pelo título da NBA nunca esmoreceram na equipa da Califórnia. A derrota na época anterior não desmotivou West e Baylor, duas figuras preponderantes dos Los Angeles Lakers.

1968/69 - Boston Celtics (4-3) Los Angeles Lakers
Pela primeira vez, com a vantagem de decidir em casa contra o Boston, o Los Angeles contou com excelente actuação de West, com 53 pontos, no primeiro jogo, e bateu o rival por 120 a 118. No segundo embate como mandante, West e Baylor levaram os Lakers à vitória por 118 a 112 (2 a 0). A precisar de vencer para se manter vivo na série, os Celtics contaram com o apoio da claque e venceram por 111 a 105, com 34 pontos de Havlicek.

A partida quatro foi a mais disputada e os Lakers estiveram com a vitória em mãos. A 15 segundos do fim, a equipa da Califórnia vencia por 88 a 87, mas, com sete segundos no cronómetro, os Celtics fizeram o ponto decisivo e levaram a vitória por 89 a 88 (2 a 2). Nas duas partidas na sequência, o Los Angeles ganhou em casa (117 a 104) e o Boston venceu no seu ginásio (99 a 90), e deixou a série empatada por 3 a 3. No sétimo embate, desta vez em Los Angeles, Russell ganhou o seu último título pelo Boston antes de se aposentar (108 a 106). Apesar do vicecampeonato, West conquistou o prémio de MVP das Finais.

1983/84 - Boston Celtics (4-3)
Los Angeles Lakers

Após alguns anos sem se enfrentarem em finais, Lakers e Celtics reencontraram-se na decisão de 1983/84, com destaques para Kareem Abdul-Jabbar, Magic Johnson e Larry Bird. Depois de ser derrotado no primeiro jogo, por 115 a 109, em casa, o Boston igualou a série ao vencer a segunda por 124 a 121. Magic Johnson deu show no terceiro jogo e registou um recorde de 21 assistências em finais, colaborando para uma vitória do Los Angeles por 137 a 104. Em vantagem na série, os Lakers poderiam fazer 3 a 1, porém, vacilaram em casa e deixaram os Celtics empatar (129 a 125).

No quinto jogo, Larry Bird apareceu com 34 pontos e deu a vitória ao Celtics por 121 a 103. No jogo seis, Abdul-Jabbar marcou 30 pontos e foi fundamental para o resultado positivo de 119 a 108 (3 a 3). Na última partida, a cidade de Boston mobilizou-se para apoiar a equipa e os Celtics bateram os Lakers por 111 a 102, festejou a 15ª conquista. Com média de 27,4 pontos, Bird foi eleito o MVP das Finais.

1984/85 - Los Angeles Lakers (4-2) Boston Celtics

Pela primeira vez, os Lakers conseguiram superar os Celtics e ficar com o anel de campeão da NBA diante do rival. No primeiro jogo, a equipa da Califórnia foi humilhado por 148 a 114, em Boston. No segundo confronto, Abdul-Jabbar marcou 30 pontos e 17 ressaltos na vitória como visitante por 109 a 102, e empatou a série. Com essa vitória como visitante, os Lakers teriam três oportunidades em casa para ficar com o título. No terceiro embate, Worthy foi o nome do jogo, com 29 pontos, na vitória dos Lakers por 136 a 111.

Novamente a actuar em Los Angeles, os mandantes foram derrotados na última bola do jogo por 107 a 105, e igualar o marcador (2 a 2). Na quinta partida, Magic e Abdul-Jabbar foram determinantes para que os Lakers saíssem vitoriosos por 120 a 111 (3 a 2). No sexto duelo, Abdul-Jabbar, que foi eleito o MVP das Finais, marcou 29 pontos na vitória por 111 a 100 dos Lakers, que quebraram um tabu de não vencer os Celtics em finais.

1986/87 - Los Angeles Lakers (4-2) Boston Celtics
Com uma excelente geração, o Los Angeles tinha mais uma oportunidade para conquistar um título da NBA em cima do Boston. Em óptima fase, Magic Johnson brilhou no primeiro jogo com 29 pontos e 12 assistências na vitória dos Lakers por 126 a 113. Magic voltou a ter boa exibição no segundo confronto, assim como, Abdul-Jabbar. Juntos, os jogadores ajudaram os mandantes a vencer por 141 a 122. Na terceira partida, Bird apareceu e diminuiu a desvantagem (109 a 103).

No quarto confronto, os Celtics tiveram oportunidade de igualar a séria em 2 a 2, quando venciam por 106 a 104. Porém, depois de um lance livre convertido por Abdul-Jabbar e um gancho de Magic Johnson, os Lakers conseguiram o resultado positivo de 107 a 106 e a liderança nos play offs por 3 a 1. Com tranquilidade, os Celtics ganharam o jogo cinco em Boston e diminuíram o marcador para 3 a 2 (123 a 108). Com outra actuação brilhante, Magic levou os Lakers ao segundo título diante dos Celtics após vencer por 106 a 93. O jogador foi eleito o MVP das Finais. 

2007/08 - Boston Celtics (4-2)
Los Angeles Lakers

Os Celtics tinham melhor campanha que os Lakers e possuíam a vantagem de jogar quatro partidas em casa contra três em Los Angeles. Na primeira partida, em Boston, o extremo-poste Kevin Garnett e o extremo Paul Pierce comandaram a vitória da equipa da casa por 98 a 88. Garnett foi o cestinha juntamente com Kobe Bryant, dos Lakers, ambos com 24 pontos. No segundo confronto, o Boston fez valer "o mando de quadra" e aplicou 108 a 102, fazendo 2 a 0.

O terceiro duelo do play off final aconteceu em Los Angeles e os mandantes conseguiram diminuir a desvantagem, com uma vitória por 87 a 81. Bryant deu show e anotou 36 pontos. Com mais dois jogos no Staples Center, em Los Angeles, os Lakers poderiam passar à frente. Porém, no quarto jogo, os visitantes foram superiores e venceram por 97 a 91, com excelente exibição dos extremos Pierce e Ray Allen.

Com 3 a 1 de vantagem, os Celtics poderiam até perder o quinto jogo e foi o que aconteceu. Apesar dos 38 pontos de Pierce, os Celtics perderam por 103 a 98. Bryant foi o cestinha dos Lakers com 25 pontos e contou com as ajudas de Lamar Odom e Paul Gasol. Com 3 a 2, a favor e a oportunidade de conquistar o título em casa, o Boston entrou determinado e não deu oportunidade ao adversário, ao aplicar 131 a 98, com óptimas actuações de Garnett e Allen, com 26 pontos. Pierce foi eleito o MVP das Finais.

Em 2009/10, Com show do astro Kobe Bryant, auxiliado pelo poste espanhol Paul Gasol, os actuais campeões da NBA, liga norte-americana de basquetebol, o Los Angeles Lakers ganhou o Boston Celtics e abriu o confronto decisivo no Staples Center, diante dos seus adeptos.