Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

NBA vai baixar salrios devido crise mundial

08 de Setembro, 2009

A crise económica nos Estados Unidos vai reflectir-se também no basquetebol, com o tecto salarial da NBA para a época 2009-2010 a apresentar uma redução de mais de um milhão de dólares em relação à última temporada.
Os receios dos empresários e dos jogadores de que haveria menos dinheiro para salários na próxima época foram confirmados quando a NBA anunciou, oficialmente, que o montante do topo salarial vai ser de 57,7 milhões de dólares. Durante a época de 2008-2009, o tecto salarial foi de 58,8 milhões de euros.
O comissário da NBA, David Stern, já tinha anunciado que a sua organização não ia ficar à margem dos efeitos negativos da crise e estavam a trabalhar para conseguir que fossem o menos “traumático” e “prejudicial” para o desenvolvimento de toda a actividade do basquetebol profissional nos Estados Unidos.
O novo tecto salarial entrou em vigor na última quarta-feira nos Estados Unidos e colocou fim ao período de moratória que a NBA estabelece antes que se possam fechar os novos contratos dentro do mercado dos jogadores livres.
Todas as equipas que gastem mais que os 69,92 milhões de dólares (imposto de luxo fixado) vão ter de pagar um dólar extra por cada dólar que supere a cifra oficial estabelecida pela NBA.
A título de curiosidade, refira-se que o maior salário na NBA é o de Tracy McGrady, dos Houston Rockets, que aufere 23,24 milhões de dólares por ano, mais 200 mil do que Kobe Bryant, dos LA Lakers, o segundo mais bem pago da liga (23,03 milhões de dólares anuais). A equipa com a maior folha salarial são os campeões LA Lakers, que pagam 84,6 milhões em ordenados por época.

Ben Gordon pode deixar os Bulls

A novela sobre o novo contrato do jogador já dura desde 2007, quando a direção do clube, na altura, ofereceu a Bem Gordon e a Luol Deng uma extensão de 10 milhões de dólares por época durante cinco anos. Ambos rejeitaram e cumpriram o último ano dos seus contratos como novatos.
No fim da época passadam, os dois tornaram-se agentes livres restritos. A mesma proposta de 50 milhões por cinco anos foi feita e recusada. Até que, surpreendentemente, Luol Deng reassinou por 71 milhões de dólares por seis anos de compromisso.
Ben Gordon, cestinha dos Bulls nos últimos anos, teve uma proposta bem menor e, sem ofertas muito melhores de outras equipas, permaneceu em Chicago por mais um ano, assinando a oferta qualificatória, que o tornaria agente livre irrestrito no fim da época.
Já descontente por ter visto o colega, que entrou na liga no mesmo ano que ele, assinar por um valor muito maior, Gordon tem feito aquilo que se espera de um bom profissional: deixar as especulações de lado quando entra na quadra. Tanto que o número 7 é, novamente, o cestinha da equipa. Mas isso tudo não significa que tenha deixado para trás a sua mágoa com os Bulls.
Gordon teria confessado a algumas pessoas próximas que a sua preferência é assinar com um novo contrato com qualquer outra equipa quando a época terminar. Segundo KC Johnson, jornalista de Chicago, as negociações entre os Bulls e o agente de Gordon estão completamente estacionadas.
Vale lembrar que em Dezembro, Gordon discutiu com o treinador Vinny Del Negro ao saber que tinha sido multado por chegar tarde a uma viagem da equipa.

(Mister) Tiger Woods

O golfista norte-americano Tiger Woods, com ganhos avaliados em 69,5 milhões de euros no ano passado, continua a ser o desportista mais bem pago do Mundo, segundo uma tabela do “L'Équipe Magazine”.
Quase tanto ganhou o piloto alemão de F1 da Ferrari Michael Schumacher (65,2 milhões), segundo na lista, e muito atrás vem, na terceira posição o tenista norte-americano André Agassi (apenas) 36,7milhões).
Nos 10 mais bem pagos figuram três basquetebolistas “made in USA” (Shaquille O'Neal, Kevin Garnett e LeBron James), e apenas um futebolista: o inglês David Beckham, que amealhou (só) 24,1 milhões de euros no ano transacto.
Entre as mulheres, o primeiro lugar do pódio dourado vai para a tenista russa Maria Sharapova, que embolsou 18,5 de euros em 2005.

Messi pode ser o jogador mais bem pago do Mundo

O médio ofensivo argentino Lionel Messi, do Barcelona, vai tornar-se no jogador mais bem pago do planeta, informa o jornal desportivo espanhol (Marca). (Messi vai receber tanto quanto Ibra) (o sueco Zlatan Ibrahimovic), o clube “elevará a oferta de renovação”. (O clube e o jogador assinarão uma ampliação até 2016. O jogador verá cumprida a promessa da direcção de não ficar abaixo de ninguém), destaca outro jornal, (La Vanguardia). O Marca afirma que com o novo contrato, Messi vai superar o brasileiro Kaká e o português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, já que vai receber 10 milhões de euros líquidos por época, com possibilidade de chegar a 12,5 milhões. Cristiano Ronaldo, Kaká e Ibrahimovic recebem nove milhões de euros cada um.