Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

Irene Gonçalves a melhor da actualidade

30 de Março, 2010

A jogadora de futebol é oriunda de uma família de desportistas

Fotografia: Jornal dos Desportos

Irene Gonçalves começou a jogar futebol com rapazes, aos oito anos, na Vila Alice, bairro onde nasceu. Na altura, chamavam-lhe "Maria Rapaz", por ser a única menina a jogar com eles. "Ajudei a equipa a vencer algumas partidas. Contudo, não passavam de meras brincadeiras", disse.

A jogadora de futebol é oriunda de uma família de desportistas. É irmã de Maria Gonçalves (jogadora da equipa sénior de andebol do Petro de Luanda), e de Tereza Gonçalves, campeã africana e MPV, no africano de Senegal em1999, de basquetebol.Antes de abraçar o futebol, Irene Gonçalves praticou basquetebol e voleibol, na escola II e III níveis Rei Mandume, em 1998.

A jogadora de futebol contou que foi através de sua amiga, Zinha, que foi parar ao Mabo FC, da II divisão do campeonato provincial, juntamente com a sua irmã gémea, Helena Gonçalves."Ambas fomos aceites no Mabo FC e logo a seguir começamos a treinar, sob tutela do treinador Simão Lenguinha (actual técnico adjunto da selecção feminina de futebol).

A adaptação não foi difícil. Já estávamos habituadas ao padrão de jogo", sublinhou.A seguir foi convocada para a selecção feminina de futebol pelo técnico Miller Gomes.O técnico da selecção feminina de futebol andava à procura de uma ponta-de-lança para substituir Nadi (jogadora da Fagec), que tinha sido expulsa no jogo da primeira-mão, frente Congo Democrático.

Irene Gonçalves aproveitou da melhor forma a grande oportunidade: "Fiz a minha estreia no futebol internacional no jogo da segunda-mão, contra o Congo Democrático. Entrei na segunda parte. Perdíamos por uma bola a zero. Fomos aos penalties, por termos empatado em nossa casa.

Fui indicada para marcar o último penalty, acabando por empurrar a bola para o fundo das malhas".Com Angola apurada para o CAN’2002, na Nigéria, a atleta voltou a estar em forma na competição. Fez o golo no empate a uma bola contra as selecções do Zimbabwe e da África do Sul. No jogo contra os Camarões, a Selecção Nacional precisava apenas de um empate, para poder atingir as meias-finais, mas, perdeu por uma bola a zero, no último minuto.

Terminado o CAN da Nigéria, Irene Gonçalves foi para a equipa do Progresso do Sambizanga, donde vinha a maioria das jogadoras da Selecção, pelo que foi fácil a sua integração no grupo. Hoje, a jogadora que está na selecção feminina de futebol desde 2002, é considerada a jogadora número um, a ponta-de-lança.

"A nossa Selecção é a segunda a nível da SADC", afirmou.A futebolista afirmou que o seu futuro está em aberto:"Penso deixar o desporto daqui a um ano e dedicar-me mais aos estudos. Pretendo terminar o meu curso de Gestão de Empresas, na Universidade Lusíadas".

 A melhor jogadora

"Fui considerada a melhor jogadora em 2008, no jogo da Taça Cosafa, realizado em Malanje, ganho pela selecção sul-africana. No campeonato nacional de 2008, contra equipa do Moxico, marquei 22 golos. Ganhamos 30-0 à equipa do Moxico.No CAN’2002, na Nigéria ficamos em quinto lugar, vencidas pela selecção da casa", disse.Só deslizes

"Derrota contra os Camarões por uma bola a zero, no CAN da Nigéria 2002, quando precisávamos de um empate. Fomos eliminados pela Namíbia para o CAN’2010 África do Sul, no jogo da primeira-mão, perdendo por 2-1. No segundo jogo, a equipa namibiana empatou o jogo no último minuto. Até ao momento, não acredito nisso!", sublinhou.

 Quem é quem...

Nome: Irene Maria Duarte Gonçalves
Data de Nascimento: 12 Dezembro 1984
Naturalidade: Luanda
Nacionalidade: Angolana
Peso: 62kg
Altura: 1,75 m
Modalidade: Futebol
Clube: Progresso do Sambizanga
Prato preferido: Feijoada
Tabaco: Não
Bebida: Àgua
Calçado: 43
Hobbyes: Teatro e navegar na Internet
Religião: Católica
Cor: Branca
Poligamia: Contra
Música: Semba
Esplanada ou discoteca:Esplanada
Droga: Contra
País: Angola
Cidade: Luanda