Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

Messi foi o jogador mais bem pago em 2010

31 de Março, 2011

O Dentuço embolsou 18,3 milhões de euros no ano passado.

Fotografia: AFP

Com 31 milhões de euros, o argentino Messi foi o jogador mais bem pago do mundo em 2010, pelo segundo ano consecutivo. O jogador do Barça ganhou cerca de 10 milhões de euros de salário pago pelo clube, aos quais juntou mais 20 milhões em contratos publicitários. Também pelo segundo ano consecutivo, o português Cristiano Ronaldo surge na segunda posição, tendo alcançado os 27,5 milhões de euros. O merengue conta com um salário de 500 mil euros somados a 14 milhões de contratos de imagem.

O atacante inglês Rooney, do Manchester United, 49 milhões de euros, aparece na terceira posição, seguido de Kaká e Beckham. O médio-avançado Ronaldinho Gaúcho foi o sexto jogador mais bem pago do mundo, de acordo com a revista “France Football”. O “Dentuço” embolsou 18,3 milhões de euros no ano passado. Entre os brasileiros, além do jogador do Flamengo, o armador Kaká, do Real Madrid, aparece em quarto lugar. A estrela fez a temporada passada pelo Milan, antes de ser negociado com o Flamengo no início deste ano. Em Itália, não chegou a afirmar-se, tendo ficado no banco durante várias partidas.

Barcelona revela
interesse em contratar Rossi

Guiseppe Rossi, avançado italiano ao serviço do Villareal, despertou o interesse do Barcelona fruto da sua boa forma e dos muitos golos que tem marcado ao longo deste época. O conselheiro do Villareal, José Manuel Llaneza, lembrou que o clube já rejeitou uma proposta de 33 milhões de euros em Janeiro. O Villareal só deverá negociar alguma proposta acima do valor rejeitado em Janeiro, mas para que este negócio se realizar será necessária a vontade do jogador e a disponibilidade financeira do Barcelona.

“Nenhum jogador pode negar ouvir uma proposta do Barcelona. Agora, Rossi está concentrado em fazer o melhor possível, no que resta da temporada”, afirmou o empresário de Rossi, Andrea Pastorello. “O preço de partida são 40 milhões de euros”, concluiu José Manuel Llaneza.

Bruno
César joga na Luz

O Benfica anunciou na terça-feira passada a contratação do antigo médio do Corinthians Bruno César O contrato do jogador brasileiro, de 22 anos, tem início a 1 de Julho, sendo válido até 2017, informa o clube, que revela ainda que a cláusula de rescisão de Bruno César se situa nos 30 milhões de euros. Por agora, o novo reforço do Benfica vai continuar ao serviço do Corinthians. Entretanto, o Benfica prolongou também o contrato do defesa central Sidnei por mais três épocas desportivas, ou seja, até 30 de Junho de 2016. O jogador brasileiro, de 21 anos, passa a ter uma cláusula de rescisão no valor de 25 milhões euros.

Mossoró próximo
de renovar até 2015

O Braga está a um pequeno passo de prolongar o contrato de Mossoró. O jornal português “O Jogo” revelou saber que António Salvador lhe fez chegar às mãos, nos últimos dias, uma proposta de renovação por mais três anos, que prevê um aumento do vencimento que aufere mensalmente, e em breve o brasileiro vai formalizar o acordo com o presidente da administração da SAD bracarense. A ligação do médio ao Braga por ir, assim, até 2015. O desejo de renovar com Mossoró resulta das boas exibições que este tem realizado ultimamente e que tiveram como ponto alto o encontro com o Benfica, no qual apontou um grande golo.

O médio, que lidera a lista de contratações mais caras de sempre efectuadas pelo clube – custou 700 mil euros em 2008 –, é idolatrado pelos adeptos e bastante apreciado por Domingos Paciência que, segundo alguns rumores que correm pela blogosfera, até estará interessado em levá-lo para Alvalade caso venha a mudar-se para o Sporting no final da temporada. Para evitar que um cenário desses viesse a acontecer o actual presidente do clube, António Salvador, decidiu “prendê-lo” o quanto antes.

Para mais tarde ficam os casos de outros jogadores que exigem maior celeridade à SAD do Braga por se encontrarem em final de contrato. São os casos de Vandinho, Miguel Garcia e Paulão, por exemplo, embora o último, também segundo “O Jogo soube, já foi sondado no sentido de prolongar o respectivo vínculo.