Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

Kevin Durant brilha no basquetebol americano e mundial

31 de Dezembro, 2010

Atleta foi o MVP do Mundial da Turquia.

Fotografia: AFP

O estemo Kevin Durant, do Oklahoma City Thunder, foi escolhido pela USA Basketball (a federação norte-americana da modalidade) como o atleta do ano. O principal motivo foi a sua boa prestação na conquista do Mundial da Turquia. Com média de 22,8 pontos por jogo, recorde dos Estados Unidos na competição, Durant foi o MVP (jogador mais valioso) do Mundial, tendo também alcançado 56 por cento de aproveitamento nos arremessos de campo e 45 por cento nas tentativas de três pontos.

Marcou 33 pontos nos quartos-de-final (contra a Rússia), 38 nas semi-finais (diante a Lituânia) e 28 na partida decisiva, frente à Turquia. Foi ainda o melhor marcador da NBA na temporada passada. Kevin Wayne Durant nasceu a 29 de Setembro de 1988, na cidade de Washington. É um profissional de basquetebol americano que actualmente joga pelo Oklahoma City Thunder da NBA (Liga Americana de Basquetebol).

Basquetebolista desde tenra idade, começou a jogar nos juvenis da equipa do PG Jaguars, que ganharam vários campeonatos nacionais liderados por Durant e pelos hoje colegas de NBA, Michael Beasley (actualmente no Minnesota Timberwolves) e o base Chris Braswell (dos Charlotte Bobcats). Durant usava e usa até hoje a camisola número 35, em homenagem ao seu mentor e treinador Charles Craig, que foi assassinado aos 35 anos.

Depois de dois anos na “National Christian Academy” e um ano na “Oak Hill Academy”, estreou-se pela Montrose Christian School em Rockville (Maryland), no seu último ano no colégio, no qual cresceu muito e transformou-se de base a um estremo de força.
Em Montrose, Durant liderou, durante todo o ano, as estatísticas de pontuação e roubos de bola e foi eleito o Jogador Colegial do Ano pelo jornal Washington Post.

Protagonismo começou
ainda na universitária

Durant entrou para a University do Texas e foi titular da equipa no seu primeiro ano de faculdade. Foi titular em todos os 35 jogos da equipa na temporada, mas o Texas foi derrotado na segunda fase da prova pela “University de Southern California”, terminando em terceiro lugar na conferência com 12 vitórias e 4 derrotas. Durant era de longe melhor do que os outros jogadores universitários, chegando a ser comparado com grandes astros da NBA como Kevin Garnett (Boston Celtics) e Dirk Nowitzki (Dallas Mavericks).

Depois de uma performance de 37 pontos e 23 ressaltos, numa vitória sobre os Red Raiders, o técnico de Texa, Bob Knight, descreveu-o como rápido, ágil e muito habilidoso. Ao longo da temporada foi amplamente aclamado pelos media, tornando-se o principal candidato a Calouro Universitário do Ano. Teve uma média de 25,8 pontos e 11,1 ressaltos por jogo durante a sua primeira temporada pelo Texas Longhorns e, a partir daí, tornou-se no principal candidato à primeira escolha do plantel de 2007.

Em Fevereiro desse ano, recebeu um convite para participar do campo de treino “training camp” da selecção norte-americana de básquete, conhecida também como o Dream Team (equipa de sonhos), sendo o segundo calouro na história a receber tal convite. O primeiro tinha sido Greg Oden, o seu principal concorrente no Draft. Em Março foi eleito o Jogador do Ano da Divisão 1 e recebeu os troféus Oscar Robertson e Adolph F. Rupp, tornando-se o primeiro calouro a vencer esses dois troféus numa só temporada.

No mesmo ano foi eleito Jogador Universitário do Ano pela Associated Press, tornando-se o primeiro calouro e o primeiro jogador da Universidade do Texas a ganhá-lo, desde a sua criação em 1961. Em Abril, tornou-se no primeiro calouro a receber o prémio Naismith e depois o “John R. Wooden. Há menos de uma semana de Kevin Durant ser escolhido no Draft pelo Seattle SuperSonics (hoje Oklahoma

City Thunder), a Universidade do Texas anunciou a retirada da sua camisola 35. Ela está agora pendurada no topo do Frankie Erwin Center, juntamente com a de outros grandes jogadores dos Longhorns como a11 de T.J. Ford que actualmente defende o Indiana Pacers. O número de Durant passa a ser um dos nove já retirados pela Universidade do Texas e com apenas 18 anos já era considerado por muitos como o maior jogador da história dos Longhorns.

Enfim a entrada na NBA

Durant assinou o seu primeiro contrato profissional com a Upper Deck Company. Em 2007, foi a segunda escolha geral do plantel e por mais que tivesse um excelente potencial, era esperado que Greg Oden, da universidade de Ohio State Buckeyes, fosse a primeira escolha. Algum tempo depois, assinou um contrato de patrocínio de 7 anos e um salário a volta de 60 milhões de dólares com a fornecedora de calçados norte-americana Nike.

O único contrato de um calouro que o superou, em termos de valor, foi o da própria Nike com LeBron James do Miami Heat. Durant havia rejeitado um contrato de 70 milhões de dólares com a Adidas, optando pela Nike por ser fã da marca. Depois de alguns poucos jogos, foi escolhido para testes para a selecção norte-americana e participou em jogos amigáveis, ao lado de alguns astros da liga como Kobe Bryant (do Los Angeles Lakers), LeBron James(Miami Heat,na época do Cleveland Cavaliers), Chris Bosh (Miami Heat, na altura no Toronto Raptors) e Dwight Howard do Orlando Magic.

Embora tivesse feito uma grande partida pela equipa, marcando 22 pontos, o treinador Mike Krzyzewski teve de o afastar do grupo dos 12 basquetebolistas que iriam aos Jogos Olímpicos de Pequim (China), citando a experiência dos jogadores que ficaram como factor decisivo para a sua tomada de posição. A 31 de Outubro de 2007, fez a estreia na NBA, numa derrota para o Denver Nuggets, marcando 18 pontos, cinco ressaltos e três roubos de bola.

Obteve a primeira vitória na competição com um arremesso de três pontos certeiro num jogo emocionante contra o Atlanta Hawks, depois de dois prolongamentos, terminando a partida com 21 pontos, três ressaltos, dois assistências e três roubos de bolas.
Em Novembro, marcou 35 pontos contra o Indiana Pacers. Numa partida contra o Denver Nuggets fez 37 pontos com um triplo, oito ressaltos e nove assistências.

No seu último jogo na temporada de estreia, finalmente, conseguiu 42 pontos, 13 ressaltos e cinco assistências. Liderou a pontuação dos calouros na época e venceu o prémio de Calouro do Mês da Conferência Oeste nos meses de Novembro e Dezembro de 2007 e Janeiro, Março e Abril de 2008. Bateu um recorde de Bob Rule, que já durava há 40 anos, tendo a média de 20,3 pontos por jogo.

No fim da temporada, os Seattle SuperSonics foram para Oklahoma, transformando-se em Oklahoma City Thunder. A 13 de Janeiro de 2009, liderou os “Sophomores” na vitória por 122 a 116 sobre os “Rookies”. Foi eleito o MVP da partida ao marcar 46 pontos, quebrando a antiga marca de Amare Stoudemire, que em 2004 fez 36 pontos para os “Sophomores”. Em seguida, foi escolhido para o primeiro Jogo das Estrelas.

Durant foi o melhor marcador da temporada regular, com média de 30.1, escolhido para o cinco inicial da  NBA. Levou a equipa do Oklahoma City Thunder para o seu primeiro Play-offs, mas acabou por perder para o Los Angeles Lakers numa série de seis jogos (4-2) nos quartos-de-final da Conferencia Oeste, tendo a média de 25,3 pontos e 7,7 ressaltos.

Prémios e conquistas

NBA All-Star Game: 2010
Melhor marcador da temporada da NBA: 2009-10
Primeira equipa da NBA: 2010
Vencedor do H-O-R-S-E no All-Star Game: 2009 e 2010
MVP do duelo de calouros: 2009
Calouro do ano: 2008
Primeira equipa de calouro: 2008
MVP do Campeonato Mundial de Basquetebol Turquia- 2010

Informações pessoais

Nome: Kevin Wayne Durant
Data de Nasc.: 29 de Setembro de 1988
Local: Washington,  Estados Unidos
Altura 2,06 m
Peso 104 kg
Apelido "KD"

Informações no clube

Clube actual Oklahoma City Thunder
Número 35
Posição Extremo

Clubes de juventude

2005-2006 PG Jaguars
2006-2007 Texas Longhorns

Clubes profissionais

Ano              Clubes         Partidas (pontos)
2007-2008   Seattle SuperSonics            80 (1624)
2008            Oklahoma City Thunder        156 (4357)