Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

Europa ao rubro com transferências

05 de Setembro, 2010

europa ao rubro com transferências

Fotografia: Reuters

Na Espanha, por exemplo, o Real Madrid, agora comandado por José Mourinho, foi buscar um punhado de jogadores, entre os quais o argentino Angel Di Maria (Sport Lisboa e Benfica) e os alemães Sami Khedira (Stuttgart) e Mesut Özil (Werder Bremen).  Enquanto isso, o Barcelona adicionou Javier Mascherano no meio-campo e David Villa, do Valência, a dianteira já estrelada. O sueco Zlatan Ibrahimovic, por sua vez, acertou o regresso à cidade de Milão, mas agora para jogar no AC Milan.

O campeão inglês Chelsea levou o brasileiro Ramires (Sport Lisboa e Benfica), e o Manchester United, o mexicano “Chicharito” Hernández. Quem fez as manchetes inglesas foi mesmo o Manchester City com um pacote de reforços que inclui o espanhol David Silva e o marfinense Touré Yaya. Na Alemanha, o Schalke 04 fez algo que parecia impensável: tirou Raúl do Real Madrid, onde se consagrou como maior artilheiro da Liga dos Campeões da UEFA em todos os tempos. O menu é inacabável e repleto de estrelas.

Di María
O Sport Lisboa e Benfica garantiu um encaixe de 25 milhões de euros com a venda do futebolista argentino Angel Di María ao Real Madrid. A venda do internacional argentino implica, no total, a transacção de 36 milhões de euros, mas apenas 70 por cento (parte da fatia do passe pertencente ao Benfica) serão canalizados para os cofres da Luz.No negócio entre campeões portugueses e madrilenos ficou estipulado que aos 25 milhões de euros poderão juntar-se mais cinco, dependentes da utilização do jogador, e outros seis, relativos aos prémios de performance desportiva.

Sem contar com as comissões habituais nestes negócios, o Benfica teve um encaixe inicial de 14,9 milhões de euros (70 por cento dos 25 milhões “base”), cifra que pode chegar aos 22,6 milhões de todos os requisitos “extra” (11 milhões) se forem cumpridos. Di María assinou um contrato por seis anos com o Real Madrid e foi contratado pelo Benfica a 27 de Julho de 2007, num negócio onde foi também incluído outro jogador argentino, Andres Diaz, que nunca vingou em Lisboa.

Na altura, o Benfica pagou seis milhões de euros por 80% do passe de Di Maria e outros 50% de Andres Diaz. Um ano depois, o Benfica adquiriu a totalidade dos direitos sobre o jovem avançado argentino por mais dois milhões de euros (oito milhões para garantir o “pleno” de Di María).

Em Novembro de 2008, o clube da Luz vendeu à Gestifute, do empresário português Jorge Mendes, 10 por cento do passe do sul-americano, por um milhão de euros, ganho acrescido de 4,4 milhões em Setembro do ano passado, quando outros 20 por cento foram vendidos ao Benfica Stars Fund, fundo do qual o clube da águia detém 15 por cento. Com a transferência, Jorge Mendes pode embolsou entre 2,5 a 3,6 milhões de euros (lucro mínimo de 1,5 milhões de euros), enquanto a Benfica Stars Fund arrecadou garantidamente cinco milhões (que poderão subir até aos 7,2).

Mesut Ozil
A contratação do meio-campista alemão Mesut Ozil junto ao Werder Bremen custou aos cofres de Real Madrid 15 milhões de euros. O futebolista tem 22 anos e foi um dos grandes destaques da selecção do país no último Campeonato do Mundo. Ozil assinou por seis anos com o novo clube.

Kedhira
O Real Madrid fechou o negócio de transferência de Kedhira para o Santiago Bernabéu avaliado em 10 milhões de euros. O internacional alemão do Estugarda foi um dos destaques da Mannschaft e é um meio-campista que pode desempenhar, nesta zona do terreno, diversas posições, facto que agrada a Mourinho na construção do novo Real Madrid.

Zlatan Ibrahimovic
O atacante sueco Zlatan Ibrahimovic trocou o Barcelona pelo AC Milan, e assinou contrato por quatro épocas com o clube italiano. Ibrahimovic, que chegou ao Barcelona há um ano procedente do Inter de Milão, foi cedido por empréstimo até ao final da época, mas o AC Milan, caso queira, deverá pagar 24 milhões de euros para adquirir definitivamente o jogador. No futebol italiano, Irahimovich defendeu dois grandes adversários do AC Milan: a Juventus (2004 a 2006) e a arqui-rival Internazionale (2006 a 2009). Agora, retorna ao Calcio para reforçar o ataque comandado pelo brasileiro Ronaldinho Gaúcho.

Um carnaval de lendas

Uma das lendas vivas de Real Madrid é Raúl González Blanco, ou simplesmente Raul. Com 366 golos marcados tornou-se no maior artilheiro da história da equipa madrilena. Em Julho de 2010, transferiu-se para Schalke 04 a custo zero, pondo fim a uma trajectória de 16 anos com a camisola 7 dos merengues. Raul Gonzales foi considerado um dos três melhores jogadores do mundo pela FIFA em 2001 e é o melhor marcador da Liga dos Campeões da UEFA.

Ramirez
O jovem brasileiro Ramires está vestido de azul como uma garantia do Chelsea. Com olhos nos grandes investimentos, o Chelsea ofereceu 22 milhões de euros ao Sport Lisboa e Benfica. A fúria e a rapidez nas transições defesa-ataque agradam ao técnico do Chelsea, que o vai alternar com o ghanense Michael Essien. Os dois atletas têm estilo parecidos: são meia-campistas rápidos que chutam e marcam golos.

Diego
O brasileiro Diego é o novo reforço do Wolfsburg para a época 2010/11 da Bundesliga. O jogador assinou um contrato de quatro anos com o campeão alemão de 2009 e juntou-se aos compatriotas Grafite, Josué e Cícero na busca pelo título. o Wolfsburg acertou a transferência pelo valor de 15 milhões de euros, depois de passar quase três semanas em negociação com a Juventus. Diego volta à Alemanha, após ter jogado por três anos no Werder Bremen, onde conseguiu títulos e foi inclusive eleito o Melhor Jogador do campeonato em 2006/07. Em alta, foi vendido à Juventus por cerca de 25 milhões de euros, em 2009, mas não conseguiu evitar o fiasco do clube na última época.

Michael Ballack
Após não renovar o contrato com o Chelsea da Inglaterra, o meio-campista alemão Michael Ballack assinou um contrato de duas épocas com a antiga equipa, o Bayer de Leverkusen. Ballack encaixou 12 milhões de euros por duas épocas. A saída a custo zero irritou a equipa do russo Roman Abramovic.

Yoann Gourcuff
O actual astro da selecção francesa, o meio-campista Yoann Gourcuff, assinou um contrato de “longa duração” com Lyon, numa transferência que levou aos cofres de Bordeux 22 milhões de euros. Esse valor deve ser pago em três parcelas até 31 de Dezembro de 2012. De 22 anos de idade, Gourcuff deixa Olympique de Lyon após duas épocas e um título francês.

Sandro
A paciência do clube inglês Tottenham valeu a pena. Com objectivo de reforçar o meio-campo, os ingleses receberam o futebolista brasileiro Sandro mais bem preparado do Internacional do Brasil, comparativamente, o de Março último. O valor de contratação está nos segredos de Deuses. Inicialmente, estava cotada em 14 milhões de libras e nos últimos dias oscilou em 10 milhões de euros. O Inter concordou em ceder mais uma revelação da sua profícua divisão de base, que já lançou Alexandre Pato, Nilmar, Rafael Sóbis, Lúcio, entre outros.

Hernanes
A primeira participação de Hernanes com a camisa da Lazio não poderia ter sido mais promissora. Depois de começar no banco e entrar no segundo tempo do amistoso contra o La Corunha, o meio-campista foi o principal nome na vitória por 3 a 1 ao marcar um golo e ao dar uma assistência. A equipa brasileira do São Paulo acertou um negócio com a Lazio avaliado em 13,5 milhões de euros. Hernanes assinou um contrato de cinco anos e recebe 1,6 milhões de euros anual em salários. A equipa brasileira tem direito a 83 por cento do valor e a empresa Traffic, de J. Hawilla, abocanha os 17 por cento restantes.

Huntelaar e Jurado
O Schalke 04, da Alemanha, tem sido um dos clubes mais activos no mercado. No último dia de transferências, os alemães acertaram a contratação de Huntelaar e Jurado. O avançado holandês chega do AC Milan e o médio espanhol provém do Atlético de Madrid. Cada um custou aos cofres da equipa alemã 13 milhões de euros. O defesa francês Nicolas Plestan, contratado ao Lille juntou-se ao grupo.

Felipe
Em apenas duas semanas e meia, Felipe já se tornou um dos Guerreiros do Minho. Chegou ao Sporting de Braga depois de um período sem jogar no Brasil, mas a adaptação ao futebol português foi imediata e o guardião ganhou a condição de titular, ajudando o vice-campeão português a conseguir uma inédita vaga na fase de grupos da UEFA Champions League.

Tales
Não foi um ponta-de-lança, nem é alto. O médio foi contratado pelo Sporting mesmo em cima do fecho mercado ao Internacional de Porto Alegre, do Brasil.

Di Santo
O avançado argentino Franco Di Santo, do Chelsea, - que chegou a ser dado como possível reforço do Sporting - realizou os testes médicos e assinou um contrato válido por três épocas com o Wigan.

Miguel Lopes 
e Tomás Costa

Sem entradas, o FC Porto reduziu dois elementos no plantel, emprestando Miguel Lopes ao Bétis de Sevilha e Tomás Costa ao Cluj.

Pape Diakhate
O Lyon assegurou o empréstimo do defesa senegalês Pape Diakhate, por empréstimo do Dínamo de Kiev.

David Rozenhal
O defesa internacional checo David Rozenhal está de regresso a França, e, depois de ter representado o PSG, agora vai alinhar pelo Lille. Rozenhal foi emprestado pelo Hamburgo num acordo com a duração de uma época.

Konchesky
Paul Konchesky vai ser companheiro de Raul Meireles no Liverpool. Os “reds” confirmaram a contratação do defesa ex-Fulham, que assina contrato por quatro anos. Já o defesa argentino Emiliano Insúa foi emprestado ao Galatasaray da Turquia, que garantiu também o avançado bósnio Misimovic (ex-Wolfsburgo). Misimovic custou 8 milhões de euros e assinou por quatro épocas. Eidur Gudjohnsen e Jermaine Pennant assinaram pelo Stoke City. Ambos estão no clube inglês por empréstimo até ao final da época.