Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

Lagos troca Atlético pelo ASA

Avelino Umba - 06 de Janeiro, 2013

Defesa reforça o sector mais recuado do ASA e garante transmitir toda a sua experiência

Fotografia: Jornal dos Desportos

O defesa central Lagos trocou o Atlético do Namibe pelo Atlético Sport Aviação e justificou a sua opção pelo facto de gostar de trabalhar num grupo em que se sente bem. O jogador de 32 anos de idade afirmou que assinou apenas por uma época, com mais uma de opção, caso a direcção do ASA esteja interessada na sua continuidade no plantel nas próximas temporadas. Do Progresso do Sambizanga, formação que representou na primeira volta da época finda, antes de rumar para o Namibe na reabertura do mercado, não guarda boas recordações.

“Deixei o Progresso do Sambizanga no fim da primeira volta do Girabola, por sentir-me desprezado pela equipa técnica. Não gostei da forma como era tratado e decidi transferir-me para o Atlético do Namibe, onde fui muito bem recebido. Não tenho mágoa”, declarou. Terminada a época e face aos problemas que a formação namibense enfrentou, decidiu abraçar um novo desafio, por coincidência ou ironia do destino, numa equipa que também não goza de boa saúde financeira.

“Conversei com algumas pessoas ligadas ao ASA, com destaque para o técnico-adjunto, e estes deram-me explicações sobre o futuro do clube, assim como os problemas que o mesmo enfrentou na época passada, mas com a sua resolução à vista. Com estas explicações, achei por bem abraçar o projecto”, disse. O jogador teve um desempenho regular no Atlético do Namibe e ajudou a equipa a garantir a manutenção na prova.

Dos 15 jogos da segunda volta do Girabola 2012, falhou apenas quatro partidas. “O facto da minha transferência acontecer na reabertura do mercado e ter jogado com regularidade, falhando apenas quatro partidas, duas por lesões e as outras por opção técnica, acho que cumpri os objectivos da equipa”, concluiu.


REVELAÇÃO
Defesa promete dignificar contrato


Lagos garantiu dar o melhor de si para ajudar a formação aviadora a resgatar a sua mística no futebol nacional, após os problemas que atravessou nos últimos meses. Apesar de bastante cauteloso nos seus prognósticos, está confiante e acredita que vai fazer uma boa época, mas para tal, reconheceu que o primeiro passo para concretizar o seu objectivo passa em assegurar uma vaga na equipa titular. “Tudo farei para merecer a confiança do técnico e garantir um lugar na equipa titular. Sei que não será fácil, porque o ASA tem um plantel bastante jovem e de boa qualidade”, admitiu.  

Outro factor que considerou importante para o seu sucesso e de um modo geral de qualquer atleta, é o ambiente no grupo de trabalho. “O segredo passa pela camaradagem dentro do plantel, caso contrário nada feito”, alertou e promete trabalhar para entrosar-se no grupo. “Vou procurar na etapa de preparação entrosar-me com os companheiros e depois disto, veremos o que vai acontecer no decorrer da época”, acrescentou.                             AU


TRANSFERÊNCIA
“Gosto de desafios e apostei
no projecto dos aviadores”


Com um contrato apenas para uma época, o atleta afirmou que está satisfeito, pois gosta de desafios e este é mais um que pensa vencer. Assume-se como um jogador forte nas batalhas que enfrenta. “As condições apresentadas no contrato vão de encontro aos meus objectivos, por isso não tenciono ser apenas um mero espectador, mas um atleta para jogar e ajudar a equipa naquilo que for necessário”, prometeu.

Com a saída de muitos atletas para outras paragens, Lagos assegura que vai dar continuidade ao trabalho deixado pelos mesmos e se possível melhorar. “O projecto é bastante ambicioso e todos nós temos de dar o nosso melhor para concretizarmos os objectivos traçados, daí a razão de dar continuidade ao trabalho deixado por muitos jogadores, sobretudo no meu sector”, concluiu.   AU


CAN 
“Temos qualidades

para atingir os quartos”

A prestação da Selecção Nacional no CAN da África do Sul tem suscitado o mais vivo interesse dos angolanos. Para o novo reforço do ASA, com o trabalho que está a ser feito no combinado nacional, augura uma campanha excelente. “Apesar de ser uma renovação um pouco tardia, acredito que foi aposta certa. Antes tarde do que nunca. Vamos ao CAN para competir e estou confiante que vamos cumprir este desiderato”, disse.

Lagos aponta os resultados obtidos nos jogos amistosos, um bom prenúncio para estarmos confiantes nos Palancas Negras, que não vão nos deixar mal. Por outro lado, enalteceu a postura dos jogadores nas partidas realizadas. “Espero que a vontade manifestada nos três amistosos contagie todo o grupo no CAN, porquanto devem mostrar porque é que eles foram os escolhidos. Por esta razão, todos eles sem excepção, devem mostrar que são realmente os melhores do momento. De resto, só nos resta dar força para fazerem tudo de bom para encher de orgulho os angolanos”, finalizou.              AU