Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Reportagens

Neymar discute futuro com familia

17 de Agosto, 2010

Neymar tem outra reunião, hoje, com os dirigentes

Fotografia: Internet

A proposta de 30 milhões de euros (38,6 milhões de dólares) do Chelsea, que deve chegar no começo desta semana ao Santos, fez com que o atacante brasileiro Neymar se reunisse ontem com a sua família, para discutir o seu futuro.

O camisa 11 do Santos analisou com o pai, Neymar da Silva Santos, a mãe e a irmã, os pontos positivos e negativos de uma possível transferência para o clube inglês. A reunião ocorreu porque o procurador de Neymar, Wagner Ribeiro, e o pai do jogador se encontraram com representantes do Chelsea nos últimos dias, nos Estados Unidos, e já deixaram acertados os detalhes do contrato e do plano de carreira que o atacante terá, caso acerte a sua ida para o actual campeão inglês.

Porém, independentemente do resultado da conversa com a sua família, Neymar tem outra reunião, hoje, com os dirigentes santistas. Nesse encontro, o presidente do clube, Luis Álvaro Ribeiro, que não aceita negociá-lo por um valor abaixo da multa rescisória -  35 milhões de euros (aproximadamente 45 milhões de dólares) - deve apresentar um projecto de carreira para o atacante, como uma medida para tentar impedir a sua saída da Vila Belmiro.

Depois disso, com as duas ofertas em mãos, Neymar, de 18 anos, decide o que fazer. A expectativa é de que tudo se resolva nesta semana, para que o atacante saiba, enfim, que camisa veste no futuro.



Ozil pode decidir amanhã
 saída para o Real Madrid


Werder Bremen e Real Madrid vão tentar fechar, nas próximas horas, a transferência do médio de 21 anos Ozil dos alemães para os blancos. Ambos os clubes, que tiveram uma espécie de "período de reflexão" durante o fim-de-semana, retomam hoje as negociações e a transferência pode estar para breve.

O Werder Bremen esperava ontem uma delegação do Real Madrid para uma negociação de "última hora" pelo passe de Mesut Ozil, segundo o diário desportivo "Kicker". No entanto, segundo o clube alemão, as possibilidades de um acordo são "mínimas".

A ideia é chegar a um valor entre os 10 milhões de euros oferecidos pelos espanhóis e os 16 exigidos pela equipa alemã. Os blancos têm de aumentar a oferta, mas o Werder não pode esticar a corda.

 O tempo se esgota para conseguir esse acordo desejado tanto pelo jogador como pelo Real Madrid, pois no máximo até quarta-feira a situação de Ozil tem de estar definida. o acordo tem de se concluído já porque o Werder Bremen disputa amanhã a eliminatória da Liga dos Campeões contra o Sampdoria Ozil está chateado porque o clube de Bremen lhe escondeu a oferta do Real.

O jogador revelou isso a Klaus Allofs, dirigente dos alemães. Allofs justificou o comportamento, alegando que a intenção não era esconder a oferta, mas que a equipa de Madrid se adiantou. Agora, Allofs parece disposto a negociar: "O que o Real Madrid oferecia era inaceitável. O que não significa que não estamos dispostos a ouvir novas propostas", referiu ainda.

Nenhum dos clubes quer arrastar a situação. O assunto tem de ser resolvido até amanhã. O jogador falhou o encontro da pré-eliminatória da Liga dos Campeões, contra a Sampdória, informando o clube alemão que não queria jogar, alimentando ainda mais a hipótese de uma mudança.

Pressão
Com este cenário, é mais complicado para o Bremen negociar, embora oficialmente, a versão seja que Ozil vai cumprir o ano de contrato que ainda tem. Por outro lado, o jogador tem um pré-acordo com o Real Madrid, que o liga aos blancos a partir de 30 de Junho de 2011.

Se o clube alemão não aceitar a proposta dos madrilistas, corre o risco de ter nas fileiras, durante uma temporada inteira, um jogador contrariado. Esse é o trunfo jogado em Madrid.



Collin no Valenciennes
pode render 1,6 milhões


O defesa francês Aurélien Collin continua nas bocas do mercado europeu. Depois de ter sido dado como provável numa mão-cheia de emblemas, na maioria franceses, como seria de esperar, agora chega a vez da imprensa daquele país dar conta do forte interesse do Valenciennes no central, clube que acabou de vencer o campeão Marselha, por 3-2, e que soma quatro pontos em duas jornadas.

O jornal "Foot Transferts" dá ênfase ao facto do atleta, de apenas 24 anos, ter estado em evidência no campeonato português e de ter uma cláusula de rescisão nos 1,6 milhões de euros, um valor considerado aceitável pelo Valenciennes. Segundo a mesma publicação, o jogador está expectante por um regresso a casa até porque o mercado de transferências termina no final do mês.



Gaitán quer ficar
 na história da luz

O argentino Gaitán garantiu ter sido cobiçado por vários clubes europeus, mas o Benfica falou mais alto. "Tive muitas propostas para jogar na Europa, talvez até muito melhores em termos financeiros, mas em termos desportivos, o que mais me interessou foi o Benfica", afirmou no programa "Estrelas SLB".

O facto de poder encontrar vários compatriotas no clube da Luz também terá pesado na decisão de rumar a Portugal, garante o jogador de 22 anos. "É um clube com muita história, com muitos jogadores argentinos e que vai jogar na Liga dos Campeões. Foi isso que me motivou. O Benfica é um grande passo, espero fazer o melhor possível e ficar na história do clube."

Também Jorge Jesus foi elogiado por Gaitán, que destacou a frontalidade do técnico dos encarnados, classificando-o como "uma pessoa directa". "Isso é bom. Se as pessoas têm alguma coisa para dizer, devem ser directas e acho que o técnico é assim".

Para os adeptos do Benfica, o argentino deixou a promessa: "Vou tentar sempre fazer o melhor possível, pela camisola, pelo clube, pelos meus colegas de equipa, pelas pessoas que confiaram em mim e me trouxeram para o Benfica. Confiaram em mim e vou devolver-lhes toda a sua confiança dentro do campo".

Entretanto, o Benfica continua no mercado à procura do substituto de Ramires e de um outro jogador para a esquerda do meio-campo. Neste momento, os encarnados estão empenhados em contratar um médio comunitário e as negociações, que estão a ser feitas na Europa, devem ser fechadas em breve.

Depois de terem explorado o mercado sul-americano na última época, os benfiquistas viram-se, agora, para paragens do Velho Continente e a verdade é que o reforço não deve tardar a chegar, até para evitar que seja integrado no plantel numa fase avançada da preparação.