Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

Nelson quer jogar no 1º de Agosto

Sardinha Teixeira - 18 de Novembro, 2009

futebol aos oito anos de idade no Lubango (Huíla).

Fotografia: Pedro Salvador

Nelson começou a jogar futebol aos oito anos de idade no Lubango (Huíla). Representou o Colégio Evangélico nos campeonatos inter-escolares durante três anos, onde, fez o maior número de jogos possíveis para ajudar o colégio a ficar nos lugares cimeiros.
Ao longo destes anos em que fez parte do plantel do colégio jogou com vários jogadores com muita qualidade e margem de progressão.
Por razões familiares, transferiu-se para Luanda. Actualmente joga a ponta-de- lança no AC Milan do bairro Zango, no município de Viana, onde tudo faz para ganhar em todos os jogos. “Com o apoio dos adeptos sinto-me ainda mais motivado para ganhar”, disse.
“Os meus pais, - salientou - têm-me ajudado nessa empreitada. Aliás, formamos uma amizade que me tem estimulado todos os dias para que eu continue a trabalhar”. Contudo, Nelson Amaro, pretende ingressar num clube com melhor estrutura. E, aponta o clube 1º de Agosto como um bom início de carreira futebolística mais a sério. Para que tal desiderato se concretize aguarda por um “soprozinho” de alguém que lhe queira ajudar no futebol.
Segundo, Nelson Amaro, “o futebol praticado hoje em dia exige muito mais dos atletas que antigamente, por isso é necessário um cuidado muito grande da parte do atleta, desde à alimentação, treinamentos, até ao devido descanso. É uma vida na qual a pessoa tem que abdicar de vários hábitos normais, para se dedicar a uma vida extremamente sacrificante em busca do seu sonho. Jogar bola é diferente de jogar futebol”, disse.
Nelson Amaro diz que aceita as críticas construtivas, feitas com sentido e com o intuito de melhorarmos. “Tento evoluir no sentido das mesmas. Quanto às críticas feitas só para deitar abaixo alguém e no sentido de provocar, nem perco tempo com elas”, referiu.
Falando sobre o papel dos treinadores, ele afirma, que,” todos os treinadores que tive até hoje foram importantes na minha evolução como jogador”.
O jovem jogador, de 16 anos de idade, sublinha que tudo fará para um dia representar os Palancas Negras. “Este é um dos meus maiores sonhos”, garantiu. Quanto à participação de Angola no CAN de 2010, Nelson Amaro acredita que a nossa selecção fará boa figura, pois, tem jogadores, como Love Cabungula, Flávio, Manu, Bena e outros que podem fazer a diferença e levar os Palancas Negras a conquistar o título.