Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

Médio brasileiro Wesley Pretendido Pelo Benfica

05 de Agosto, 2010

Jorge Jesus e um profundo conhecedor do futubol brasileiro

Fotografia: AFP

O técnico do Benfica de Lisboa, Jorge Jesus, é um profundo conhecedor do futebol brasileiro, mas fez questão de enviar àquele país um dos seus colaboradores mais próximos, Miguel Quaresma, para que este observasse ao vivo as qualidades de Wesley, médio do Santos, o preferido para substituir Ramires.Os relatórios que Quaresma entregou a Jesus confirmaram que o jovem jogador brasileiro tem perfil idêntico ao de Ramires, fazendo com o treinador das águias o colocasse no topo da lista para substituir ao futuro reforço do Chelsea. O Santos está disponível para negociar, até porque pretende encaixar dinheiro suficiente para tentar contratar Zé Roberto (ídolo do clube, actualmente no Hamburgo), que de resto pisa os mesmos terrenos de Wesley. Entretanto, de acordo com informação oficial, Luís Filipe Vieira viajou para o Brasil, para tratar de "assuntos profissionais". Ou seja, da sua vida empresarial. Certo, é que não se pode excluir a possibilidade de o líder da Luz avançar com este processo. Encontrando-se no Brasil, é natural que Vieira queria resolver o "tema Wesley". De qualquer forma, o Benfica vai ter forte concorrência nesta operação, já que também o Werder Bremen está interessado no médio do Santos, que tem uma cláusula de rescisão de oito milhões de euros.O clube de Hugo Almeida já fez uma oferta, no valor de cinco milhões, que foi recusada, e prepara-se, segundo o jornal "Lance", para subir a parada até os 6,5 milhões de euros.Os alemães propõem a Wesley um salário irresistível, de cerca de 1,4 milhões de euros limpos por ano, o que também joga contra as intenções dos campeões nacionais, que por isso têm mais nomes em carteira. Garantido é que, se Jesus optar pela troca directa, o médio do Santos é o eleito para a vaga de Ramires. Já se o treinador entender que Rúben Amorim e Carlos Martins servem para essa posição, então a SAD da Luz avançará para um extremo.Vitória de Guimarãescede Moreno ao LeicesterA transferência do central Moreno, do Vitória de Guimarães, para o Leicester está praticamente concluída, num negócio que vai render cerca de 400 mil euros ao clube vimaranense.O central já realizou exames médicos e a única coisa que falta para que o processo seja encerrado é mesmo a assinatura do contrato, que se deve acontecer a qualquer momento.Moreno é o segundo jogador a possibilitar a entrada de dinheiro nos cofres do Guimarães neste defeso. Antes do defesa, já a mudança de Nuno Assis para o Al-Ittihad havia rendido cerca de 800 mil euros aos vitorianos, que podem não ficar por aqui em matéria de vendas - Valdomiro é outro forte candidato a sair. Seja como for, o emblema vimaranense já realizou um encaixe de 1,2 milhões de euros, ultrapassando largamente o valor amealhado há cerca de um ano.Produto dos escalões de formação do Guimarães, Moreno alinhou cinco épocas na equipa principal, pela qual se estreou em 2004/05, era, tal como agora, Manuel Machado o treinador. Desde então, participou em mais de cem jogos pelos vimaranenses, despertando a atenção de vários clubes estrangeiros, entre os quais o Hull, mas acabou por aceitar a proposta do Leicester. Para tal foi crucial uma conversa com Paulo Sousa, que procura reforços de peso para lançar o ataque à subida ao principal escalão inglês."Sim, ele (Paulo Sousa) falou comigo. Já o conheço há algum tempo. Convenceu-me a ir para Inglaterra, e foi fundamental ter falado com ele", explicou Moreno ao sítio jornal “Maisfutebol".Com a saída de Moreno, o plantel do Guimarães ficou apenas com três centrais (Valdomiro, Ricardo e Freire), número que é manifestamente reduzido para Manuel Machado. No entanto, os responsáveis vitorianos já estão a trabalhar no sentido de dar ao treinador os jogadores desejados para aquele sector do terreno. Ida de Veloso para Génovapode valorizar o jogadorA saída de Miguel Veloso para o Génova de Itália rende sete milhões de euros aos cofres do Sporting de Portugal e o concurso do médio espanhol Alberto Zapater, mas a SAD leonina ainda pode colher outros benefícios financeiros no futuro. De acordo com as informações divulgadas pelo emblema verde e branco junto da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), fica salvaguardado o direito a receber 20 por cento da mais-valia gerada numa eventual transferência do médio para um outro clube, desde que a verba em causa seja superior a 10 milhões de euros.O cálculo da referida mais-valia será feito a partir de um valor de referência de sete milhões de euros. Quer isso dizer que cabe aos leões um quinto de qualquer verba superior a este valor.Para mais, a SAD leonina tem direito a receber um reforço de 500 mil euros caso o Génova consiga se qualificar para a fase de grupos de qualquer competição da UEFA enquanto Miguel Veloso fizer parte dos quadros do clube transalpino.Os direitos desportivos de Alberto Zapater foram avaliados em dois milhões de euros. Contabilisticamente, o Sporting recebe nove milhões por Veloso e paga dois pelo médio espanhol, o que, na prática, significa que os leões encaixam sete milhões de euros limpos com esta transacção. O Sporting alienou os direitos desportivos de Miguel Veloso por apenas 23,3 por cento do valor estabelecido na sua cláusula de rescisão: 30 milhões de euros.O resultado líquido positivo do negócio efectuado com o Génova. Os italianos pagam nove milhões pelos direitos desportivos de Miguel Veloso, mas encaixam dois pela transferência de Alberto Zapater.Transferência de Bruno Alvesengorda cofres do FC PortoA transferência do central Bruno Alves para o Zenit de São Petersburgo vai render ao FC Porto 22 milhões de euros, noticiou ontem o jornal "O JOGO". Desse valor, o Varzim, clube que formou o jogador, reclama 440 mil euros.O patrocínio da Gazprom, uma das maiores empresas russas, focada no sector energético, garante desafogo financeiro ao Zenit para oferecer contratos milionários. As garantias de Meira e de Danny, com quem partilhou recentemente os trabalhos da Selecção, terão sido importantes para Bruno Alves aceitar mudar-se para a Rússia, apesar da preferência inequívoca por Inglaterra, Espanha ou Itália, de onde nunca surgiram propostas convincentes. Consumada a saída, que se anunciava há meses, a pergunta a que os adeptos portistas procuram dar resposta é muito simples: e agora, quem vem? André Villas-Boas tem apenas três centrais no plantel - Rolando, Maicon e Sereno - e é com eles que montará o puzzle defensivo para a Supertaça. Mas, precisamente porque a saída de Bruno Alves era esperada, os portistas já têm mais do que pesquisado e aprovado o nome do substituto.Assim, que se oficializou a saída, não faltaram especulações para todos os gostos e preços. Enquanto não surgem outras pistas mais concretas, fica apenas a recolha dos nomes de centrais tidos como alvo do FC Porto nos últimos meses: Rafael Tolói (Goiás); Gustavo Lazzaretti (esteve no Guimarães); Mário Fernandes (Grémio, mas recentemente operado a um ombro); Gabriel Mercado (ex-Racing, mudou-se para o Estudiantes) ou Rodriguez (Braga).Só a vender centrais dava para comprar um Cristiano Ronaldo. Ricardo Carvalho (30 milhões) mais Pepe (30 milhões) mais Bruno Alves (22 milhões). Somadas as parcelas, dava quase os mais de 90 milhões que o Real Madrid pagou por Cristiano Ronaldo.Se juntarmos outros centrais recentes (Fernando Couto, Jorge Andrade e até, imagine-se, Ricardo Costa...), então chegava e sobrava para um Ronaldo. E a pronto pagamento...