Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

Desporto sai da letargia em Kamacupa

José Chaves, em Kamacupa - 26 de Maio, 2010

Adminsitração municipal preocupada com fraca movimentação desportiva

Fotografia: Jornal dos Desportos

A prática desportiva está a renascer no município de Kamacupa que dista 75 quilómetros a Leste da cidade do Kuito, capital da província do Bié, depois de uma longa travessia no deserto, devido à guerra fratricida que assolou o país. O desporto no município encontrava-se num estado de abandono total, mas hoje, com a paz alcançada em 2002, ganha um novo rumo.Foi preciso coragem e amor à localidade para o reactivar.Muitos munícipes manifestavam cepticismo e apontavam mesmo a morte do desporto em Kamacupa.O desespero tomou conta de muita gente, incluindo dirigentes desportivos que abandonaram pura e simplesmente o barco, numa fase que nem as autoridades administrativas locais nem os habitantes querem lembrar.O Desportivo Geodésico é nos dias que corem o único clube existente no município, com equipas de futebol e de basquetebol.Face ao quadro, o administrador municipal de Kamacupa, Afonso Assafe,defendeu a criação de um espaço para o desenvolvimento harmonioso das distintas modalidades desportivas praticadas no município. Por outro lado, Assafe defende que a organização de encontros de trabalho regulares entre equipas locais é pertinente e visa revitalizar o desporto, bem como ocupar o tempo livre da juventude. Futebol tende a crescer O futebol tende a crescer em Kamacupa, pois muitos jovens o têm como a principal diversão. As quadras de jogos das escolas e o campo municipal de futebol, fora do horário estipulado para aulas de Educação Física, servem para pequenos desafios e para passar o tempo. Principal agremiação da localidade, o Desportivo Geodésico de Kamacupa compete há um ano no Campeonato Provincial de Futebol. Mas não é tudo.Organizados em núcleos, os jovens locais realizam torneios inter-bairros e inter-escolares.A direcção do Desportivo Geodesico de Kamacupa promete que a equipa estará presente no Cmpeonato Provincial de Futebol do Bié da presente época desportiva, ainda sem data para arrancar.A informação foi avançada pelo vogal de direcção Amaro Paulo.Ao que diz Paulo, o primeiro passo foi dado com a inscrição dos atletas, mas reconhece haver muitos pormenores a serem acertados para terem mais confiança na equipa.No ano passado, o Desportivo de Kamacupa quedou-se na sétima e penúltima posição da tabela geral de classificação, lugar que almeja melhorar nesta edição.Recuperar o tempo perdido A  Administração Municipal de Kamacupa está determinada a revitalizar o desporto na terra do "coração de Angola", um protagonismo perdido no tempo, por culpa da guerra que o país viveu.O administrador municipal, Afonso Assafe,  lamenta a guerra que dilacerou o país, e o município em particular, que foi um dos mais afectados.Apesar das dificuldades, o administrador promete trabalhar em prol do desenvolvimento e do resgate da mística perdida. "Com a paz definitiva, queremos inverter o quadro e viver as emoções do desporto", refere, dizendo que tem em carteira outros projectos económicos e sociais que visam proporcionar o bem-estar dos habitantes do município".De lembrar que Kamacupa viu as infra-estruturas desportivas arrasadas pela guerra, o que forçou a paralisação do desporto.Nos dias que correm, o desporto pode contar com outros incentivos, pois a administração municipal local, na pessoa do seu responsável máximo,mostra-se receptiva a vários projectos desenvolvidos por pessoas que tentam dar vida a uma actividade salutar e que contribui para o convívio entre os habitantes.Por outro lado, o administrador municipal defendeu a criação de um espaço para a concertação do desporto para atingir o desenvolvimento harmonioso das distintas modalidades, bem como a organização de encontros de trabalhos regulares entre as equipas locais. Município ganha campo polivalente A prática desportiva em Kamacupa ganha novo dinamismo com a inauguração,  no  passado mês, de uma infra-estrutura desportiva. Trata-se de um campo polivalente, construído de raíz,  que comporta uma quadra de jogos para o basquetebol, o andebol, o voleibol, o futebol de salão e a ginástica. Financiado pelo Governo Provincial do Bié, o empreendimento servirá para desenvolver o desporto naquela localidade, cevando centena de jovens a praticar as modalidades acima referenciadas.O mesmo foi construído nas instalações do Instituto Médio Politécnico de Kamacupa.O  Director pedagógico e coordenar das actividades  desportivas da instituição,  Frederico Guilherme, louvou o surgimento do recinto no município e enalteceu o gesto das autoridades governamentais.Sublinha que o campo chegou em boa altura, na medida em que vai contribuir para a melhoria das condições de praticabilidade e o fomento de actividade, tanto para o desporto federado quanto para o escolar, em todos os escalões e sexos. "Há uma grande vontade da juventude em desenvolver modalidades como o andebol, o basquetebol, o voleibol, o futebol de salão, mas a falta de condições dificulta bastante esta pretensão.Agora, com a criação deste espaço, vamos organizar melhor as diferentes modalidades desportivas", adianta Guilherme.O responsável municipal diz, por outro lado, que a inauguração do campo polivalente do Instituto Médio Politécnico vai permitir a massificação do desporto naquela localidade, algo que há muito se pretende. Segundo ele, com a abertura da infra-estrutura, pretende-se reanimar a esperança da juventude em ter o desporto de alto rendimento massificado. "Esta estrutura permitirá aos jovens ocupar os tempos livres com a prática desportiva e impedir que enveredem a práticas menos correctas", explica. O dirigente apelou aos jovens a aproveitarem ao máximo o estabelecimento, praticando mais o basquetebol, o voleibol, o andebol, o futebol de salão, entre outras modalidades. Recorde-se que a insuficiência de infra-estruturas apropriadas à prática desportiva em Kamacupa é um dos grandes problemas que impede o alargamento do leque de modalidades praticáveis naquela parte do território nacional. A Direcção Municipal dos Desportos local pretende recuperar as infra-estruturas desportivas que se encontram destruídas e construir novas para fazer face à demanda dos jovens, ávidos em praticar desporto. Reabilitada Casa dos Desportistas  A Administração Municipal de Kamacupa reabilitou a Casa dos Desportistas, no âmbito do Programa de Gestão Municipal, infra-estrutura que na era colonial pertenceu ao Clube Desportivo Delta.O edifício é composto por uma sala de jogos, dormitórios e uma quadra para desportos de salão. Para o administrador Afonso Jorge, o município que dirige foi bafejado pela sorte dada a reabilitação da referida infra-estrutura desportiva. "Kamacupa é o único município da província que possui uma casa dos desportistas.Estamos de parabéns, principalmente a camada jovem que tem assim um local para praticar actividades desportivas e de lazer", valoriza. Estádio municipal e outro recimtos serão os próximos beneficiários. O Estádio Municipal de Kamacupa será reabilitado assim que houver condições para o efeito. "A reabilitação do estádio municipal está nos nossos planos. Vamos pedir apoio às empresas de construção que operam nesta região para o efeito", confirma Afonso Jorge, administrador municipal de kamacupa. Actualmente o estádio encontra-se em estado lastimável.O terreno de jogos não oferece condições para a prática do futebol, as bancadas estão parcialmente destruídas e o muro de vedação há muito que não existe. Outro recinto que a administração local pretende reabilitar é a quadra de jogos que se encontra por detrás do cine-teatro da vila. A mesma está abandonada e, por isso, urge a necessidade de a recuperar para contribuir no desenvolvimento do desporto local.